Saiba o que fazer em caso de extravio de bagagem - Seguros Promo Viagem

Saiba o que fazer em caso de extravio de bagagem

Saiba o que fazer em caso de extravio de bagagem.

O extravio de bagagem, infelizmente, é um problema que pode acontecer com qualquer viajante. Portanto, estar atento aos procedimentos adequados quando isso ocorre é fundamental.

Em 2015, a ANAC (Agência Nacional de Aviação Comercial) registrou quase 5 mil manifestações sobre bagagens nos aeroportos brasileiros. Um número bastante alto, não é mesmo?

Mas este não é um problema que se restringe apenas ao nosso país. De acordo com o relatório da SITA, no ano de 2010, foram notificadas cerca de 30 milhões de bagagens atrasadas — o que significa um aumento de 4,4% em relação ao ano anterior.

Justamente devido a todos esses índices, saber como agir em casos de extravio de bagagem é extremamente importante, bem como se atentar a alguns cuidados que podem evitar que você passe por essa questão delicada.

Extravio de bagagem: quais as causas mais frequentes?

Apesar de todos nós estarmos sujeitos ao extravio de bagagem, existem algumas situações que tornam esse problema mais frequente, como:

Conexões

Voos em que é necessário realizar a troca de aeronave são os que mais lideram os casos de extravio de bagagem, e a chance desse problema acontecer aumenta caso exista pouco tempo de conexão, já que as companhias fazem de tudo para que seus voos não atrasem — muitas vezes, até acabam deixando a bagagem de alguns passageiros para trás, caso isso seja necessário.

Engano entre os passageiros

Em algumas situações, a falha pode não ser da companhia aérea, mas sim dos próprios passageiros, que podem confundir as suas bagagens e acabar pegando a de outra pessoa do mesmo voo por engano. Por isso, a identificação correta é super importante.

Falha durante o processo

Podem acontecer erros e enganos durante o procedimento da companhia aérea ou da terceirizada contratada, em algum momento entre o check-in do passageiro e a colocação da bagagem na esteira.

Perda e furto

Além disso, pode ser que a sua mala fique perdida, já que a identificação do voo pode se soltar e os funcionários não conseguem localizar a quem aquela bagagem pertence. Outro problema é a questão dos furtos dentro dos aeroportos, algo que tem sido combatido com a instalação de câmeras de monitoramento e maior policiamento na parte interna e externa dos aeroportos, bem como nas esteiras.

O que fazer em casos de extravio de bagagem?

Ficou esperando na esteira e sua mala não apareceu? Tente manter a calma e siga alguns procedimentos básicos:

1. Informe a companhia aérea

De acordo com a ABEAR (Associação Brasileira de Empresas Aéreas), a primeira coisa que deve ser feita nestes casos é procurar um funcionário da companhia aérea e informar sobre a ausência da sua bagagem, antes de sair da sala de desembarque.

Para isso, tenha em mãos o comprovante de despacho da sua bagagem, junto do cartão de embarque e, claro, os seus documentos.

Se você possuir um seguro viagem, deve também avisá-los logo após o acontecido. 

2. Preencha o RIB

Neste momento, o funcionário deverá orientar você em relação ao preenchimento do RIB (Relatório de Irregularidade de Bagagem). Nele, você deverá informar as características da sua mala, como marca, tamanho, cor e outros, além de detalhar os itens que estavam dentro dela. Uma dica é sempre destacar os objetos únicos, que ajudam na hora de localizar a sua bagagem.

Não se esqueça de guardar todos os protocolos e telefones que possam ser fornecidos durante esse procedimento, assim você poderá acompanhar o processo de localização da sua bagagem.

Todos esses procedimentos devem ser feitos tanto em caso de extravio de bagagem em viagens nacionais quanto nos voos internacionais.

3. Guarde todos os recibos e comprovantes de gastos adicionais

Outra dica importante é sempre guardar todos os recibos dos gastos extras ocasionados pelo extravio da bagagem, assim será mais fácil comprovar todas as suas despesas adicionais causadas por esse problema.

Como evitar o extravio de bagagem?

Além desses procedimentos, tomar algumas medidas de precaução podem ajudar a não ter contratempos com as bagagens. Veja algumas dicas:

  • Coloque etiquetas de identificação em todas as suas malas, com nome completo, endereço e telefone.

  • Na hora de embarcar, é possível pagar uma taxa extra para declarar o valor da sua bagagem. A quantia declarada e aprovada pela companhia é o valor que você deve receber de ressarcimento em casos de extravio.

  • Nessa declaração, não podem estar incluídos itens de valor mais alto (como dinheiro em espécie, joias e eletrônicos), os quais devem embarcar como bagagem de mão.

  • Também é bacana incluir na bagagem de mão alguns itens que podem “ajudar” você em casos de contratempos, como algumas peças de roupas, remédios e dinheiro.

  • Coloque os pertences de valor em malas que não chamem muito a atenção, como caixas de chocolate e bolsas térmicas.

  • Sempre utilize cadeados nas suas malas e fique atento na hora da entrega da sua mala, não descuidando dela nas áreas comuns do aeroporto.

  • Guarde o comprovante de despacho da mala até ter certeza de que está tudo em ordem com a sua bagagem.

E se a companhia não encontrar minha bagagem?

De acordo com o site da ANAC, as companhias aéreas têm um prazo de até 30 dias (para voos nacionais) e 21 dias (para voos internacionais) para localizar a sua bagagem extraviada. Depois desse período, você poderá solicitar o ressarcimento.

Além disso, as companhias também são responsáveis por arcar com as suas despesas causadas pelo problema, sendo que em viagens internacionais o valor desse custeio é de até 150 dólares.

Caso a sua bagagem não seja encontrada, a companhia aérea deverá calcular um valor para a indenização de acordo com o peso da mala registrado no check-in. Para os voos internacionais, vale o que rege a Convenção de Varsóvia (da qual o Brasil é signatário), que estipula o limite de 20 dólares por quilo de bagagem extraviada em aeroportos internacionais. Já nos voos domésticos, o limite da indenização é de R$ 4.200,00.

Em casos de furtos de bagagem, além dos procedimentos que citamos acima, também é importante que você faça um Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima, mencionando a empresa aérea responsável pelo seu voo, o número do voo e todos os dados que forem solicitados.

Se nenhuma dessas ações forem o suficiente, um último recurso para tentar reaver seus pertences é buscando uma orientação junto ao Procon da sua cidade ou do Juizado Especial Cível.

Agora que você já sabe como agir em caso de extravio de bagagem, siga-nos nas redes sociais e recebe novos conteúdos sempre em primeira mão: Facebook, Twitter, Google+, Instagram.

 

compartilhar no facebook compartilhar no twitter
Compre aqui seu seguro viagem
Como podemos falar com você?

Segue a gente