Quanto custa um intercâmbio na Europa?

Quanto custa um intercâmbio na Europa?.

Cada vez mais brasileiros alimentam o sonho de fazer um intercâmbio na Europa. São várias as agências que atuam no mercado para facilitar a vida dos estudantes, mas na hora de decidir, sempre bate aquela dúvida quanto ao lugar e os custos com a viagem.

Antes de tudo, é necessário se preocupar com os gastos iniciais, são eles:

  • Passaporte – para quem ainda não tem o documento;
  • Vistos – para os lugares que exigem o mesmo;
  • Passagens aéreas.

Para ajudar você a decidir qual será o destino ideal, vamos falar um pouco dos países mais procurados pelos brasileiros para fazer intercâmbio na Europa, dando uma média dos gastos com hospedagem, alimentação, transporte, cursos e até passagem aérea.

Irlanda

dublin irlanda intercâmbio na europa

 

De longe o lugar mais procurado pelos estudantes brasileiros para fazer intercâmbio na Europa. Isso acontece porque o país tem o menor custo para estudos durante um ano. E até quando o assunto é diversão, a Irlanda também parece ser uma ótima opção, já que existem inúmero pubs, baladas e museus com entrada gratuita.

A Irlanda também é um dos poucos lugares onde os estudantes podem trabalhar legalmente, – o que se tratando da Europa é muito importante, já que o custo de vida costuma ser alto. Além disso, o estudante pode permanecer no país por até 2 anos, e renovar o visto 2 vezes.

  • Custos*:
    • Passagem aérea de ida e volta: Em média R$ 3.000,00
    • Hospedagem: Cerca de 3.878,70 por mês, se optar por acomodações mais simples, esse valor pode cair para R$ 992,70.
  • Alimentação: Cerca de R$ 3.720,90 por mês, mas é possível diminuir para R$ 2.350,50.
  • Transporte: Cerca de R$ 396,68 mensal
  • Curso de inglês de 24 semanas: Em média R$12.000,00

* Custos para a cidade de Dublin. Os valores podem sofrer alterações, de acordo com a cotação atual da moeda.

  • Documentação: O processo para entrada de intercambistas na Irlanda, é diferente dos demais países. Esqueça as entrevistas e os formulários. Se o seu intercâmbio tiver duração de até três meses, os únicos documentos que você vai precisar, são:
  • Passaporte – com validade que cubra o prazo da viagem;
  • Carta da escola, com curso de carga mínima semanal de 15h/aula por semana;
  • Comprovante de hospedagem para o período;
  • Ter um seguro governamental ou privado de uma empresa da Irlanda;
  • € 500 para cada mês comprovados em extrato de uma conta em banco irlandês;
  • Passagem de ida e volta.

Se seu curso tiver duração de mais de três meses, além dos documentos acima, você também irá precisar:

  • O valor de 300 euros pelo registro GNIB (que pode ser pago com cartão de crédito/débito ou por boleto bancário);
  • € 3000 comprovados em extrato de uma conta em banco na Irlanda – valor considerado mínimo para se manter no país durante um período de seis meses, segundo o Governo Irlandês.

Inglaterra

londres europa

A terra da rainha também está entre um dos destinos mais procurados pelos brasileiros para fazer intercâmbio na Europa. Os valores para intercambistas no país são bem atrativos e assim como na Irlanda, existe um grande número de atrações ao ar livre e baladas e pubs com entrada gratuita, o que diminui o custo de vida no país.

O ensino é acessível tanto aos para europeus quanto para turistas. Os cursos são de excelente qualidade e bastante competitivos entre si. Sem contar que se tratando da Inglaterra, você tem a enorme vantagem de estar cercado por uma enorme diversidade cultural, em um lugar que consegue ser histórico e moderno ao mesmo tempo.

  • Custos*:
    • Passagem aérea de ida e volta: Em média R$ 3.743,00
    • Hospedagem: Cerca de R$ 3.262,80 por mês. Se optar por acomodações mais simples, esse valor pode cair para R$ 1.039,20.
  • Alimentação: Cerca de R$ 4.368,60 por mês, mas é possível diminuir para R$ 2.770,50.
  • Transporte: Cerca de R$ 561,14 mensais
  • Curso de inglês de 24 semanas: Em média R$ 14.670,28

*Custos para a cidade de Londres. Os valores podem sofrer alterações, de acordo com a cotação atual da moeda.

  • Documentação: Brasileiros que viajam à Inglaterra para turismo ou estudos por um período de até seis meses não precisam de visto. Para entrar no país é necessário apenas que você apresente os seguintes documentos:
  • Passaporte – com validade que cubra o prazo da viagem;
  • Passagem de ida e volta;
  • Comprovação de hospedagem para o período;
  • Comprovante de vínculos com o Brasil – tais como, matrícula em faculdade, carta da empresa onde trabalha, bens materiais em seu nome, entre outros.

Se seu curso tiver duração maior que seis meses, você precisará solicitar o visto de estudante. Nesse caso, além dos documentos já citados, será necessário também:

  • £ 800 para cada mês comprovados em extrato;
  • Carta de aceitação da escola, com curso de carga mínima semanal de 15h/aula por semana;
  • Certificado de proficiência em inglês;
  • Criar uma conta no site e preencher o formulário em inglês;
  • Pagar a taxa da inscrição e levar ao consulado britânico mais próximo.

 

Espanha

barcelona europa

A Espanha é o destino preferido de quem quer aprender espanhol. Barcelona é o lugar preferido dos estudantes. A cidade é agitada, jovem e com vida noturna intensa. Além disso, o clima é descontraído durante todo o ano e graças às praias do lugar, o verão é sempre inesquecível.

A parte cultural também não fica para trás, são museus e galerias espalhadas por toda cidade, o que torna Barcelona bastante atrativa para uma caminhada. O transporte público também é bastante eficiente e o custo de vida costuma ser mais baixo do que em Londres ou na Inglaterra, por exemplo. Confira alguns custos abaixo:

  • Custos*:
    • Passagem aérea de ida e volta: Em média R$ 3.779,00
    • Hospedagem: Cerca de R$ 3.726,30 por mês. Se optar por acomodações mais simples, esse valor pode cair para R$ 903,90.
  • Alimentação: Cerca de R$ 3.401,40 por mês, mas é possível diminuir para R$ 2.353,80.
  • Transporte: Cerca de R$ 431,43 mensais
  • Curso de espanhol

*Custos para a cidade de Barcelona. Os valores podem sofrer alterações, de acordo com a cotação atual da moeda.

  • Documentação: Assim como na Irlanda, para estudar na Espanha por até 90 dias, não é necessário visto. Mas serão exigidos os seguintes documentos:
  • Passaporte – com validade que cubra o prazo da viagem;
  • Carta de aprovação da escola;
  • Comprovação de hospedagem para o período;
  • Ter um seguro governamental
  • Passagem de ida e volta.

Mas se o curso escolhido tiver duração maior que 90 dias e menor que 180 dias, será necessário solicitar o visto no Consulado responsável pelo seu estado. Os documentos exigidos variam de acordo com cada Consulado. Em todo caso, serão exigidos em qualquer um deles:

    • Carta de aprovação da escola;
    • Comprovante financeiro – para garantir que você conseguirá se sustentar no país durante o período da estadia;
    • Comprovante de Matrícula;
    • Formulário de visto preenchido e assinado pelo solicitante;
  • Seguro de viagem com cobertura mínima de € 30,000;
  • Passaporte – com validade que cubra o prazo da viagem;
  • Certificado de antecedentes criminais;
  • Atestado médico

Portugal

lisboa europa

Portugal também é um dos queridinhos dos brasileiros para fazer Intercâmbio na Europa. São muitos os motivos, para começar, o custo de vida é baixo e quase tão barato quanto a Grécia, os cursos são de excelente qualidade e a maioria deles oferecidos em português. Além da gastronomia portuguesa ser incrível, outro atrativo, é que desde 2014 estudantes brasileiros podem ingressar nas instituições portuguesas através das notas do ENEM. Só em Coimbra, já são mais de 300 brasileiros se graduando.

  • Custos*:
  • Passagem aérea de ida e volta: em média R$ 3.870,00
    • Hospedagem: Cerca de R$1.954,50 por mês. Se optar por acomodações mais simples, esse valor pode cair para R$ 819,00.
  • Alimentação: Cerca de R$ 3.083,10 por mês, mas é possível diminuir para R$ 2.346,60.
  • Transporte: R$ 289,34
  • Curso de graduação: Cerca de R$ 2.322,32 mensais.

*Custos para a cidade de Lisboa Os valores podem sofrer alterações, de acordo com a cotação atual da moeda.

  • Documentação: Para viagens de até 90 dias, os brasileiros não precisam de visto para entrar em Portugal. É necessária apenas a apresentação dos seguintes documentos:
  • Passaporte – com validade que cubra o prazo da viagem;
  • Passagem de ida e volta;
  • Seguro de viagem com cobertura mínima de € 30,000;
  • Comprovação de hospedagem para o período;
  • Comprovantes financeiros: € 75 por cada entrada em território nacional, mais € 40 por dia de permanência.
  • Comprovante de vínculos com o Brasil – tais como, matrícula em faculdade, carta da empresa onde trabalha, bens materiais em seu nome, entre outros.

Se sua viagem tiver duração maior que 90 dias você vai precisar também:

  • Formulário de visto preenchido e assinado pelo solicitante;
  • Carteira de identidade (original e cópia autenticada);
  • 2 fotos 3×4;
  • Comprovante de residência;
  • Certificado de antecedentes criminais;
  • Comprovante de Matrícula;

Alemanha

Berlim Europa

Localizada no meio da Europa, a Alemanha tem mais vizinhos que qualquer outro país do continente. Entre eles estão: França, Dinamarca, Suíça e Bélgica. Além da sua ótima localização, castelos, museus e inúmeros monumentos fazem com que a programação cultural da cidade seja sempre imperdível. Sem falar do contexto histórico do país.

A Alemanha também abriga algumas das melhores baladas do mundo. E por todos esses motivos, também é bastante procurada para fazer intercâmbio na Europa. Berlim é a cidade perfeita para quem quer se divertir durante os intervalos, já que a vida noturna na cidade é bastante agitada. Vamos então aos custos e documentações básicas para planejar essa viagem.

  • Custos*:
  • Passagem aérea de ida e volta: em média R$ 3.907,00
    • Hospedagem: Cerca de R$ 2.471,40 por mês. Se optar por acomodações mais simples, esse valor pode cair para R$ 995,70.
  • Alimentação: Cerca de R$ 3.282,60 por mês, mas é possível diminuir para R$ 2.482,50.
  • Transporte: R$ 538,78
  • Cursos a partir de 2 semanas: R$ 675 por semana

*Custos para a cidade de Berlim. Os valores podem sofrer alterações, de acordo com a cotação atual da moeda.

  • Documentação: Assim como nos demais países já citados, não é necessário visto para viagens de até 90 dias. Mas nesse caso, se você está viajando com a intenção de estudar, é necessário sim solicitar o visto de estudante, pois não será possível fazer isso na Alemanha. Os documentos solicitados para o visto são:
  • Passaporte – com validade que cubra o prazo da viagem;
  • Comprovante de vínculos com o Brasil – tais como, matrícula em faculdade, carta da empresa onde trabalha, bens materiais em seu nome, entre outros.
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de hospedagem para o período;
  • Seguro de saúde com cobertura mínima de € 30,000;
  • Dinheiro para a taxa de emissão do título de residência;

França

paris europa

Não podia faltar nessa lista o país que está no coração da Europa. A França é um dos destinos mais amado dos turistas e é o terceiro do mundo que mais recebe estudantes estrangeiros. Pela quarta vez consecutiva, a cidade de Paris foi eleita a melhor para os estudantes.

Nem precisamos falar dos pontos turísticos, não é mesmo? Se tem algo que não falta na cidade luz são atrações. O ensino é de qualidade. Além disso a França é 6º país que mais investe em pesquisa e desenvolvimento. Veja alguns custos básicos para estudar na cidade de Paris.

  • Custos*:
  • Passagem aérea de ida e volta: em média R$ 3.364,00
  • Hospedagem: Cerca de R$ 3.508,20 por mês. Se optar por acomodações mais simples, esse valor pode cair para R$ 2.646,90.
  • Alimentação: Cerca de R$ 4.809,00 por mês, mas é possível diminuir para R$ 3.222,60
  • Transporte: R$ 568,71
  • Cursos de francês (52 semanas): em média R$ 20.000,00

*Custos para a cidade de Paris. Os valores podem sofrer alterações, de acordo com a cotação atual da moeda.

  • Documentação: Assim como em outros países da Europa, brasileiros não precisam de visto para entrar na França, desde que a viagem tenha duração máxima de 90 dias. Porém, em caso de estudos

é necessário solicitar o visto de estudante já que o mesmo não pode ser feito no país de destino. Os documentos necessários são:

  • Carta de aprovação da escola;
  • Comprovante financeiro – para garantir que você conseguirá se sustentar no país durante o período da estadia;
  • Passagem de ida e volta;
  • Seguro de saúde com cobertura mínima de € 30,000;
  • Comprovante de hospedagem para o período;
  • Prova de proficiência em francês ou em inglês.

Qual a importância do Seguro Viagem?

Você deve ter notado que para a maioria dos países citados é necessário que o viajante tenha o seguro viagem, certo? Mas afinal, qual a importância dele? Bem, o seguro é exigido graças ao Tratado de Schengen – acordo firmado por membros da Comunidade Europeia que promove a livre circulação das pessoas nos países que assinantes.

O Tratado também tornou obrigatório aos turistas, a aquisição de um seguro viagem com valor mínimo de € 30,000 para garantir que eles possam arcar com possíveis custos com despesas médicas e hospitalares de urgência ou emergência durante a estadia no país.

Levando em conta o quão alto são os custos com atendimento médico no exterior, fica claro a importância da contratação do seguro viagem. Além disso, caso você viaje sem o mesmo, corre o risco de ser deportado. Portanto, não deixe para última hora e garanta logo o seu.

Agora é só escolher o melhor destino para você!

Agora que você já sabe um pouco mais sobre cada um desses destinos é só se decidir e começar a planejar a viagem. Mas antes, aproveite para ler nossas dicas de como fazer amizades em programas de intercâmbio e aproveite ao máximo essa experiência!

compartilhar no facebook compartilhar no twitter
Compre aqui seu seguro viagem
Como podemos falar com você?

Segue a gente

Assuntos

mautic is open source marketing automation