O que fazer em caso de acidente durante a viagem? - Seguros Promo - Seguro Viagem On-line

O que fazer em caso de acidente durante a viagem?

O que fazer em caso de acidente durante a viagem?.

Quando começa a planejar as férias, é importante colocar na checklist algumas prevenções para casos de imprevistos. Assim, você saberá melhor como lidar com qualquer situação, como agir em um acidente durante a viagem, e nada será capaz de atrapalhar os seus planos.

Uma alternativa prática e segura para isso é contratar um seguro de viagem. O serviço te dará a tranquilidade necessária em viagens nacionais e internacionais, com apoio e orientações precisas para resolver os problemas que possam surgir da maneira mais rápida possível.

Para você saber o que fazer em casos de imprevistos durante a viagem, preparamos um post para você se convencer de que é muito melhor viajar sempre prevenido. Confira!

Em caso de acidentes de trânsito

Para ter comodidade e ganhar tempo durante a viagem, muitos preferem ter um carro à disposição, para não se prender a horários, seguir o destino que preferir e fazer as paradas que forem mais adequadas a você. Mas, em caso de acidentes, saiba que há medidas distintas a serem tomadas no Brasil e no exterior.

No Brasil, caso o acidente não tenha vítimas, os veículos devem ser retirados da pista para não atrapalharem o trânsito e muito menos se transformarem em risco para outros acidentes. A forma mais ágil e prática para que isso ocorra é que os condutores envolvidos entrem em um acordo e registrem um boletim de ocorrência posteriormente.

Para tanto, é importante obter todas as informações das partes envolvidas, como nome completo, telefone e código da placa do carro. Mas, se houver condutor cometendo algum crime de trânsito, como embriaguez ou o motorista for menor de 18 anos, é importante acionar a polícia imediatamente.

Se o acidente tiver vítima, os carros devem se manter no local da ocorrência, acionando o pisca-alerta e sinalizando o trânsito com o triângulo, na distância de segurança (no mínimo 30 metros). Deve-se acionar o corpo de bombeiros (193) imediatamente.

A vítima não pode ser tocada, mesmo que aparentemente esteja bem. Se ela estiver consciente, o melhor a fazer é tentar tranquilizá-la, tirando o foco do ocorrido. A polícia (190) também deve ser chamada para fazer a perícia. Caso haja vítimas fatais, somente a polícia pode retirar o corpo do local.

Para viagens ao exterior, o seguro de viagem internacional é essencial. Além de você ter a garantia da cobertura de despesas e orientação em casos de acidentes, é importante considerar que nem todos os países oferecem serviços gratuitos para emergências — em alguns, inclusive, são muito caros.

Então, em caso de acidente de trânsito no exterior, o melhor a fazer é entrar em contato imediatamente com a seguradora para receber as orientações necessárias. É importante ficar atento a prazos, caso seja preciso abrir alguma requisição para acionar o seguro, principalmente se o acidente for mais grave, envolvendo morte, por exemplo.

Caso seja preciso atendimento médico

É muito bom sair da rotina nas férias, conhecer lugares novos, experimentar comidas diferentes e sentir climas distintos da sua terra natal. Mas quando alguma dessas novidades afeta a saúde,  é importante saber como funcionam os atendimentos médicos fora da sua cidade ou pelo seguro de viagem.

No Brasil, há o Sistema Único de Saúde (SUS) que atende qualquer cidadão. Mas como o serviço público é sempre cheio, isso gera demora no atendimento. Então, o ideal é que se tenha o seguro de viagem. Assim, nesses casos imprevistos, a seguradora te direcionará para o hospital mais próximo de onde você estiver.

Dependendo do seu plano, qualquer despesa adicional que você tiver para o tratamento será ressarcida. Para obter tudo isso, basta entrar em contado com a seguradora quando os sintomas persistirem e começarem a atrapalhar a sua viagem.

Já no exterior, as coberturas costumam ser mais amplas. A primeira coisa a se fazer é entrar em contato com o seguro de viagem. Muitas seguradoras oferecem atendimento em português, o que facilita bastante na hora da emergência.

Dependendo do seu plano, você será direcionado para o hospital mais próximo. Em alguns casos, ao chegar à unidade de saúde, um comunicado sobre o seu quadro já terá sido entregue à equipe pela seguradora, e o seu prontuário já estará aberto.

Mas, dependendo do seu plano, você também pode ser atendido no próprio hotel, por um médico encaminhado pela seguradora, ou até ser buscado por ambulância ou UTI móvel. Remédios e qualquer custo para o tratamento costumam ser reembolsados rapidamente pelas seguradoras.

Em caso de perda ou roubo de passaporte

Em caso de perda do passaporte durante a viagem, você deve se dirigir ao consulado ou embaixada do local para solicitar a Autorização de Retorno ao Brasil (ARB). Esse documento deve ser apresentado à Polícia Federal no momento do embarque, mas só pode ser usado uma vez.

Se o passaporte desaparecer no meio da viagem, e ainda tiver outros destinos previstos onde precisará apresentá-lo, será necessário emitir um novo documento. Para isso, também deve-se recorrer ao consulado e embaixada mais próximos.

processo de solicitação pode variar de um lugar para outro, tanto em relação aos documentos necessários, quanto aos prazos de entrega. É importante saber o número do título de eleitor, RG e, para os homens, estar com o certificado de reservista para agilizar o procedimento. Em caso de furto, deve-se fazer um boletim de ocorrência, pois alguns consulados exigem o registro policial.

Em caso de perda ou roubo de cartão de crédito

Em viagens internacionais, antes de embarcar, não se esqueça de entrar em contato com o seu banco para verificar se o cartão está desbloqueado para uso no exterior. Por motivo de segurança, os cartões são bloqueados para esse tipo de transação.

Se o seu cartão de crédito for perdido ou roubado durante o passeio, o seguro de viagem também faz a cobertura e assegura um adiantamento até você conseguir se organizar com o imprevisto.

Para esse tipo de problema, os procedimentos são basicamente os mesmos, tanto em território nacional quanto no exterior. O titular do cartão deve entrar em contato com a central de atendimento do banco para solicitar saque emergencial e um novo cartão de crédito.

Cada banco possui uma regra distinta para autorizar um saque emergencial. É importante conhecer como funciona o seu para esse caso. Mas, no geral, cada um possui um número de atendimento no exterior para o cliente solicitar o saque emergencial e o novo cartão de crédito. A maioria aceita ligações a cobrar e solucionam o problema rapidamente, seja por meio de bancos credenciados, por casas de câmbio ou por próprias agências da rede.

Gostou das dicas para se prevenir contra acidentes durante a viagem? Então, compartilhe com os seus amigos nas redes sociais.

compartilhar no facebook compartilhar no twitter
Compre aqui seu seguro viagem
Como podemos falar com você?

Segue a gente