icone segurospromo
Cobrimos qualquer oferta!
Garanta o menor preço do mercado
Pesquisar!
10 março - 9 minutos de leitura.

Danças brasileiras: conheça as mais populares e tradicionais 

Chris standing up holding his daughter Elva Dicas de Viagem

As danças brasileiras são genuínas expressões da nossa culturaque, através de ritmos e movimentos, contam parte da história do país e de suas respectivas regiões.

São tão marcantes em determinados estados, que algumas delas acabaram se tornando símbolos populares e responsáveis por movimentar o turismo, ainda mais nas épocas de festas.

E como nós, brasileiros, somos um povo alegre e festeiro, difícil é não “entrar na roda” quando os instrumentos começam a fazer barulho. 

Venha conhecer mais sobre as danças típicas brasileiras e os ritmos tradicionais que formam a nossa identidade cultural.

Encontre os melhores seguros de viagem do Brasil (e com um cupom de 15% de desconto!) neste link!

Danças brasileiras: origens, influências e ritmos

Vai ser difícil encontrar carioca que não se sinta em casa quando os batuques do pandeiro e do tamborim anunciam aquela roda de samba característica do Rio de Janeiro.

E se você viajar para Pernambuco em janeiro ou fevereiro, o desafio será não se sentir energizado com o ritmo e as cores vibrantes do frevo pernambucano.

Tanto o samba como o frevo são representações do que são as danças populares do Brasil com grande relevância em suas regiões.

Mais do que uma atividade de descontração e entretenimento, a dança é uma maneira de compreendermos o nosso passado e o processo de miscigenação cultural que marca a identidade do brasileiro.

Afinal, os ritmos, os instrumentos e os movimentos são de origens diversas. Nossas danças carregam marcas da influência indígena, dos africanos que vieram escravizados e dos europeus que colonizaram o país.

Vai viajar pelo Brasil? Então pode ir sacudindo as pernas e se preparando para dançar ao som dos mais diferentes ritmos que compõem a nossa cultura. 

História da dança no Brasil

Danças Brasileiras: História
Fonte: Pxhere

Como foi que o Brasil se tornou um país tão rico em ritmos e danças diferentes? 

Para entender a história da dança por aqui, é preciso caminhar junto com a própria história brasileira. Afinal, os indígenas que habitavam o território antes da chegada dos portugueses tinham seus próprios rituais.

Dessa forma, é possível, e nada absurdo, considerar que as primeiras manifestações culturais de dança no Brasil são as danças indígenas.

A evolução dessas primeiras expressões se deu, primeiro, a partir da influência da cultura europeia, principalmente dos países colonizadores que desembarcaram do lado de cá do Atlântico.

Em seguida, esse processo teve sequência com a influência africana, que trouxe diferentes instrumentos, movimentos e ritmos.

A mistura, principalmente, dessas três culturas foi a responsável por dar o tom do que são as danças tradicionais brasileiras que nós conhecemos hoje.

Como a dança surgiu no Brasil?

Foi a partir da chegada de outros povos ao Brasil que se tornou possível falar sobre o surgimento da dança em nosso país. 

Mas um evento específico teve relevante contribuição nesse processo: a vinda dos povos africanos que foram escravizados em terras brasileiras.

Além da enorme riqueza cultural, os africanos trouxeram para o nosso país instrumentos de percussão que eram utilizados em seus rituais

E como surgem as danças brasileiras? Com a incorporação dos sons e ritmos proporcionados por esses instrumentos.

Claro que cada manifestação, como o carimbó, o maracatu, o forró e outros tantos, tem a sua origem em um momento diferente.

Mesmo assim, podemos falar que as manifestações de dança ocorreram a partir desse encontro de culturas e a inserção dos primeiros instrumentos junto às tradições vindas com os povos que chegaram ao país. 

Viaje pelo Brasil com segurança!

Quem escolhe passar as férias no Brasil tem a oportunidade de descobrir muito mais sobre o nosso país, além de ver lugares incríveis que, modéstia à parte, só podiam ser brasileiros.

Mas não é porque a viagem não é para o exterior que vamos nos descuidar da segurança, não é mesmo?

Ter o seguro viagem em passeios domésticos também é essencial. Um plano de saúde com cobertura regional, por exemplo, não vai oferecer o atendimento que você espera no caso de alguma emergência médica.

Por isso, mesmo para destinos brasileiros, conte com o Seguros Promo para achar o seu seguro viagem.

Seguro Viagem: Brasil
GTA BRASIL 18 GTA BRASIL 18 Assistência médica R$ 18.000 Bagagem extraviada R$ 600 (COMPLEMENTAR) R$ 5/dia*
AC 15 BRASIL AC 15 BRASIL Assistência médica R$ 15.000 Bagagem extraviada R$ 500 (COMPLEMENTAR) R$ 5/dia*
AC 15 BRASIL +COVID19 AC 15 BRASIL +COVID19 Assistência médica R$ 15.000 Bagagem extraviada R$ 500 (COMPLEMENTAR) R$ 6/dia*

Você pode comparar as coberturas oferecidas por diferentes empresas e contratar a proteção certa para a sua viagem pelo menor preço do mercado! 

Faça uma pesquisa, compare, viaje com mais tranquilidade e pague menos!

Quais as principais danças brasileiras?

Alguns ritmos são facilmente reconhecidos como tipicamente brasileiros, basta apenas que sejam tocadas as primeiras notas nos instrumentos para estabelecermos essa ligação.

Só que o Brasil não se limita ao amplamente conhecido. Existem várias danças com profundas raízes regionais que são parte importante da nossa identidade cultural, do nosso folclore.

Saiba quais são os principais tipos de dança do Brasil, entenda um pouco melhor da história de cada um e descubra onde você pode “levantar a poeira” do chão ao som desses gêneros.

    Está gostando do conteúdo?
    Receba as melhores dicas de
    viagens no seu e-mail!
    Fique tranquilo, não enviamos spam!

    E-mail cadastrado com sucesso!
    A partir de agora, você receberá as melhores dicas de viagem diretamente no seu e-mail.

    1. Samba

    Entre todas as danças brasileiras, samba pode ser considerado a maior representação do nosso país mundo afora quando o assunto são os ritmos de cada lugar.

    Ver os gringos que vêm ao Brasil mexendo os pés na tentativa de sambar é quase uma cena clássica, especialmente nas proximidades do carnaval.

    Embora seja visto por muitos como uma dança típica do Rio de Janeiro, o samba tem suas raízes em outro estado, a Bahia

    Foi lá que os escravos vindos da África deram os primeiros passos nas senzalas, embalados pelo som feito nos instrumentos de percussão.

    Aliás, a presença desses instrumentos é característica marcante do nosso samba.

    Junto ao atabaque, o pandeiro e o tamborim, todos instrumentos de percussão, cavaquinho, banjo e reco-reco também influenciaram um dos sons mais conhecidos no mundo todo.

    Samba de roda, samba de gafieira e o samba-enredo são algumas das variantes que temos no Brasil e que levam o estilo aos quatro cantos do nosso país.

    2. Carimbó

    Danças Brasileiras: Camimbó
    Fonte: Pxhere

    Quem vê um casal dançando o carimbó pode até pensar que ainda estamos no samba, seja pelos movimentos ou pelos instrumentos que ditam o ritmo das músicas.

    Mas aqui nós estamos falando de uma das genuínas danças do norte do Brasil, com origens em Belém do Pará

    Apesar das semelhanças, tanto que é conhecido como Samba de Roda do Marajó, o carimbó tem a sua identidade própria. O nome vem do curimbó, principal instrumento dessa expressão.

    A coreografia também tem seus próprios elementos: o homem bate palmas para tirar a mulher para dançar, enquanto elas fazem movimentos circulares com saias rodadas e coloridas, formando um lindo espetáculo para quem nunca viu a dança.

    3. Bumba-meu-boi

    Cores vibrantes, cenas teatrais e a presença da figura do boi são os elementos mais marcantes do bumba-meu-boi, ou boi-bumbá, como a dança também é conhecida.

    Ela é considerada uma das principais danças folclóricas do Brasil e muito difundida nas regiões Norte e Nordeste. 

    O bumba-meu-boi carrega influências portuguesas e espanholas, africanas e indígenas

    A lenda dessa dança gira em torno da morte e ressurreição do boi mais bonito que um fazendeiro tinha em suas terras.

    A importância dessa manifestação é tão grande na construção da identidade brasileira que o boi-bumbá foi listado pela Unesco como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

    Na cidade de Parintins, no Amazonas, acontece a maior festa brasileira dedicada ao estilo, o Festival Folclórico de Parintins, com o desfile dos bois Caprichoso e Garantido.

    4. Frevo

    Frevo
    Fonte: Prefeitura de Olinda, via wikimedia commons

    No Brasil inteiro, o Carnaval é uma festa marcada pela mistura de ritmos. Mas em Pernambuco, o que toma conta das ruas nessa época do ano é o frevo!

    Sem letras, marcado apenas pela coreografia agitada dos dançarinos com suas roupas e guarda-chuvas coloridos, o estilo é contagiante e diverte os foliões nas ruas.

    A origem do frevo data do início do século XX e marca a mistura de gêneros diferentes, como a marchinha, a contradança e a polca.

    Vai viajar para Pernambuco no início do ano? Não perca a chance de conhecer o frevo de pertinho e, quem sabe, se arriscar nos saltos e malabarismos que formam movimentos que parecem impossíveis de ser executados por “meros mortais”.

    5. Forró

    Quando os instrumentistas juntam a sanfona, o triângulo e a zabumba, corra para tirar o seu par e prepare-se para arrastar o pé ao som do forró.

    Embora seja uma das principais danças da região Nordeste, o ritmo conquistou fãs do norte ao sul, de leste a oeste.

    Sempre em pares, o forró pode ser dançando em movimentos circulares, ou com os pés indo para trás e para frente. 

    Quanto maior a experiência da dupla, mais elementos são incorporados à dança — giros e aberturas para os lados são alguns deles.

    Essa é a manifestação que toma conta das Festas Juninas nos estados do Nordeste, especialmente na Paraíba e em Pernambuco.

    Na região Sudeste, o Festival Nacional de Forró de Itaúnas, no Espírito Santo, também move uma legião de fãs do estilo para danças em terras capixabas.

    6. Maracatu

    Maracatu
    Fonte: Tetraktys, via wikimedia commons

    Ainda em Pernambuco, não podemos deixar de falar de outra manifestação de destaque entre as danças regionais do Nordeste, o maracatu.

    Surgida durante o período colonial, a dança tem raízes nos cultos religiosos africanos, portanto é marcada pela espiritualidade.

    O termo maracatu é associado a “dança” ou “batuque” para os africanos, o que explica a utilização de tambores, caixas e ganzás durante a celebração.

    Vestidos a caráter em roupas coloridas, os participantes saem pelas ruas dançando, cantando e tocando os ritmos em devoção às figuras que fazem parte do folclore do maracatu.

    7. Baião

    Como estilo de dança, o baião é quase um “irmão gêmeo” do forró, já que existem muitas semelhanças entre essas duas manifestações.

    Ambas são dançadas em pares, possuem movimentos muito parecidos e tratam da mesma temática, o jeito de viver e as dificuldades encontradas no sertão nordestino.

    O que diferencia um pouquinho os dois ritmos são as influências indígenas e caipiras encontradas no baião.

    O estilo tem em Luiz Gonzaga seu principal nome, tanto que o artista, um dos principais nomes da música popular brasileira, ficou conhecido no mundo como o “Rei do Baião”.

    8. Jongo

    Jongo
    Fonte: Vanessa Freitas, via wikimedia commons

    Talvez você nunca tenha escutado falar, mas o jongo é outro tipo de dança cultural brasileira com raízes nas celebrações africanas.

    Acompanhados por instrumentos de percussão e pelas palmas dos participantes, um par realiza movimentos no meio da roda e terminam sua dança com a “umbigada”.

    No Brasil, essa manifestação ainda pode ser vista em cidades da região cafeeira de Minas Gerais, onde é conhecido como “caxambu”, e na região do Vale do Paraíba, na divisa entre Rio de Janeiro e São Paulo.

    9. Coco

    O coco é um estilo de dança tradicional na cultura nordestina, principalmente nos estados de Pernambuco, Alagoas e Paraíba.

    Nascido dentro dos quilombos, o ritmo mistura a influência dos batuques africanos com o som da quebra dos cocos para a retirada das amêndoas.

    Além de propagar o canto e a dança, o coco se tornou uma manifestação cultural importante na valorização da cultura quilombola no país.

    Danças de origem indígena

    Danças Brasileiras de origem indígena
    Fonte: Pxhere

    A influência das tradições indígenas na dança brasileira pode ser vista em alguns dos ritmos muito conhecidos pelo país, como o maracatu e o bumba-meu-boi.

    Mas essa herança cultural dos primeiros habitantes da nossa terra não se restringe a esses movimentos.

    A catira, ou cateretê, é um tipo de dança em que os passos, batidas de pés e palmas que compõem a coreografia carregam tal influência. Essa dança é popular em estados do Centro-Oeste, Sudeste e Sul do país.

    O xote, ritmo nordestino próximo do forró, é outro estilo brasileiro que absorveu a influência da cultura indígena em seus elementos. 

    Danças populares do mundo

    A salsa e a dança do ventre são duas expressões de dança trazidas de outros lugares do mundo e que conquistaram adeptos no Brasil.

    Os dois ritmos provam que algumas danças originárias de determinados países conseguem grande expressão em outros lugares do mundo.

    O flamenco espanhol, o tango argentino, a cumbia colombiana e, talvez a principal, a valsa vienense são exemplos de estilos que ultrapassaram os limites geográficos de seus países e caíram no gosto de diferentes públicos.

    Danças de origem européia

    Algumas das danças típicas da região Sul do Brasil carregam forte influência européia, trazida junto dos imigrantes de lugares como Itália e Alemanha.

    O Fandango, dança popular no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, traz o sapateado e coreografias executadas ao ritmo da viola, da rabeca e do acordeão.

    Outra dança popular no Brasil de origem européia, mais precisamente, portuguesa, é a caninha verde

    Ela se popularizou durante o Ciclo do Açúcar na região do Rio. Os participantes bailam em rodas, uma de homens e outra de mulheres, enquanto os violeiros improvisam as canções.

    Melhores planos de seguro para viagens nacionais e internacionais

    Aproveitar suas viagens para conhecer as danças brasileiras é uma forma de compreender melhor parte significante da nossa cultura.

    Só não vale esquecer do seguro viagem, a dica certa para você ter mais proteção em qualquer lugar. 

    Acessando o Seguros Promo, você vai comparar os melhores planos e contratar o melhor para você pagando muito pouco.

    Seguro Viagem: Brasil
    GTA BRASIL 18 GTA BRASIL 18 Assistência médica R$ 18.000 Bagagem extraviada R$ 600 (COMPLEMENTAR) R$ 5/dia*
    AC 15 BRASIL AC 15 BRASIL Assistência médica R$ 15.000 Bagagem extraviada R$ 500 (COMPLEMENTAR) R$ 5/dia*
    AC 15 BRASIL +COVID19 AC 15 BRASIL +COVID19 Assistência médica R$ 15.000 Bagagem extraviada R$ 500 (COMPLEMENTAR) R$ 6/dia*

    Descubra as riquezas do nosso país com segurança e economia. De Promo você pode!


    Leia também:

    Veja também


    Recomendado para você
    14 setembro - 12 min de leitura.
    Rafting: onde praticar no Brasil?
    Melhor preço garantido
    faça uma cotação e confira.
    Conecte-se com a gente