icone segurospromo
Cobrimos qualquer oferta!
Garanta o menor preço do mercado
Pesquisar!
17 outubro - 9 minutos de leitura.

Tudo sobre o Butão: cultura, informações gerais e curiosidades 

Chris standing up holding his daughter Elva Ásia

O Butão, cultural, social e geograficamente é um lugar muito diferente do Brasil, mas também divide algumas similaridades com o nosso país.

Ao descrever um lugar conhecido como “terra da alegria”, com rios de água cristalina, densas florestas e rica diversidade da fauna e flora, podemos estar falando tanto de terras brasileiras quanto butanesas.

As semelhanças não vão muito além disso. Afinal, o país asiático tem tradições completamente diferentes das brasileiras, da religião à gastronomia, além de não ser um destino tropical, e sim de montanha.

Mais especificamente da cadeia de montanhas mais alta do planeta, a Cordilheira dos Himalaias

Em poucas palavras: o Butão é o destino perfeito para quem gosta de conhecer culturas diferentes e paisagens naturais extremas, e nós vamos te ajudar a planejar uma viagem fantástica! Veja só!

Cote os melhores seguros de viagem com 15% de desconto neste link

Butão: cultura, história e belezas naturais

Butão, país mais feliz do mundo, é um pequeno reino encravado nos Himalaias, onde os moradores vivem em estado de completa harmonia.

O país se orgulha do epíteto de Reino da Felicidade e utiliza até um cálculo para se assegurar de que a felicidade venha sempre antes da riqueza: o índice de Felicidade Interna Bruta.

Por lá, não existe nenhum semáforo de trânsito, ninguém é analfabeto, todo mundo tem acesso à saúde e os índices de criminalidade são praticamente nulos.

As montanhas de picos nevados com quase 8.000 m de altitude, florestas e rios estão por todos os lados, incluindo em torno de cidades localizadas a milhares de metros acima do nível do mar.

A capital, Thimphu, merece ao menos dois dias de viagem para ser apreciada como merece, assim como a animada Punakha, maior polo cultural do país.

No tradicional Vale de Paro, por sua vez, você pode conhecer alguns dos mais importantes templos e monastérios, incluindo o famoso Ninho do Tigre, enquanto Gasa te leva pelos Himalaias.

A isolada Haa só recebeu seu primeiro turista em 2005, Bumthang é considerado um dos lugares mais bonitos do mundo e o Vale de Phobjikha fica acima das nuvens, além de muitos outros destinos diferentes de tudo que você já viu.

O que nem todo mundo sabe é que quem deseja conhecer um lugar tão diferente como esse deve obrigatoriamente fazer um bom planejamento de viagem. 

Não apenas o país fica bem distante do Brasil, como também é necessário que um hotel ou operadora de turismo atuem como intermediários para a emissão do visto de turismo.

Por isso, criamos um guia completo, com as informações mais importantes para o seu roteiro de viagem! Confira!

Onde se localiza o país Butão?

Onde se localiza o país Butão?
Fonte: Unsplash

O Butão está pertinho do Tibete, de Bangladesh e do Nepal no mapa múndi, entre a China e a Índia, no coração da Ásia.

Praticamente todo o território butanês fica sobre os Himalaias, ou seja, é um país tão montanhoso que até seu aeroporto, um dos mais bonitos e perigosos do mundo, fica encravado entre picos rochosos.

Butão: como ir?

Sua viagem para Butão vai demandar que você encare pelo menos uma conexão a partir do Brasil: não existem voos diretos para o único aeroporto do país, o de Paro.

Os voos a partir do Brasil fazem escala em outras cidades asiáticas, como Bangcoc, na Tailândia, ou Nova Délhi, na Índia.

Antes de comprar suas passagens aéreas, porém, você precisa planejar a sua viagem nos mínimos detalhes para que o rígido governo butanês autorize a sua visita.

O Butão era completamente isolado dos outros países até meados da década de 1960 e até hoje é um destino muito exigente em relação a seus visitantes.

Só pode conhecer o país quem tem alimentação, hospedagem, guia turístico e transporte pagos antecipadamente: todo mundo é obrigado a pagar pelo pacote, com preço tabelado pelo governo.

Promoção de passagem para Butão

Promoção de passagem para Butão
Fonte: Pxhere / CC0

Apenas duas companhias aéreas operam voos no Butão, a DrukAir e a Bhutan Airlines, que oferecem trechos a partir da Índia, no Nepal, da Tailândia, de Bangladesh e Singapura.

Por isso, antes de mais nada, você precisa voar até um desses países para, só então, embarcar para o Aeroporto de Paro.

Você pode encontrar passagens aéreas promocionais para a Ásia no site de buscas Passagens Promo, que reúne as melhores ofertas das principais companhias aéreas para que você viaje muito sem comprometer o seu bolso!

Vale a pena ligar o alerta de preços para não perder nenhuma promoção para o destino que você procura!

Quando ir ao Butão?

O Butão é um destino agradável o ano inteiro e pode ser visitado em qualquer época, mas tenha em mente que o clima costuma ser bastante instável por conta da elevada altitude.

Isso significa que você pode ter um passeio cancelado em cima da hora por condições climáticas desfavoráveis, especialmente se você está pensando em subir o Himalaia.

A época mais agradável para conhecer o país é de outubro a maio, quando as temperaturas ficam agradáveis e acontecem vários festivais por todo o território, como festivais de máscaras em outubro e o Dia Nacional, em dezembro.

    Está gostando do conteúdo?
    Receba as melhores dicas de
    viagens no seu e-mail!
    Fique tranquilo, não enviamos spam!

    E-mail cadastrado com sucesso!
    A partir de agora, você receberá as melhores dicas de viagem diretamente no seu e-mail.

    Seguro viagem para Butão

    Em relação ao Butão, o seguro viagem não é obrigatório, mas mesmo assim é recomendado que ninguém visite o país sem esse item.

    O seguro viagem é indispensável em qualquer viagem à Ásia, pois as condições climáticas, a distância geográfica e os costumes alimentares podem transformar pequenos perrengues em grandes prejuízos.

    Desse modo, caso você precise de evacuação de emergência, atendimento médico ou repatriação por motivos médicos ou morte, basta acionar a seguradora para que os devidos trâmites sejam providenciados.

    Além disso, o viajante também fica protegido em situações mais corriqueiras, como bagagens extraviadas, voos cancelados e retorno antecipado, entre muitas outras.

    Você pode contratar seu seguro viagem Ásia mais barato em nosso site buscador, Seguros Promo, que permite que o viajante compare até quatro planos de uma só vez para encontrar a melhor opção para o seu perfil.

    O Seguros Promo também oferece uma central de atendimento exclusiva, disponível 24 horas por dia e 100% em português no WhatsApp, telefone, e-mail e chat.

    Seguro Viagem: Ásia
    AC 35 MUNDO COVID-19 (Exceto EUA) AC 35 MUNDO COVID-19 (Exceto EUA) Assistência médica USD 35.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 44/dia*

    Qual é a capital do Butão?

    Thimphu, a capital do Butão, é o lar de 100 mil pessoas, cerca de 15% da população total do país. 

    Também chamada de Timbu ou Timpu, a cidade abriga algumas das atrações mais imperdíveis do país, como a fortaleza de Tashichho Dzong Temple, o Instituto de Arte Zorig Chusum e um mosteiro budista monumental.

    Você ainda terá a oportunidade de visitar mercados populares coloridos e muitas lojinhas de rua com arquitetura diferenciada!

    Qual é a cultura do Butão?

    Qual é a cultura do Butão?
    Fonte: Unsplash

    No Butão, cultura significa tolerância e respeito. Isso quer dizer que o país valoriza a liberdade religiosa e a felicidade acima de tudo!

    O viajante só não pode se esquecer de que o país, de maioria budista, também é bastante fechado em alguns sentidos. 

    A venda e o consumo de cigarro é proibida, você precisará de autorização especial do governo para visitar áreas consideradas restritas e nenhum estrangeiro pode visitar as atrações turísticas sem a companhia de um guia.

    O país é governado por uma monarquia constitucional parlamentar e oficialmente é um reino, sob comando do rei do Butão.

    O mais curioso é que o país era absolutamente isolado até a segunda metade do século XX, só se abrindo para o mundo em 1960. Por isso, tem uma cultura muito preservada.

    Como é a vida em Butão?

    Quando estamos falando do Butão, cultura e costumes estão diretamente conectados à felicidade: o país é considerado um dos melhores lugares do mundo para viver.

    A grande maioria da população se considera “muito feliz”, o acesso à saúde pública é gratuito, a educação é de qualidade e todos os cidadãos têm acesso a água potável.

    Além disso, os índices de desigualdade de um dos países menos corruptos do mundo são quase imperceptíveis, a pobreza diminui todos os anos, o meio ambiente está no centro de tudo e a economia está crescendo.

    Butão: mapa

    A cidade mais populosa do país é a capital, Thimphu, mas a maior parte da população está espalhada por todo o território, em pequenos vilarejos e cidades com milênios de história! 

    Confira Butão: mapa com os principais destinos!

    Butão: o que fazer

    Você poderá aprender de tudo nos principais destinos do Butão: cultura, história, paisagens naturais incríveis e muito mais.

    Confira as cidades que não podem ficar de fora do seu roteiro!

    Paro

    Principal porta de entrada no país e endereço do único aeroporto butanês, Paro fica em um distrito de mesmo nome, a mais de 2.250 metros de altitude.

    A partir da cidade você pode chegar a algumas das montanhas mais altas do planeta, incluindo a Gangkhar Puensum e a Jumolhari.

    O destino também é perfeito para conhecer mais sobre a arquitetura local, como a antiga torre Ta Dzong, que hoje abriga o Museu Nacional do Butão, e os espetaculares mosteiros de Rinpung Dzong e Taktsang.

    Thimphu

    Thimphu
    Fonte: Unsplash

    A vibrante capital butanesa é um destino imperdível em qualquer roteiro pelo país, endereço de alguns dos principais pontos turísticos do Butão.

    É ali que fica, por exemplo, o icônico templo de Tashichho Dzong, bem como o gigantesco National Memorial Chorten, ponto de peregrinação de budistas do país inteiro.

    No belíssimo National Library & Archives of Bhutan você pode aprender mais sobre a histórica local, enquanto a BBS Tower oferece vista panorâmica da maior cidade butanesa.

    O Dechencholing Palace conta tudo sobre a monarquia local, além de ser um belo exemplar da arquitetura do Butão. Aproveite para conhecer as lojinhas espalhadas pelas ruas do centro da cidade!

    Punakha

    Uma das cidades menos “altas” do país, Punakha fica a modestos 1.500 metros acima do nível do mar e é cortada por diversos riachos que alimentam o rio Sankosh, no paradisíaco Vale de Punakha-Wangdue.

    O coração do destino é o mosteiro Punakha Dzong, com séculos de existência, onde fica instalada a sede do governo local.

    No Chorten Ningpo você poderá conhecer um tradicional templo budista híbrido, que funciona como uma fazenda típica do Butão, enquanto a Aum Tshewang é o melhor lugar para experimentar a bebida nacional, o quase vinho “ara”.

    Wangdue

    Pertinho de Punakha fica a região de Wangdue, onde a paisagem é tão bela que parece até de mentira.

    O vale é repleto de azaléias, que colorem a floresta verdejante de diferentes tons de roxo e vermelho: um dos cenários mais incríveis de toda a Ásia!

    Aproveite para visitar o monastério de Gangtey, o exuberante Vale de Phobjikha e as trilhas da montanha Pele La, que levam o visitante a mais de 3.420 metros de altitude!

    Bumthang

    Bumthang
    Fonte: Kandukuru Nagarjun / Flickr / CC BY 2.0

    Bem no centro do país fica a cidade de Bumthang, onde a tradição tibetana se faz bastante presente e você poderá conhecer um dos lugares em que a cultura butanesa está mais preservada.

    Você deve reservar ao menos três dias para conhecer as belezas da região, como os templos de Kurjey Lhakhang e Jambay Lhakhang, a fortaleza de Jakar Dzong e os mosteiros de Zangdopelri, Tamshing, Kunzangdra e Rimochen.

    Seu roteiro ainda deve incluir visitas ao paradisíaco lago Mebartsho e às aldeias tradicionais do Vale Ura.

    Trongsa

    Fica em Trongsa uma das fortalezas mais incríveis do Butão, a Trongsa Dzong, residência de verão do rei butanês e construção mais longa do país.

    A cidade também abriga diversos templos datados do século XVI, construídos a mando do lama Drukpa Ngagi Wangchuck, bisavô do unificador do território butanês, Zhabdrung Rinpoche, além do palácio de Thruepang, em meio às montanhas.

    Haa

    Para chegar até a pacata Haa, você precisará passar pela ponte mais alta do país, a 3.988 metros de altitude, que oferece vista espetacular das montanhas.

    A região fica bem na fronteira com a China e oferece ao viajante um verdadeiro labirinto de trilhas pelas montanhas, como a Meri Puensum, com vista do Vale de Haa.

    Durante seu passeio, não deixe de visitar os templos de Lhakhang Karpo e Lhakhang Nagpo, também conhecidos como Templo Branco e Templo Preto, respectivamente.

    Gasa

    O vilarejo de Gasa fica em uma das regiões mais bonitas do Butão, em meio a várias termas que oferecem água quentinha com vista privilegiada das montanhas, em meio às florestas.

    O destino fica no extremo norte do país, quase na divisa com o Tibete, e é o endereço de templos com séculos de história e fortalezas dedicadas a proteger o país de invasões estrangeiras no século XVII.

    Butão: curiosidades

    Butão: curiosidades
    Fonte: Pexels

    O reino do Butão é um lugar conhecido como terra da alegria, que se manteve isolado do mundo por milênios até abrir suas fronteiras, já no século XX.

    Por isso, quando estamos falando do Butão, cultura ainda é um conceito pouco conhecido por estrangeiros, que ignoram as principais características deste rico país asiático.

    Confira algumas curiosidades butanesas!

    Butão: população

    O Butão é um país pequeno para os padrões asiáticos, com uma população de pouco mais de 750 mil pessoas

    A capital, Thimphu, é a cidade mais populosa do país, mas o restante da população local está bem distribuído entre 20 distritos e seus muitos vilarejos.

    Butão: língua

    A língua butanesa, ou dzonga, é o idioma oficial do país e não é falada em nenhum outro lugar do mundo.

    O idioma é derivado do idioma tibetano, território que faz fronteira com o país ao norte. O próprio tibetano é falado em alguns cantos do Butão, assim como o nepalês.

    Butão: religião

    No Butão, cultura e budismo andam de mãos dadas, em suas diferentes variedades, como o Mahayana e o Vajrayana.

    Além disso, estima-se que 25% da população butanesa seja adepta do hinduísmo.

    Cotação de seguro viagem para Butão

    Já sabe tudo sobre o Butão: cultura, idioma, religião e outras informações importantes? 

    Então só falta garantir seu seguro viagem para desfrutar de uma experiência inesquecível na Terra da Alegria!

    Faça sua cotação gratuita e em poucos passos no nosso buscador, Seguros Promo, que permite a comparação de até quatro planos de uma só vez para te ajudar a escolher a melhor opção para a sua viagem.

    Desse jeito, vai ficar fácil garantir atendimento médico, evacuação emergencial, seguro bagagem e outras comodidades que podem salvar o seu bolso em caso de imprevisto! 

    Conhecer um dos países mais isolados do mundo com toda a segurança que você merece? De Promo você pode!

    Seguro Viagem: Ásia
    AC 35 MUNDO COVID-19 (Exceto EUA) AC 35 MUNDO COVID-19 (Exceto EUA) Assistência médica USD 35.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 44/dia*

    Continue sua leitura!

    Veja também


    Recomendado para você
    Melhor preço garantido
    faça uma cotação e confira.
    Conecte-se com a gente