icone segurospromo
Cobrimos qualquer oferta!
Garanta o menor preço do mercado
Pesquisar!
13 dezembro - 8 minutos de leitura.

Moldávia: onde fica, mapa, turismo, história e curiosidades 

Chris standing up holding his daughter Elva Europa

Já ouviu falar da Moldávia? Onde fica, possivelmente, também deve ser desconhecido para você.

Porém, saiba que esse destino, localizado entre a Ucrânia e a Romênia, pode ser uma grata surpresa em uma viagem de férias pela Europa Ocidental.

Se você pretende fazer um tour por essa região, vale a pena conhecer um pouco do destino e quem sabe incluí-lo no seu roteiro. 

Vem com a gente, pois vamos te contar tudo sobre esse país cheio de história e curiosidades.

Cote os melhores seguros de viagem com 15% de desconto neste link!

Moldávia: onde fica o país e o que saber sobre ele?

As cidades da Moldávia, embora fora dos roteiros famosos da Europa, são lugares que guardam histórias antigas, construções que revelam o período em que o país pertencia à União Soviética, além de relíquias de diferentes períodos.

E o melhor é que o país é um dos mais baratos da Europa e você pode conhecer atrações interessantes sem gastar muito.

Além disso, o país está conectado com cidades importantes como Kiev, na Ucrânia e Brasov, na Romênia, o que facilita os roteiros de viagem. 

História da Moldávia

História da Moldávia
Fonte: Fusion-Of-Horizons / Pxhere / CC BY 2.0

Durante o século XV, o Reino da Moldávia era um centro regional de poder muito importante na Europa Ocidental. 

Depois deste período, o país teve muitos senhores feudais, como lituanos, turcos, romenos e húngaros.

Em 1812, o destino foi dividido pelo Tratado de Bucareste e entregue pelo Império Turco-Otomano ao Império Russo.

Após a Segunda Guerra Mundial, tornou-se parte da Romênia e, mais tarde, entrou para a União da República Socialista Soviética. Somente em 1991, a Moldávia tornou-se independente da URSS

Onde fica localizada a Moldávia?

Para quem tem curiosidade em entender onde fica localizada a Moldávia, saiba que ela é uma pequena nação, que fica entre a Romênia e a Ucrânia, como já falamos logo no começo deste artigo.

O país tem um território de 33.844 km², e uma população de 2.681 735 habitantes, segundo o censo de 2019. 

Como ir para a Moldávia?

Como ir para a Moldávia? Onde fica
Fonte: Unsplash

Se pretende conhecer essa região da Europa, saiba que não há voos diretos para o destino a partir do Brasil

Sendo assim, você precisará fazer escaladas em outras cidades, como Istambul, na Turquia, por exemplo.

Porém, se estiver em outro destino europeu, como a Romênia, é possível fazer uma viagem de ônibus ou de trem, a partir da cidade de Brasov até Chisinau, capital da Moldávia, que está a menos de 400 km de distância.

Caso esteja em Kiev, na Ucrânia, a viagem também pode ser feita de ônibus e trem em um percurso que dura cerca de seis horas.

Quando ir para a Moldávia?

Além de entender onde fica a Moldávia, saber quando viajar para o país também é importante, pois, assim, você programará melhor a sua viagem de acordo com o clima mais agradável para você.

Assim como em toda a Europa, a alta temporada no continente acontece no verão, que vai de junho a setembro

Nessa época, as temperaturas estão altas e quase não chove, o que contribui para um roteiro ainda mais agradável.

Mas saiba que as estações intermediárias, primavera (março a junho) e outono (setembro e dezembro) são boas opções por conta das temperaturas e também dos preços que estão mais em conta.

O inverno na Moldávia é bem rigoroso e você pode pegar temperaturas abaixo de 0. 

Mas se você não tem medo do frio, saiba que, com roupas quentinhas, é possível conhecer a região e, quem sabe, encontrar cidades cobertas de neve.

    Está gostando do conteúdo?
    Receba as melhores dicas de
    viagens no seu e-mail!
    Fique tranquilo, não enviamos spam!

    E-mail cadastrado com sucesso!
    A partir de agora, você receberá as melhores dicas de viagem diretamente no seu e-mail.

    Seguro viagem para a Moldávia

    Diferentemente de outros destinos europeus, o seguro viagem não é obrigatório para os turistas que pretendem visitar o país, porém, esse serviço é importante para garantir a sua total segurança e tranquilidade.

    Além disso, se você pretende conhecer outros destinos da Europa, saiba que muitos países exigem a contratação de um seguro com o valor mínimo de 30 mil euros.

    De qualquer maneira, esse serviço é recomendado para todas as viagens, sejam nacionais ou internacionais, pois imprevistos podem ocorrer em qualquer lugar, comprometer o seu orçamento, ou até acabar com o seu passeio.

    Ao planejar uma viagem para a Moldávia, você precisa ter o suporte de coberturas, como assistência médica e odontológica, seguro bagagem, traslado, auxílio em caso de atraso e cancelamento de voos e muito mais.

    Na nossa plataforma de buscas, Seguros Promo, você tem acesso aos planos mais completos e baratos para viagens dentro e fora do Brasil, além de ofertas e os descontos mais imperdíveis do mercado.

    Faça as suas cotações o quanto antes para garantir os melhores preços e viaje com a tranquilidade e segurança que você merece.

    Seguro Viagem: Europa
    AC 35 EUROPA AC 35 EUROPA Assistência médica EUR 35.000 Bagagem extraviada EUR 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 25/dia*
    CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) Assistência médica EUR 30.000 Bagagem extraviada EUR 1.000 R$ 26/dia*
    Affinity 60 Europa Promocional Affinity 60 Europa Promocional Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 800 (SUPLEMENTAR) R$ 19/dia*

    Moldávia: mapa

    Antes de desembarcar na Moldávia, o mapa é um item importante para ser analisado com calma. Assim, você poderá elaborar o seu roteiro e definir suas rotas de deslocamento.

    Para te ajudar a entender melhor como chegar e sair do país, montamos um guia turístico com a localização exata do destino e onde estão as atrações que vale a pena conhecer. Confira!

    O que fazer na Moldávia

    Agora que você sabe onde fica, como chegar e como viajar com total proteção e tranquilidade, vamos conhecer um pouco das principais cidades turísticas e quais são suas melhores atrações. Dá uma olhadinha!

    Chisinau

    Chisinau
    Fonte: Pixabay

    Localizada às margens do Rio Bic, Chisinau, capital da Moldávia, é considerada uma das capitais mais arborizadas do continente europeu e também um local cheio de história, especialmente, do período em que o país pertencia à União Soviética.

    Por todos os cantos, é possível observar prédios grandiosos e construções que mantêm vivas uma arquitetura antiga e típica europeia.

    Um dos lugares que vale a pena visitar é a The Metropolitan Cathedral “Nativity of the Lord”, uma igreja suntuosa, com uma cúpula e colunas que lembram os templos gregos.

    No local, é possível observar uma arquitetura neoclássica, com as paredes pintadas em estilo ortodoxo.

    Para quem gosta de uma dose de cultura, o Museu Agrícola também é interessante e você poderá percorrer suas salas com exposições sobre história natural, natureza contemporânea, cultura local e evolução da cidade humana.

    Fundado em 1983, o Museu Nacional da História da Moldávia também merece uma visita, já que o local possui um acervo interessante, que vai desde peças de arqueologia, até a história medieval e científica. Uma verdadeira joia para o país.

    Visite ainda o Mercado Central, onde você pode observar um pouco do estilo de vida dos moradores locais e encontrar todo o tipo de itens, como pinturas, verduras, legumes, roupas e muito mais. 

    Tiraspol

    Entre as cidades da Moldávia, Tiraspol é um destino surpreendente e cheio de história para contar aos seus visitantes.

    A Igreja da Apresentação do Menino Jesus é um dos locais mais bonitos e também uma das mais importantes do país. 

    Além de um templo ortodoxo, o local guarda ainda verdadeiros tesouros, como estátuas de santos, pinturas no teto e parede.

    Mas você só poderá contemplar a arte do lugar, pois fotos são proibidas. Mesmo assim, vale a pena entrar na igreja e conhecer essas relíquias.

    Outro templo belíssimo é a Igreja da Natividade, conhecida também como a Catedral do Nascimento de Cristo, que guarda lindos afrescos em seu interior.

    A Prefeitura e o Monumento a Lenin também são paradas obrigatórias, assim como a Praça Suvorov e o Memorial da Glória, construído na década de 70.

    Orhei Vechi 

    Orhei Vechi
    Fonte: Markv / Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0

    Em Moldávia, turismo deve incluir também a Orhei Vechi, um complexo arqueológico, a 60 km da capital Chisinau, que é um verdadeiro patrimônio histórico para a nação.

    Cercado pela natureza, essa região fez parte dos períodos mais importantes vividos pelo país, como a Idade da Pedra, o Eneolítico e a Idade do Ferro.

    Neste local foram encontrados restos de terra e madeira das antigas fortalezas Geto-Dacianas, datadas do século VI A.C.

    Você vai se impressionar com os mosteiros instalados dentro das cavernas, que foram construídos durante os séculos XV e XVIII, quando não havia engenharia para essas obras.

    O mosteiro ortodoxo mais antigo do local é chamado de “Peshtere“, que abriga também uma torre sineira branca.

    Não deixe de conhecer também uma aldeia localizada em meio às rochas, que ainda mantém as antigas tradições da Moldávia, com suas casas coloridas, ruas estreitas e natureza rara.

    Soroca

    A cerca de 160 km de distância da capital, a cidade de Soroca também é um verdadeiro presente para quem viaja pelas cidades da Moldávia.

    Para quem gosta de mergulhar nas histórias e cultura locais, esse destino é excelente, pois sua origem pós-medieval deixou verdadeiros tesouros históricos e arquitetônicos para a cidade.

    Uma das mais conhecidas é a sua grandiosa fortaleza datada de 1799, que foi estabelecida pelo Príncipe Stephen da Moldávia, o Grande. 

    Construído com pedra, o forte fica às margens do rio e leva seus visitantes para uma viagem ao tempo, já que sua estrutura está bem preservada.

    Visite também o Candle Monument, a Mănăstirea Cosăuți, uma belíssima igreja ortodoxa e o Muzeul de Istorie si Ethnografie, que guarda 30 mil objetos arqueológicos descobertos na região.

    Moldávia: curiosidades

    Moldávia: curiosidades
    Fonte: Unsplash

    Com tanta história, em Moldávia, curiosidades também não faltam. O país é considerado um dos mais pobres da Europa, com um PIB per capita baixíssimo.

    Mesmo depois da sua independência, o país tem duas áreas autônomas separatistas, que geram muitas brigas entre a União Europeia e a Rússia, que é a Transnístria e a também a Gagaúzia.

    A Moldávia é um dos países com a maior quantidade de poços. Praticamente, a maioria dos vilarejos contam com, pelo menos, um poço d’água.

    Além disso, a Moldávia também tem a maior quantidade de Jesus crucificados por metros quadrados. A cada esquina de suas cidades, é possível observar estátuas de diversos tamanhos.

    Qual é a moeda da Moldávia?

    Na Moldávia, a moeda é o Leu Moldávio, que é representada pela sigla MDL. Cada 1 leu equivale a R$ 0,29. 

    Como dificilmente você encontrará a moeda no Brasil, o mais recomendado é levar o Euro ou o Dólar e fazer a troca do dinheiro nas casas de câmbio do país.

    Qual é a língua que se fala na Moldávia?

    Qual é a língua que se fala na Moldávia?
    Fonte: Matthias Ripp / Pxhere / CC BY 2.0

    Uma dúvida muito comum entre as pessoas que pretendem conhecer o país é sobre qual é a língua que se fala na Moldávia, saiba que é o romeno, mas uma parcela da população também fala russo.

    Em regiões mais turísticas, é possível encontrar algumas pessoas falando inglês.

    Quem nasce em Moldávia é o quê?

    Quem nasce no país é chamado de moldávio, moldávico, moldavo e moldovo. 

    Entre as várias formas de denominar seus nativos, saiba que a mais popular no país e também na Europa é o moldavo.

    Como é viver na Moldávia?

    Se além de fazer turismo, você também quer saber como é viver na Moldávia, como já falamos, o país é um dos mais pobres da Europa.

    Dessa forma, o custo de vida por lá é bem baixo, sendo um dos únicos países europeus em que o real é mais valorizado do que a moeda local.

    Para você entender os valores, o aluguel de uma casa de 85 m², mobiliada, na área nobre de cidades grandes, custa cerca de 8.500 leu, que equivale a cerca de R$ 2.500. 

    Um jantar simples em um restaurante para duas pessoas pode custar cerca de R$ 77. Já a passagem mensal do transporte público custa em torno de R$ 53. 

    Certamente, um dos custos de vida mais em conta da Europa, se comparado com outros destinos do continente.

    Cotação de seguro viagem para a Moldávia

    Agora que você já conhece os lugares mais legais da Moldávia, onde fica e como chegar ao país, chegou a hora de começar a elaborar o seu roteiro de viagem pelo o leste europeu.

    Mas lembre-se que, além de definir os lugares que pretende conhecer, a contratação do seguro é essencial. 

    Mesmo não sendo obrigatório para entrar no país, esse serviço é uma exigência em outros destinos europeus e pode salvar a sua viagem.

    Um bom seguro garante ao viajante coberturas como assistência médica e odontológica, seguro bagagem, traslado, auxílio por atraso ou cancelamento de voo e muito mais.

    Comece agora mesmo a fazer a sua cotação de seguro viagem barato em nosso buscador, Seguros Promo, que permite a comparação das melhores ofertas e dos planos mais vantajosos para o seu perfil de viajante.

    Que tal conhecer o leste europeu com segurança e economia? De Promo você pode!

    Seguro Viagem: Europa
    AC 35 EUROPA AC 35 EUROPA Assistência médica EUR 35.000 Bagagem extraviada EUR 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 25/dia*
    CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) Assistência médica EUR 30.000 Bagagem extraviada EUR 1.000 R$ 26/dia*
    Affinity 60 Europa Promocional Affinity 60 Europa Promocional Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 800 (SUPLEMENTAR) R$ 19/dia*

    Continue sua leitura!
    Veja também


    Recomendado para você
    Melhor preço garantido
    faça uma cotação e confira.
    Conecte-se com a gente