Saiba qual é a diferença entre seguro viagem e assistência viagem

Saiba qual é a diferença entre seguro viagem e assistência viagem

Saiba qual é a diferença entre seguro viagem e assistência viagem.

Uma das mais frequentes entre os viajantes é entender qual a diferença entre seguro viagem e assistência viagem. Você também não sabe? Não se preocupe, a gente conta pra você!

Primeiro é importante saber que em 2016 entrou em vigor a resolução 315/2014 criada pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados), – órgão que regulamenta e fiscaliza a venda de seguros no Brasil –, que alterou diversas condições para a venda do seguro viagem.

Como era antes da resolução

assistência viagem Como era antes da resolução

A confusão começa por causa da antiga diferença entre seguro viagem e assistência viagem. Antes da resolução entrar em vigor, funcionava da seguinte maneira:

O seguro viagem tinha como objetivo reembolsar o segurado com os gastos que ele tivesse tido durante a viagem. Dessa forma, caso acontecesse alguma emergência, seria necessário buscar algum centro de atendimento e pagar as despesas com dinheiro tirado do seu bolso, e ao retornar, a seguradora faria o reembolso.

No caso da assistência viagem, seria necessário apenas entrar em contato com a seguradora no momento da emergência. A mesma iria te direcionar a um centro conveniado, assim, todas as despesas seriam imediatamente cobertas pela seguradora.

O que mudou com a resolução da Susep?

Com a resolução, a Susep fez com que o seguro viagem e a assistência viagem virassem uma coisa só, nascendo assim, o Seguro Viagem, e extinguindo de vez a existência da assistência de viagem.

A partir do momento que seguro e assistência viagem se tornaram um só, o viajante passa a ter poder de escolha durante uma emergência, podendo acionar a seguradora para ser atendido em uma rede conveniada, ou se dirigindo ao local de sua preferência e recebendo o reembolso depois que retornar da viagem.

Junto com o fim da assistência viagem, a Susep criou algumas exigências para a comercialização do seguro. Desde de 2016, apenas as seguradoras estão autorizadas a vender esse serviço, enquanto agências de viagem, operadoras de cartão e empresas de assistência podem atuar apenas como representantes.

Além disso, a resolução também estabelece que ao menos uma das seguintes coberturas deve ser obrigatória:

  • Despesas médicas, hospitalares e/ou odontológicas em viagem nacional (DMHO em viagem nacional);
  • Despesas médicas, hospitalares e/ou odontológicas em viagem ao exterior (DMHO em viagem ao exterior);
  • Traslado de corpo;
  • Regresso sanitário;
  • Traslado Médico;
  • Morte em viagem;
  • Morte acidental em viagem;
  • Invalidez permanente total ou parcial por acidente em viagem.

Os planos de seguro viagem também podem oferecer outras coberturas, como para extravio de bagagem, cancelamento de viagem, regresso antecipado e até para cobrir gastos com o funeral. Além de oferecer outros tipos de assistência, como judicial e assistência em caso de perda de documentos e cartões.

Entendeu a diferença entre seguro viagem e assistência viagem?

Agora que esclarecemos qual é a diferença entre seguro viagem e assistência viagem, ficou bem claro o quanto um seguro pode facilitar a sua vida, não é verdade? Faça sua cotação para escolher o seu plano! E se ficar na dúvida, consulte nosso texto para escolher o seguro viagem ideal para sua próxima viagem.

compartilhar no facebook compartilhar no twitter
Compre aqui seu seguro viagem
Como podemos falar com você?

Segue a gente