icone segurospromo
Cobrimos qualquer oferta!
Garanta o menor preço do mercado
Pesquisar!
11 janeiro - 9 minutos de leitura.

Minsk: O que esperar de uma viagem à capital da Belarus? 

Chris standing up holding his daughter Elva Europa

Minsk, capital da Belarus, ainda é um destino pouco conhecido por brasileiros, ignorado na maioria dos roteiros turísticos pela Europa.

Com mais de 1.000 anos de história, a cidade é a mais populosa da Belarus, concentrando mais de 20% da população de todo o país e atrações turísticas incríveis, que sobreviveram a guerras e crises.

Reunimos tudo o que você precisa saber sobre a capital belarussa em um único artigo, para que você possa começar a planejar uma viagem inesquecível por este destino misterioso agora mesmo. Veja só!

Cote seu seguro viagem para a Europa no Seguros Promo e ganhe 15% de desconto. Aproveite!

Minsk: clima, quando ir, o que fazer e muito mais!

Não importa a época da sua experiência de turismo em Minsk, você terá atrações interessantíssimas para explorar.

Entre os destaques estão a famosa Igreja Vermelha, a praça da Vitória e seus monumentos soviéticos, muitos parques e jardins, além de museus e edifícios históricos.

Mas lembre-se de fazer um bom planejamento antes de arrumar as malas: é bom ficar de olho nas condições climáticas, a melhor época para viajar, as principais atrações e todos os detalhes que podem tornar a sua viagem ainda mais inesquecível.

Vantagens Promo tem as melhores ofertas para você economizar na sua viagem! Encontre cupons e descontos para passagem aérea, hotel, aluguel de carro, e muito mais! Clique aqui e confira.

A Belarus não faz parte da União Soviética, e apesar de estar na Europa, também não faz parte do Tratado de Schengen, tendo suas próprias regras para imigração, turismo e economia.

Isso quer dizer que pouco adiantará levar euros na carteira: a moeda local é o rubel. Você conseguirá fazer o câmbio em guichês de bancos espalhados pela cidade, em shoppings e supermercados.

É possível também trocar dinheiro em casas de câmbio no aeroporto, mas tenha em mente que as taxas são bem desfavoráveis, então troque apenas o mínimo necessário para se virar enquanto não visita uma casa de câmbio na cidade.

O idioma provavelmente será uma barreira na sua viagem. Na Belarus só se fala belarusso e russo. Se você fala inglês, conseguirá se comunicar apenas em alguns hotéis e restaurantes.

Mas não se deixe desanimar pela barreira linguística: a Belarus é um dos países mais baratos da Europa, com atrações incríveis!

Onde fica Minsk?

Minsk onde fica
Fonte: Pixabay

Minsk é a capital belarussa, mas você por acaso sabe onde fica a Belarus?

A Belarus é o maior país da Europa sem saída para o mar, e o 13º maior país da Europa, sendo maior do que Portugal e Suíça. A nação também faz fronteira com dois dos países bálticos, Lituânia e Letônia.

A capital fica basicamente no centro do país, pertinho da Represa Zaslawskaye, maior lago artificial da Belarus, que abastece a cidade e é um badalado ponto turístico de verão.

A Belarus ainda é um país bastante fechado, e isso se reflete no principal aeroporto de país, na capital.

A principal companhia aérea é a Belavia, que opera alguns trechos diários para algumas cidades russas e voos esporádicos para os maiores aeroportos da Europa. 

Também é possível voar para o país com a Aeroflot, a Lufthansa, a Austrian Airlines, a LOT e a Aerosvit, a partir de grandes cidades europeias.

Mapa

A Belarus está no coração da Europa Oriental, pertinho de outros países que merecem a sua visita na Europa. Confira o mapa de Minsk!

Clima de Minsk

A Belarus é um país de invernos rigorosos e temperaturas amenas no restante do ano, o que significa que escolher bem a data da sua viagem pode significar o sucesso da sua experiência no país.

O clima de Minsk é um dos mais agradáveis de todo o país, com pelo menos cinco meses de tempo bom por ano, o que é uma excelente notícia para o viajante.

A melhor época para visitar a cidade é entre maio e setembro, quando os termômetros ficam entre 15°C e 25°C e os dias são mais longos. 

No entanto, essa também é o período chuvoso na capital belarusa, especialmente entre maio e julho, então não se esqueça de colocar um bom guarda-chuva na mala.

Se você estiver disposto a encarar temperaturas de até -10°C e ainda mais chuva, pode agendar sua viagem entre os meses de outubro e março, quando a paisagem fica toda colorida pelo branco da neve.

Mas lembre-se de que o inverno em Minsk é congelante e muitas atrações chegam a fechar as portas, então procure saber sobre a disponibilidade dos lugares que você quer visitar com antecedência!

O que é preciso para viajar a Minsk?

A Belarus isenta parcialmente de visto os brasileiros em viagem de turismo com duração máxima de 90 dias. Mesmo assim, o controle de segurança no Aeroporto Nacional de Minsk, principal porta de entrada no país, é bastante rigoroso.

Além do passaporte, com validade mínima de seis meses após a data de embarque, os turistas brasileiros precisam preencher um registro no Ministério do Interior da República de Belarus se a viagem tiver duração maior que cinco dias.

Você também deverá apresentar comprovante de condições financeiras para se bancar durante a viagem, com valor mínimo de US$ 25 por dia, em dinheiro, cartões, cheques de viagem e até extrato bancário.

Como praticamente todos os países europeus, a Belarus também exige um seguro viagem obrigatório, com cobertura mínima de 10.000 euros para despesas médico-hospitalares.

Seguro viagem obrigatório para Europa

Seguro Viagem: Europa
AC 35 EUROPA AC 35 EUROPA Assistência médica EUR 35.000 Bagagem extraviada EUR 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 17/dia*
AC 60 EUROPA AC 60 EUROPA Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada EUR 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 18/dia*
CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) Assistência médica EUR 30.000 Bagagem extraviada EUR 1.000 R$ 23/dia*

Apesar de não fazer parte do Tratado de Schengen, a Belarus também exige seguro viagem obrigatório de turistas que vão passar até 90 dias no país. 

Assim, o país não precisa se preocupar com eventuais despesas geradas por estrangeiros e os turistas podem viajar por todo o país resguardados em caso de imprevistos, como emergências médicas ou odontológicas.

O seguro viagem Europa mais barato do mercado está no nosso site, Seguros Promo, com os melhores planos das seguradoras mais confiáveis.

Você pode comparar até quatro planos por vez em nossa plataforma moderna e de interface simplificada, para descobrir qual o melhor e mais barato seguro viagem para o seu perfil de viajante.

O que fazer em Minsk?

Muitos brasileiros sabem pouco ou quase nada sobre a capital belarusa, o que é um grande desperdício. A cidade tem excelentes restaurantes, obras arquitetônicas de diferentes períodos históricos e muitos museus. 

Confira o que fazer em Minsk!

Gastronomia

A gastronomia em Minsk não é tão requintada quanto a culinária francesa ou italiana, mas não fica para trás em termos de sabor!

Assim como na Rússia, a culinária belarusa é baseada em vegetais e carnes, como batatas, beterrabas e outros tubérculos que podem ser aproveitados em diversas receitas.

A Draniki é dos pratos mais simbólicos do país. Essa espécie de panqueca feita de batatas é tão popular que é vendida até mesmo em grandes redes de fast food, como o McDonald’s.

No frio, os belarusos se jogam na borsch, uma sopa de beterraba preparada com linguiça e pasteizinhos feitos com carne, chamados dumplings.

Aproveite sua estadia para experimentar a machanka, uma carne suína frita com temperos e farinhas especiais, um dos pratos mais consumidos em todo o país.

Para matar a sede, os belarusos escolhem entre a tradicional vodca, a bebida nacional, e a cerveja!

Arquitetura

Minsk arquitetura
Fonte: Pixabay

A cidade mais populosa da Belarus tem séculos de história, mas boa parte de seus edifícios, monumentos e praças são recentes, do século XX.

Isso acontece porque mais de 80% da cidade foi destruída durante bombardeios na Segunda Guerra Mundial. 

A capital belarusa precisou ser completamente reconstruída nos anos 1950, sob a tutela do ditador soviético Stalin, transformando a paisagem local em uma espécie de propaganda arquitetônica da União Soviética.

Edifícios construídos em megablocos se espalharam pela cidade, contrastando com igrejas ortodoxas de decoração opulenta e a paisagem verde nos arredores da capital.

Isso quer dizer que a arquitetura belarusa parece um retrato fiel do comunismo do passado, levando o visitante a uma verdadeira viagem no tempo!

    Está gostando do conteúdo?
    Receba as melhores dicas de
    viagens no seu e-mail!
    Fique tranquilo, não enviamos spam!

    E-mail cadastrado com sucesso!
    A partir de agora, você receberá as melhores dicas de viagem diretamente no seu e-mail.

    Museus

    Cidade histórica, Minsk preserva boa parte de sua memória em diversos museus espalhados por toda a capital. 

    Alguns deles são bem curiosos, como o KGB Building, edifício em que funciona a agência de espionagem soviética, que possui até mesmo um museu com tour virtual!

    Outros buscam manter viva a cultura local, como o Museu Nacional de História e Cultura de Belarus e o Palácio das Artes, mais importante museu de arte do país.

    De qualquer forma, para mergulhar nos museus locais você precisará passar por cima da barreira linguística: todas as informações estão escritas em belaruso.

    Para tentar superar o idioma, a melhor alternativa pode ser contratar um guia turístico, que deve estar credenciado na Agência de Turismo Nacional.

    Com um pouco de sorte você conseguirá encontrar um guia que fale o mínimo de inglês. Para localizá-los, fique de olho da identificação oficial que utilizam.

    Pontos turísticos famosos em Minsk

    Mesmo tendo mais de 1.000 anos de história, estamos falando de um destino turístico que tem a cara da União Soviética.

    O bloco de países socialistas comandou a Belarus até 1991, mudando a cara do país com suas construções características, incluindo mega edifícios e praças amplas, onde é possível se perder entre monumentos e museus.

    Confira os principais pontos turísticos de Minsk!

    Biblioteca Nacional

    Minsk biblioteca nacional
    Fonte: Pixabay

    É necessário ser um membro para acessar os livros guardados na Biblioteca Nacional, mas a visita vale a pena mesmo que você não possa ler nada em belaruso!

    Em formato de diamante lapidado, como um símbolo do conhecimento, o edifício pode ser visto de longe, já que em nada parece com as construções soviéticas.

    No interior do prédio é possível caminhar entre os corredores, que guardam obras de arte e livros raríssimos.

    O prédio é um dos mais bonitos e recentes da capital, construído em 2006. É possível subir até o terraço do edifício, de onde pode-se contemplar boa parte da cidade, mas é preciso pagar tanto para entrar na biblioteca quanto para visitar o rooftop.

    Teatro Bolshoi de Minsk

    Lar dos melhores dançarinos do mundo, o Teatro Bolshoi de Minsk é onde funciona a Academia Nacional Bolshoi de Ópera e Ballet da Belarus, uma filial da Ópera Bolshoi, de Moscou, no país vizinho.

    Em arquitetura clássica, com colunas que lembram os prédios gregos e romanos clássicos, o edifício é lindo tanto por dentro quanto por fora.

    Vale a pena ficar de olho na programação do teatro para conferir alguns dos mais belos espetáculos de dança do planeta: os ingressos na Belarus são bem baratos, em torno de US$ 5!

    Palácio da República

    Minsk palácio da republica
    Fonte: Pixabay

    Parecido com uma imensa caixa quadrada no meio da capital belarusa, o Palácio da República não é um edifício governamental, mas a maior casa de concertos de Minsk, Belarus.

    O local recebe diversos espetáculos, como concertos, apresentações de orquestras e balés, além de reuniões entre líderes políticos e conferências científicas.

    No interior do Palácio da República funcionam, ainda, um cinema 3D e vários estabelecimentos comerciais, como bares e cafeterias.

      Está gostando do conteúdo?
      Receba as melhores dicas de
      viagens no seu e-mail!
      Fique tranquilo, não enviamos spam!

      E-mail cadastrado com sucesso!
      A partir de agora, você receberá as melhores dicas de viagem diretamente no seu e-mail.

      Igreja de São Simão e Santa Helena

      Popularmente conhecida como Igreja Vermelha, a Igreja de São Simão e Santa Helena foi construída entre 1905 e 1910.

      Logo o edifício se tornou um dos principais cartões-postais da capital belarusa, destacando-se pelos tijolos avermelhados utilizados em toda a construção, que dificilmente passa despercebida em um passeio pelo centro histórico.

      Missas em diversos idiomas são celebradas na Igreja Vermelha, como polonês, lituano e latim, além do belaruso.

      A construção fica em uma charmosa praça, a Praça da Independência, onde existe um monumento em homenagem à revolução bolchevique, incluindo uma estátua de Lênin.

      Praça da Vitória

      Minsk victory square
      Fonte: Pixabay

      Praça mais importante da cidade, a praça da Vitória foi construída como um monumento aos soldados soviéticos que pereceram durante a Segunda Guerra Mundial.

      No centro da praça existe um imenso monumento, com dezenas de metros de altura, simbolizando a vida eterna daqueles que morreram lutando contra o nazismo.

      Parque Tchaliuskintsau

      Pertinho da Biblioteca Nacional fica o Parque Tchaliuskintsau, uma ampla área verde bem no centro da capital belarusa.

      Um dos melhores lugares para um bom piquenique na cidade, o parque tem alguns hectares de área verde e entrada gratuita. Durante o inverno, o local fica completamente coberto pela neve, formando uma paisagem belíssima.

      Na estação mais quente do ano, o Parque Chelyuskinites vira um grande parque de diversões, garantindo a alegria da criançada!

      Como ir de Minsk a Vilnius?

      Você pode aproveitar a sua viagem até a capital belarusa para conhecer a capital da Lituânia, Vilnius, que fica a menos de 180 km de Minsk, Belarus.

      A maneira mais barata de fazer o trajeto é de ônibus, por cerca de 9 euros em até 3h30 de viagem, mas também é possível fazer o percurso de carro, trem ou avião.

      Não se esqueça de comprar as passagens com antecedência, pela internet!

      Adquira seguro viagem para Minsk

      Seguro Viagem: Europa
      AC 35 EUROPA AC 35 EUROPA Assistência médica EUR 35.000 Bagagem extraviada EUR 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 17/dia*
      AC 60 EUROPA AC 60 EUROPA Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada EUR 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 18/dia*
      CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) Assistência médica EUR 30.000 Bagagem extraviada EUR 1.000 R$ 23/dia*

      E não se esqueça de incluir na sua viagem um seguro, que é obrigatório para viajar à Minsk. 

      Com o Seguros Promo você pode comparar diversas seguradoras e encontrar os que tem a cobertura mais completa e com o melhor preço. 

      Não deixe que os imprevistos atrapalhem a sua viagem. E não seja barrado na imigração por não ter esse item obrigatório. 

      Viaje em segurança. De promo, você pode!


      Leia também:

      Veja também


      Recomendado para você
      Melhor preço garantido
      faça uma cotação e confira.
      Conecte-se com a gente