6 destinos baratos para estudar inglês no exterior

6 destinos baratos para estudar inglês no exterior.

Estudar inglês no exterior é a melhor maneira de aprender o idioma ou ganhar fluência na língua. Por isso, este é um sonho que exige um bom investimento, principalmente na hora de escolher a escola onde você fará o curso de inglês.

Mas, com um bom planejamento é possível encontrar destinos que oferecem preços acessíveis, além de um custo de vida mais baixo e a oportunidade de trabalhar enquanto estuda.

Conheça agora 6 países para fazer o seu intercâmbio economizando!

1. África do Sul

África do Sul

Apesar de menos conhecida, tem atraído muitos estudantes. Entenda por que:

  • Cursos de inglês mais baratos, com valores entre R$ 6.000 e R$ 9.000 para quatro semanas, incluindo acomodação;
  • Custo de vida menor por causa da desvalorização da moeda local em relação ao real (1 rand custa R$ 0,28);
  • Atrações como safaris, esportes radicais, praias e montanhas;
  • A Cidade do Cabo, segunda mais populosa do país, tem ótimos bares, restaurantes e casas noturnas;
  • Não é preciso ter visto para permanecer no país por até 90 dias;
  • O clima parecido com o do Brasil facilita a adaptação.

2. Austrália

Austrália

Qualidade de vida, clima parecido com o do Brasil, povo hospitaleiro, belezas naturais e excelência no ensino fazem da Austrália um dos principais destinos dos estudantes.

O país exige visto, mas permite 20 horas de trabalho semanais para cursos a partir de 14 semanas. O custo de vida é inferior se comparado aos Estados Unidos e à Europa.

Um curso de inglês de quatro semanas mais a estadia custa em média R$ 6.000. O que pesa são as passagens aéreas que, em função da distância do Brasil, são mais caras.

3. Canadá

Canadá

O custo do intercâmbio no Canadá é menor se comparado aos Estados Unidos e Reino Unido. Cursos de idioma de duas semanas custam a partir de R$ 1.497,70. Já programas de quatro semanas chegam a R$ 6.800, incluindo curso e estadia.

Além da economia, conheça outras vantagens de estudar no Canadá:

  • Excelência no ensino;
  • Qualidade de vida e boa infraestrutura;
  • Facilidade para conseguir visto;
  • Possibilidade de aprender também o francês, uma das línguas oficiais do país;
  • Permissão para trabalhar 20 horas semanais;
  • Grande diversidade cultural e natural.

Para brasileiros, o inverno com temperaturas bem abaixo de zero pode dificultar a adaptação.

4. Irlanda

Irlanda

Em Dublin, há cursos de duas semanas por cerca de R$ 1.500. Outras opções de cursos no país podem variar entre R$ 9.700 e R$ 13.000.

A cidade oferece muita cultura e diversão o ano todo, com pubs e festivais de música. O país também dá ao estudante a oportunidade de trabalhar meio horário no período de estudos e em horário integral nas férias.

5. Nova Zelândia

Nova Zelândia

Outro país que não exige visto para ficar até 90 dias. Os cursos de inglês custam a partir de R$ 1.642 (duas semanas) até R$ 8.294 (quatro semanas com acomodação e alimentação).

Mas, a Nova Zelândia tem muito mais a oferecer:

  • Contato constante com a natureza;
  • Prática de esportes radicais;
  • Segurança e qualidade de vida;
  • Povo receptivo;
  • Clima tropical, bom para brasileiros se adaptarem;
  • Permissão de 20 horas de trabalho semanais para cursos superiores a 14 semanas.

6. República de Malta

República de Malta

Com belas praias e arquitetura marcante, o arquipélago ao sul da Itália é outra boa opção para quem busca economizar no intercâmbio. Apesar de estar na Europa e a moeda ser o euro, o custo de vida no país é mais baixo em relação ao restante do continente. Com cidades pequenas, o transporte e alimentação também são mais baratos.

A ilha tem boas escolas de inglês com cursos de quatro semanas mais hospedagem por R$ 6.532. Também é possível encontrar pacotes de R$ 3.000 a R$ 9.000. Para até 90 dias, o visto não é obrigatório.

Na hora de organizar o seu intercâmbio, lembre-se de considerar ainda custos com visto, passagem aérea, acomodação e seguro-viagem. Alguns desses itens podem pesar no orçamento e, por isso, é importante pesquisar muito!

Mas, você viu como é possível estudar inglês no exterior gastando menos, sem deixar de abrir mão da qualidade e de uma experiência inesquecível?

Se gostou das nossas dicas, deixe um comentário neste post e conte para a gente a sua opinião!

compartilhar no facebook compartilhar no twitter
Compre aqui seu seguro viagem
Como podemos falar com você?

Segue a gente

mautic is open source marketing automation