icone segurospromo
Cobrimos qualquer oferta!
Garanta o menor preço do mercado
Pesquisar!
03 julho - 9 minutos de leitura.

Haifa, Israel: história, informações, mapa e dicas de viagem 

Chris standing up holding his daughter Elva Oriente Médio

Os contrastes dão o tom da histórica Haifa, Israel, uma cidade em que a tradição e o moderno caminham lado a lado.

Os bairros novos, com seus edifícios futuristas, dividem espaço com igrejas e mesquitas milenares, enquanto a sólida montanha encara a fluidez do mar que abriga o maior porto do país.

Em uma terra de constantes conflitos pela fé, Haifa parece suspensa no tempo: ali, muçulmanos, judeus, cristãos, ortodoxos e até seguidores do baha’i (uma religião local bastante popular) vivem em harmonia.

Como deu para perceber, estamos falando de um destino encantador, que reúne inúmeros atrativos, dispõe de boa infraestrutura e é completamente diferente de outras cidades israelenses.

No entanto, como em qualquer viagem, você não pode se esquecer de fazer um bom planejamento: a organização é essencial para desfrutar ao máximo de sua estadia, sem se preocupar com imprevistos.

Nós vamos te ajudar nessa tarefa: este artigo contém as informações mais essenciais para o seu roteiro em Haifa, como curiosidades, dicas turísticas, o que fazer e muito mais, veja só!

Contrate os seguros de viagem que mais se encaixam com o seu perfil e com 15% de desconto neste link!

Haifa, Israel: conheça a terceira maior cidade do país!

Existe um ditado em Haifa, Israel, que diz “Haifa trabalha, Jerusalém reza e Tel Aviv joga”, uma frase que resume bem o que esperar da terceira maior cidade do país.

Referência mundial em tecnologia, Haifa é uma das cidades que ajudam a puxar a locomotiva econômica israelense. E, acredite: tem sido assim desde o começo da história local, há mais de 3.000 anos.

Localizado no noroeste do país, às margens do Mar Mediterrâneo, o município é o lar de quase 1 milhão de pessoas e está investindo pesado para se firmar entre os principais destinos turísticos israelenses.

Menos famosa que as “irmãs” Tel Aviv e Jerusalém, a cidade ainda não faz parte dos roteiros turísticos mais populares em Israel, o que oferece ao viajante a chance de visitar um lugar mais desconhecido, misterioso e interessante.

Haifa, Israel: história

Haifa, Israel: história
Fonte: Pxhere / CC0

A localização de Haifa, Israel, elevou a cidade ao status de protagonista desde sua fundação. 

Há mais de três milênios diversos povos se interessaram pelo território, nas encostas do Monte Carmelo e banhado pelas águas verdes do Mediterrâneo.

Desde então, tropas do mundo inteiro já lutaram pelo domínio da região: romanos, persas, fenícios, bizantinos e até ingleses.

No decorrer do século XIX, os templários cristãos investiram esforços pesados pela modernização de Haifa, mas foi apenas no século seguinte que a cidade floresceu plenamente, sob tutela dos britânicos.

Os ingleses construíram refinarias, ampliaram os portos locais e deram o impulso que faltava para que essa cidade, enfim, progredisse.

Após a Segunda Guerra Mundial, em 1948, com a fundação de Israel, a cidade se firmou como um reduto de harmonia para todos os povos, onde qualquer um disposto a trabalhar e viver em paz é bem-vindo.

A evolução tecnológica deu frutos e Haifa se tornou o “Vale do Silício” de Israel, em referência ao polo de tecnologia dos Estados Unidos.

O que o futuro reserva ainda é incerto, mas os moradores locais parecem ansiosos pelo amanhã.

A cada ano aumenta significativamente a quantidade de turistas que visita a cidade, e Haifa finalmente vai saindo da sombra de Tel Aviv e Jerusalém.

Vantagens Promo tem as melhores ofertas para você economizar na sua viagem! Encontre cupons e descontos para passagem aérea, hospedagem, e muito mais! Clique aqui e confira.

O que significa a palavra Haifa?

Existem duas linhas teóricas que buscam justificar o nome da cidade. Embora as teorias sejam diferentes entre si, há quem diga que as duas teses fazem total sentido.

A primeira teoria aponta que o nome da cidade derivou de “hafa”, uma raiz hebraica que significa cobertura, proteção, blindagem, o que seria uma referência ao Monte Carmelo, um guardião perene da cidade.

Outra tese afirma que Haifa deriva de “hof” ou “hof yafe”, ou seja, “praia” ou “bela praia”, em hebraico, por conta do litoral de águas azuis e areias douradas da cidade que abriga o maior porto israelense.

Como ir de Jerusalém a Haifa?

Apenas 150 km separam Haifa do principal destino turístico de Israel, Jerusalém, e o viajante tem à disposição algumas opções para fazer o deslocamento entre as duas cidades.

As boas estradas do país são uma alternativa viável para quem gosta de roadtrips: você pode fazer o trajeto com um carro alugado ou contratar um tour para ir de Jerusalém à cidade, com preços a partir de US$ 110 (valor de abril/2021).

Os ônibus intermunicipais também podem ser uma boa saída para o viajante: existem diversas rotas e linhas circulando entre as cidades mais importantes do país, com passagens a preços justos.

Além disso, Israel dispõe de um bom sistema ferroviário, recentemente ampliado, que conecta as principais cidades sob trilhos: Haifa abriga três estações e recebe trens de todo o país.

As mesmas opções disponíveis para quem deseja viajar entre Haifa e Jerusalém podem ser utilizadas para quem vai se deslocar de Tel Aviv a Haifa.

Quando ir para Haifa?

Quando ir para Haifa?
Fonte: Pixabay

Haifa, Israel, é uma cidade agradável durante boa parte do ano, mas a melhor época para viajar vai depender do tipo de turismo que você quer fazer.

Se você planeja colocar o bronzeado em dia nas praias mediterrâneas da cidade, vale a pena viajar entre os meses de março e outubro, quando praticamente não chove e os termômetros variam entre 23ºC e 33ºC.

A baixa temporada acontece durante o inverno, entre meados de novembro e o fim de março, período em que os dias ficam mais nublados, pode chover e as temperaturas ficam entre 17ºC e 20ºC.

Quais documentos levar?

O viajante brasileiro não precisa de visto para visitar Israel, mas deve ficar atento à documentação obrigatória para não ser barrado no desembarque.

Você precisará apresentar passaporte com validade mínima de seis meses a partir da data de embarque. 

Além disso, sua vacinação também deve estar em dia: o governo israelense exige que o viajante esteja devidamente protegido contra a febre amarela, então lembre-se de manter seu certificado internacional de vacinação atualizado.

    Está gostando do conteúdo?
    Receba as melhores dicas de
    viagens no seu e-mail!
    Fique tranquilo, não enviamos spam!

    E-mail cadastrado com sucesso!
    A partir de agora, você receberá as melhores dicas de viagem diretamente no seu e-mail.

    Seguro viagem para Haifa, Israel

    Diferentemente de muitos destinos internacionais, Israel não lista o seguro viagem entre os documentos obrigatórios ao viajante. 

    O item, porém, é essencial para o turista que quer desfrutar de todas as atrações do Oriente Médio com total segurança.

    Em casos de imprevistos, o viajante que possui um bom seguro viagem pode contar com diversas coberturas importantes, capazes de evitar grandes prejuízos e problemas.

    Ou seja, você estará resguardado em caso de emergências médicas ou odontológicas, extravio de bagagem, acidentes, situações de atraso ou cancelamento de voo e muito mais.

    Recomendamos que o viajante concentre suas buscas por seguro viagem no melhor site de buscas do mercado, Seguros Promo, que te ajuda a encontrar o seguro mais indicado para a sua viagem pelo menor preço.

    Seguro Viagem: Oriente Médio
    ITA 60 SMART MUNDO (Exceto EUA) ITA 60 SMART MUNDO (Exceto EUA) Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.000 (COMPLEMENTAR) R$ 22/dia*
    GTA 75 EUROMAX AFRICA, ÁSIA E OCEANIA GTA 75 EUROMAX AFRICA, ÁSIA E OCEANIA Assistência médica USD 75.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 27/dia*

    Mapa de Haifa

    Para te ajudar a planejar o seu roteiro de viagem por Haifa, Israel, destacamos o mapa da cidade, com os principais atrativos turísticos. Confira!

    O que fazer em Haifa, Israel

    Um dos principais destinos turísticos israelenses, a cidade é arborizada, tem vias largas, prédios modernos e muita diversidade cultural, com diferentes povos coexistindo em perfeita harmonia.

    Confira, em Haifa, Israel, pontos de interesse!

    Jardim de Bahá’í

    Jardim de Bahá’í
    Fonte: Pxhere / CC0

    Haifa leva a sério uma antiga tradição árabe: os jardins. Por quase todo lado é possível encontrar belos jardins floridos, com bancos que convidam à contemplação sem pressa.

    O principal de todos eles, e ponto turístico mais badalado da cidade, é o Jardim de Bahá’í.

    Não estamos falando apenas sobre um lugar agradável, mas sobre o principal mirante da cidade, de onde é possível contemplar praticamente todas as regiões e as águas azuis do Mediterrâneo, ao longe.

    O jardim fica encravado no Monte Carmelo, bem no coração da cidade, o que possibilita uma vista em 360 graus do principal porto israelense.

    Você ainda pode aproveitar a visita para conhecer o Santuário de Bab, completamente revestido por ouro, e o Mausoléu do profeta da religião Bahá’í, outras atrações belíssimas do complexo.

    Rua Ben Gurion

    A rua Ben Gurion leva o visitante até o Jardim de Bahá’í e cruza a região mais charmosa da cidade, onde estão instalados edifícios históricos, lojas, restaurantes e galerias comerciais.

    Conhecida como Colônia Alemã, a região abriga os melhores cafés da cidade, além de ser completamente arborizada e oferecer um amplo boulevard com pista para caminhada e ciclovia.

    Wadi Nisnas

    Wadi Nisnas
    Fonte: Stocksnap / CC0

    Um dos bairros mais tradicionais (e antigos) de Haifa, o Wadi Nisnas pode ser considerado o melhor exemplo da harmonia que impera na cidade.

    Ali, judeus, muçulmanos, cristãos e adeptos do bahá’í convivem lado a lado em paz e alegria, um exemplo raro de tranquilidade em uma terra marcada por uma história de conflitos religiosos.

    Não é à toa que os principais feriados religiosos de Haifa são comemorados em Wadi Nisnas, atraindo milhares de pessoas do mundo inteiro!

    Teleférico

    Você pode subir o Monte Carmelo de carro, mas não existe forma mais agradável de chegar ao ponto mais alto de Haifa, Israel, que o teleférico Bat Galim.

    O trenzinho suspenso é completamente transparente, o que garante ao visitante a chance de contemplar a cidade de um ponto de vista privilegiado.

    O teleférico percorre um trajeto de 4,4 km sobre a cidade, com vista do Mediterrâneo, da orla e da montanha. A parada final é o Monastério Stella Maris, no topo do monte.

    Monastério Stella Maris

    Monastério Stella Maris
    Fonte: Umec23 / Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0

    O Monastério Stella Maris é um lugar considerado sagrado para os cristãos, pois teria sido mencionado na Bíblia como o lugar de refúgio do profeta Elias depois de lutar contra os profetas do falso-deus Baal.

    O complexo foi construído a partir do final do século XII para abrigar a Ordem do Carmo, mas a obra só foi concluída no século XIX.

    Por muitos anos o monastério foi ignorado pelos turistas que visitam a cidade e só era procurado por viajantes em peregrinação, mas a inauguração do teleférico Bat Galim acabou aumentando o interesse na construção histórica.

    Museu de Ciência de Israel

    Considerada o principal polo tecnológico do país, Haifa abriga o interessante Museu de Ciência de Israel, que oferece uma grande variedade de atrações e exibições interativas que conquistam adultos e crianças.

    Um dos maiores destaques é a sala Leonardo da Vinci, que apresenta as principais criações do mestre do renascentismo. 

    Na galeria The Dark Room, as crianças podem se divertir com apresentações de laser, plasma, cargas elétricas e luzes, enquanto a sala Green Energy gera uma reflexão sobre energia sustentável e o futuro da ciência.

    Detalhes sobre horários de funcionamento e ingressos antecipados podem ser encontrados no site oficial do Museu de Ciência de Israel.

    Porto de Haifa

    Porto de Haifa
    Fonte: Zvi Roger / Wikimedia Commons / CC BY 3.0

    Maior porto de Israel e um dos maiores do Mediterrâneo, o Porto de Haifa tem águas profundas, o que garante seu funcionamento pleno durante todo o ano.

    Ponto de desembarque de navios de cruzeiro e carga, o porto fica aberto à visitação durante o dia: pode ser uma excelente oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a rotina de um grande porto.

    Você pode aproveitar a visita ao Porto de Haifa para conhecer uma das praias da cidade, indicadas para prática de surfe e esportes aquáticos.

    Dicas sobre Haifa

    Durante a sua viagem a Haifa, Israel, fique atento ao seu vestuário, especialmente se você é mulher

    Embora a cidade seja considerada mais liberal em relação a roupas, não são bem-vindas peças muito decotadas ou curtas.

    Isso não quer dizer que você precise providenciar um véu, pois quase tudo está liberado: você pode usar jeans, shorts ou saias menos reveladoras e blusas que cubram os ombros. Só tenha cuidado para não exagerar nas peças mais ousadas.

    Você precisará providenciar a moeda local, o shekel, para fazer compras, consumir em restaurantes e pagar por serviços em geral, mas não precisa fazer câmbio antes de chegar ao país.

    Vale a pena levar euros ou dólares e só fazer a troca ao desembarcar.

    Os idiomas locais são o árabe e o hebraico, mas é relativamente fácil conseguir se comunicar em inglês em Israel.

    As escolas oferecem aulas em inglês e vários programas de TV adotam a língua, então praticamente todo mundo fala bem o idioma anglo-saxão.

    Na hora de se deslocar entre os pontos turísticos, você terá várias opções à disposição: trem, ônibus, vans e carros. 

    A forma mais divertida de passear, porém, pode ser a bicicleta. Afinal, a cidade é bem plana e as distâncias não são muito grandes.

    Cotação de seguro viagem para Haifa, Israel

    Não faltam atrações esperando por você em Haifa, Israel: faça agora mesmo o seu seguro viagem para garantir a proteção que você precisa para sua estadia no Oriente Médio!

    Você pode fazer a cotação gratuitamente, sem sair de casa, em nosso site de buscas, Seguros Promo, que te ajuda a comparar preços e oferece atendimento de qualidade 24 horas, 100% em português.

    Seguro Viagem: Oriente Médio
    ITA 60 SMART MUNDO (Exceto EUA) ITA 60 SMART MUNDO (Exceto EUA) Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.000 (COMPLEMENTAR) R$ 22/dia*
    GTA 75 EUROMAX AFRICA, ÁSIA E OCEANIA GTA 75 EUROMAX AFRICA, ÁSIA E OCEANIA Assistência médica USD 75.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 27/dia*

    Dessa forma, você pode contar com coberturas médica e odontológica, assistência jurídica, auxílio em caso de atraso ou cancelamento de voo, seguro bagagem e muito mais. 

    Conhecer as belezas israelenses com segurança e economia? De Promo você pode!


    Leia mais:

    Veja também


    Recomendado para você
    Melhor preço garantido
    faça uma cotação e confira.
    Conecte-se com a gente