5 dicas para economizar em sua viagem para Europa

5 dicas para economizar em sua viagem para Europa.

Viajar para a Europa é o sonho de muita gente ao redor do mundo; não é à toa que nesse continente estão os destinos mais visitados do globo. Entretanto, para os brasileiros, o sonho da viagem para Europa precisa ser planejado com antecedência, pois a cotação do euro dificilmente ajuda. Mas não é por isso que você deve desanimar, nem mesmo desistir do seu sonho. Existem várias maneiras de se viajar sem ter que gastar muito dinheiro.

Conheça agora algumas dicas para economizar na sua viagem para a Europa.

1 – Dê preferência a destinos mais baratos

Você sonha visitar Paris, Londres ou Amsterdã? Muitas outras pessoas também! E não é à toa, afinal todos esses lugares são incríveis. Porém, por serem tão famosos, esses também são alguns dos destinos mais caros de se viver e se visitar na Europa. Existem outros locais que são bem mais baratos e tão interessantes quanto, como por exemplo as cidades do Leste Europeu e da Europa Central: Praga, na República Tcheca; Budapeste, na Hungria; Sofia, na Bulgária e São Petesburgo, na Rússia.

Você não precisa abrir mão de visitar todas as principais cidades, mas tente balancear o seu roteiro com alguns dos lugares citados acima. Dessa forma, sua viagem para Europa sairá mais em conta.

2 – Compre as passagens antecipadamente

Deixar para comprar passagens de última hora é um erro que pode fazer os seus gastos triplicarem. É fato que, para economizar na compra de passagens, você tem de se programar o quanto antes.

Comece a monitorar os preços das passagens para o destino desejado pelo menos seis meses antes da viagem para Europa. Assim, você vai ter uma ideia geral dos valores e vai conseguir ter uma base para não se precipitar em promoções enganosas. Acesse sites de viagens diariamente, como o Passagens Promo, e coloque alertas de preço nos principais portais de compra de passagens. No caso de surgir alguma promoção, você terá mais chances de aproveitar antes que acabe.

Entretanto, não fique esperando muito tempo por um preço milagroso. Se até três meses antes da viagem para Europa não tiver surgido nenhuma super promoção, compre a melhor oferta que você encontrar. Procure sempre por passagens ida e volta e esteja flexível para talvez mudar em alguns dias a sua partida e retorno. Dessa maneira, as chances de você conseguir um preço melhor aumentarão.

3 – Dê preferência ao transporte público

Se você está querendo economizar na sua viagem para Europa, então esqueça o táxi. Um mesmo trajeto feito de táxi pode sair quatro vezes mais caro do que realizado de ônibus. Fora que, utilizando os meios de transporte público, você tem a chance de se imergir mais na cultura local e descobrir coisas novas. Outra interessante opção para se transitar dentro da cidade são as bicicletas. A maioria das cidades da Europa possui quilômetros de ciclovias e sistemas de locação de bicicletas, em que você pode pedalar o dia inteiro, pagando bem pouco.

Agora, para transitar entre países, você tem três opções principais: avião, trem e ônibus. Dentre elas, o ônibus é a mais barata, além da possibilidade de você curtir um visual com belas paisagens. O avião, por incrível que pareça, não é a mais cara das opções. Existem companhias “low cost” que fazem trajetos pela Europa a preços muito em conta, somente restringindo a quantidade de bagagens. Viajar de trem é o melhor método entre os três, porque é confortável, rápido, prático e você também consegue aproveitar bastante sua viagem, apreciando as paisagens. Contudo, é a opção mais cara. Programe-se para fazer um passeio de trem, mas não conte com ele para a viagem toda.

4 – Descubra onde vai comer antes de sentir fome

Se você deixar para decidir como e onde vai comer só na hora que a fome bater, certamente o seu orçamento vai pro espaço. Isso ocorre porque quando se está com fome, já não se tem mais aquela disposição de pensar no custo-benefício de cada estabelecimento; o nosso corpo estará direcionado unicamente em satisfazer aquela necessidade. E nessa, seus euros vão embora.

Um dica importante aqui é já traçar a rota do dia, pensando onde e como vai comer. Se possível, já tendo inclusive feito a pesquisa dos preços dos restaurantes da região, para ser certeiro na escolha.

Uma alternativa pode ser fazer um piquenique. Na Europa, há muitos parques lindos, além de já existir essa cultura de dividir refeições em lugares públicos. Então, por que não se inserir na cultura local? Vá ao mercado, compre pães, queijos, chocolates, sucos e desfrute de um lanche maravilhoso, gastando pouco.

Uma outra opção com relação à alimentação é você cozinhar. Claro, se você tiver tempo, disposição e um local adequado para isso. Caso em algum dos dias você se enquadre nesses pré-requisitos, não exite em se aventurar na cozinha pelo menos um dos dias. Certamente, você conseguirá economizar um pouquinho mais e ainda poderá brincar com ingredientes novos, que não são encontrados facilmente no Brasil ou que são muito caros por aqui.

5 – Escolha bem sua hospedagem

Se hospedar em hotéis no centro das principais cidades, como Paris e Londres, é algo extremamente caro. Se você não abre mão de ficar em hotel, procure opções em lugares um pouco mais afastados, que certamente o preço será mais em conta. Mas, nesse caso, faça as contas sobre o valor adicional de transporte para chegar ao hotel e veja se vale a pena.

Uma outra opção interessante para quem quer economizar são os hostels. Esses são estabelecimentos que, na Europa – em muitos casos – possuem a mesma infraestrutura de um hotel, mas com a grande diferença de ter que dividir o quarto e o banheiro com desconhecidos. Isso pode ser complicado para algumas pessoas, mas, caso você esteja viajando em família ou com um grupo de amigos, também é possível reservar um quarto só para vocês. Assim, o seu grupo terá o mesmo conforto de um hotel, mas pagando bem menos.

Por fim, não se esqueça de realizar um seguro de viagem antes de partir do Brasil. Além de ser obrigatório para a visita turística na maioria dos países da Europa, ele ainda garante a sua tranquilidade na viagem – uma vez que, caso algo aconteça, você terá a quem recorrer. Economizar com o seguro de viagem pode se tornar o famoso “barato que sai caro”, já que qualquer atendimento médico na Europa costuma ser muito oneroso. Então, faça um seguro.

Curtiu as dicas? Já está planejando a sua viagem pela Europa? Então, descubra mais sobre a importância de se fazer um seguro de viagem antes de partir!

 

compartilhar no facebook compartilhar no twitter
Compre aqui seu seguro viagem
Como podemos falar com você?

Segue a gente

mautic is open source marketing automation