icone segurospromo
Cobrimos qualquer oferta!
Garanta o menor preço do mercado
Pesquisar!
24 março - 9 minutos de leitura.

Moeda do Chile: cotação, quanto levar e dicas de gastos na viagem 

Chris standing up holding his daughter Elva América do Sul

Desvendamos informações sobre a moeda do Chile que você precisa saber: quanto levar na sua viagem, qual a melhor cotação para o seu bolso, as diferenças entre o peso chileno e o real, e muito mais!

Conheça essas e outras dicas imperdíveis para tornar sua viagem ainda mais inesquecível. Confira!

Faça sua cotação de seguro viagem com 15% de desconto no Seguros Promo!

Moeda do Chile: o que você precisa saber?

O Chile é um dos países mais procurados pelos brasileiros que fazem turismo pela América do Sul.

Da energia vibrante de Santiago ao impressionante Deserto do Atacama, não faltam atrações para todo perfil de viajante.

Se você está planejando uma viagem rumo ao nosso vizinho sul-americano, deve estar cheio de perguntas na cabeça: do orçamento para as férias ao tipo de moeda que precisará usar durante a viagem.

Imagine só, tomar um susto ou se confundir ao descobrir que uma barra de chocolate custa CLP 3.000, só para perceber que, no câmbio atual, isso equivale a cerca de R$ 17,70?

Separamos dicas imperdíveis para que você não se atrapalhe com o câmbio e entenda “quanto vale o quê” durante sua viagem ao Chile.

Qual é a moeda do Chile?

Qual é a Moeda do Chile
Fonte: Pixabay

O peso foi uma moeda que se difundiu em várias ex-colônias espanholas: Argentina, Colômbia, Cuba, Uruguai e, Chile!

A moeda em vigência por lá desde 1975 é o peso chileno (CLP).

Como é o peso chileno?

A melhor forma de se proteger contra falsificações é conhecendo a moeda que você deverá usar durante uma viagem. 

O peso chileno tem cinco notas bancárias: a menor é a de CLP 1.000, enquanto a de maior valor é a de CLP 20.000.

Existem, também, sete moedas em circulação pelo país: desde a muitas vezes desprezada moeda de CLP 1 à mais valorizada CLP 500. 

Quanto vale o peso chileno?

Afinal de contas, quanto vale a moeda do Chile? Na hora de converter o dinheiro do Chile para o do Brasil, verificamos que moeda chilena vale menos. 

Só no ano passado, o peso sofreu uma forte desvalorização, de mais de 7%. Ou seja: vale muito a pena para o turista do Brasil visitar o nosso vizinho! Veja abaixo:

Como calcular a moeda do Chile?

Como calcular a Moeda do Chile
Fonte: Pixabay

Antes de mais nada, você precisará saber a cotação da moeda chilena: atualmente, com R$ 1 é possível comprar 170,65 pesos chilenos. 

No entanto, fazer a cotação de cabeça, na fila do supermercado ou em um restaurante, por exemplo, pode ser um problema. 

Não precisa se preocupar: com um truque relativamente simples fica mais fácil fazer essa conta.

Como converter moeda do Chile para real?

Suponha que uma lata de refrigerante custe CLP 1.000. Se um peso custa cerca de R$ 0,005, ou seja, meio centavo de real, pode ser que você gaste um tempinho para chegar a esse cálculo, certo?

Basta multiplicar por cinco o preço do produto ou serviço (no caso, CLP 1.000 X 5). Em seguida, divida esse valor por mil, e finalmente terá o preço em reais (5.000 ÷ 1.000 = R$ 5).

Mas fique atento: esse resultado será um valor aproximado. Afinal, a cotação oficial do peso chileno pode envolver até 11 dígitos após o zero. 

Qual o valor da moeda do Chile em relação ao dólar?

Se você pretende levar dólares a sua viagem ao Chile, precisará levar em consideração a cotação da moeda dos Estados Unidos em relação ao real e, depois, ao peso chileno.

Para saber se esse câmbio duplo vale a pena, não tem jeito: você terá que fazer uma simulação considerando essas duas operações cambiais.

Atualmente, um dólar vale cerca de R$ 5. Ou seja, R$ 1.000 equivalem a aproximadamente US$ 200. Ao mesmo tempo, um dólar vale CLP 853,30. 

Assim, US$ 200 em pesos chilenos: US$ 200 x $ 853,30 = US$ 170,60

Ou seja, nesse caso o câmbio duplo é desfavorável para o brasileiro e a melhor opção é levar reais para fazer a troca de moedas apenas uma vez, para não perder dinheiro. 

Seguro viagem para o Chile

Seguro Viagem: América do Sul
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 12/dia*
Affinity 15 Affinity 15 Assistência médica USD 15.000 Bagagem extraviada USD 1.000 (SUPLEMENTAR) R$ 11/dia*
AC 50 *COM FRANQUIA (Exceto EUA) + TELEMEDICINA AC 50 *COM FRANQUIA (Exceto EUA) + TELEMEDICINA Assistência médica USD 50.000 Bagagem extraviada USD 600 (COMPLEMENTAR) R$ 11/dia*

Imprevistos não escolhem hora nem lugar para acontecer. Sobretudo em países com diferenças climáticas mais severas em relação ao Brasil.

Dessa forma, a contratação de um seguro viagem pode ser tudo o que você precisava para escapar de uma baita dor de cabeça em meio aos passeios!

Não corra riscos e se previna contra imprevistos: faça a cotação de um seguro viagem em plataformas comparadoras, como a nossa, para garantir o melhor custo-benefício para a sua necessidade. 

Qual a melhor moeda para levar para o Chile?

Diante da perda monetária que o brasileiro pode enfrentar ao fazer o câmbio duplo, a melhor alternativa para o turismo é levar reais para o Chile. 

No entanto, existem alguns aspectos que devem ser considerados: comprar pesos chilenos no Brasil é um péssimo negócio e, além disso, usar reais fora de Santiago pode ser um desafio durante a sua viagem.

Se você tiver alguns dólares guardados de outras viagens, fique tranquilo: você não terá dificuldade para trocar por pesos chilenos durante suas férias. 

Onde comprar a moeda do Chile

Onde comprar a Moeda do Chile
Fonte: Pixabay

Os viajantes têm algumas opções na hora de comprar a moeda do Chile: casas de câmbio, aeroportos e até mesmo nas ruas. 

Desvendamos as melhores opções para fazer o seu dinheiro render mais, confira!

Onde comprar peso chileno no Brasil?

Em geral, não compensa comprar nenhuma moeda considerada “fraca” no Brasil, e a regra se estende ao peso chileno.

A cotação pode até parecer favorável em casas de câmbio brasileiras, mas saiba que pode ser até 15% mais cara do que você deve encontrar em Santiago, em dias úteis, durante o horário bancário.

Se você é precavido e já quer chegar com algumas notas de peso chileno no bolso ao seu destino, você pode encontrar a moeda do Chile facilmente em casas de câmbio brasileiras.

Onde comprar peso chileno no Chile?

A melhor opção para o seu bolso é deixar para comprar seus pesos chilenos no Chile. Santiago é uma das poucas capitais mundiais nas quais o real tem um bom mercado.

Você encontrará ótimas opções de casas de câmbio na Avenida Pedro de Valdivia, em Providencia, ou na famosa calle Agustinas, no Centro.

Você conseguirá usar reais em alguns estabelecimentos de Santiago, mas dificilmente conseguirá se virar sem pesos chilenos fora da capital. 

O real tem uma cotação desfavorável em regiões com alto fluxo de turistas carregados de dólares, como o Atacama, a Patagônia ou os Lagos Andinos. 

Nesses lugares, o indicado é o uso de pesos chilenos, dólares ou cartões de crédito.

Quais cuidados tomar ao trocar o dinheiro?

Quais cuidados tomar em viagem
Fonte: Needpix

Se você quer fazer um bom negócio no câmbio, fique longe das casas especializadas nos aeroportos. A cotação é, em geral, desfavorável em relação a outros pontos nos quais conseguirá trocar seus reais ou dólares.

Durante o inverno, seus reais valerão menos do que valem durante o verão. Na época mais quente do ano, os turistas chilenos que partem rumo ao Brasil procuram bastante a nossa moeda, o que favorece a cotação do real.

Tome cuidado com os valores das notas de peso chileno: brasileiros podem se confundir facilmente com as notas de CLP 1.000 e CLP 10.000, por conta da quantidade de zeros. Fique bastante atento!

Preste atenção, também, aos modelos das notas: no Chile, estão em circulação notas novas e antigas, então não se espante se as notas que receber não forem iguais.

Para conhecer bem todas as notas e conseguir identificar falsificações com facilidade, baixe o app Conozca Su Dinero, criado pelo Banco Central do Chile e disponível para dispositivos iOS e Android.

Vale a pena usar cartão de crédito?

O cartão de crédito é uma opção para sua viagem rumo ao Chile. Trata-se de uma alternativa rápida e segura, uma vez que você não precisa circular com quantidades significativas de dinheiro em espécie.

Lembre-se de entrar em contato com o seu banco para desbloquear o uso de seu cartão de crédito no exterior. Mesmo depois desse contato, leve o telefone do SAC internacional de seu banco anotado em algum lugar.

Não é incomum o viajante ser surpreendido ao encontrar o cartão bloqueado no exterior mesmo após a solicitação, e um simples contato telefônico com o banco pode te poupar uma baita dor de cabeça.

O uso do cartão de crédito é recomendado para pagar pela hospedagem: dessa forma, você consegue se livrar da cobrança do IVA (Impuesto al Valor Agregado) de 19%.

Além disso, uma das maiores vantagens do uso de cartões de crédito é a possibilidade de acumular milhas: assim, você já vai juntando pontos para sua próxima viagem!

A desvantagem são os impostos: no caso de compras no exterior, você precisará pagar uma taxa de 6,38% relativo ao IOF sobre o valor utilizado. 

O banco ainda vai converter o valor desse imposto em dólar, então use o cartão apenas em caso de emergência para não tomar uma surpresa desagradável com sua fatura.

Quanto custa uma viagem para o Chile?

Quanto custa a Moeda do Chile?
Fonte: Picjumbo

O país não é assim tão em conta para turismo. Ao lado do Brasil, está entre os países mais caros para viajar na América do Sul. 

Ou seja, os preços, em geral, se assemelham aos de grandes cidades brasileiras. Com paciência, antecedência e pesquisa, você conseguirá encontrar passagens para o Chile com bons preços. 

Utilize nosso site Passagens Promo para encontrar a melhor alternativa para o seu bolso.

Confira abaixo os gastos médios que você deverá ter em uma viagem para o Chile e encontre dicas para montar o seu orçamento de férias.

Qual a média de preço para a hospedagem?

Existe uma grande variedade de hospedagens no Chile. Isso quer dizer que você deverá encontrar boas alternativas em diversas faixas de preço. 

Recomenda-se que o turista reserve valores entre 10.000 CLP a 18.000 CLP para hospedagem em hostels. Se preferir quartos duplos em hotéis de 3 e 4 estrelas, deverá gastar entre 25.000 CLP e 60.000 CLP.

Quanto custa para se deslocar dentro no país?

Uma das formas mais eficientes para conhecer os arredores de grandes cidades chilenas é de carro: as diárias de aluguel de automóvel giram em torno de 20.000 CLP.

Se o carro não for uma possibilidade para você, terá que se desdobrar para chegar aos pontos turísticos com o sistema de transporte local: os horários não são regulares. 

Uma alternativa é adquirir passeios com de agências locais: pesquise a idoneidade da empresa e desconfie de preços baixos demais.

Em Santiago, você pode usar o metrô: a passagem custa cerca de R$ 4, e as linhas levam a diferentes pontos da cidade.

Qual a média de preço por passeios?

Moeda do Chile: qual a média de preço por passeio?
Fonte: Pexels

Em geral, se for fazer um passeio pelos atrativos de alguma região, reserve ao menos seis horas do seu dia e esteja pronto para pagar algo em torno de 20.000 CLP e 30.000 CLP por pessoa.

Já os passeios mais distantes, que levam o dia inteiro, como a visita ao famoso Parque Torres del Paine, pode custar entre 50.000 CLP e 90.000 CLP.

Se o seu sonho é conhecer um vulcão ou esquiar pela Cordilheira dos Andes, o preço sobe ainda mais: são pelo menos 100.000 CLP por passeio.

Quanto custa um almoço no Chile?

A alimentação no Chile tem preços bem parecidos com os que você encontra no Brasil.

Você deverá gastar entre 4.000 CLP e 5.000 CLP em locais com menos luxo e aproximadamente 8.000 CLP a 12.000 CLP nos melhores restaurantes do país.

Além disso, lembre-se de que no Chile o serviço não vem incluído no valor final da conta, e a gorjeta esperada é de, pelo menos, 10%.

Afinal, quanto dinheiro levar para o Chile?

Agora que você já sabe tudo sobre a moeda do Chile, chegou a hora de planejar seus gastos.

levando em conta gastos com hospedagem, refeições e atrações, turistas prudentes com custos deverá gastar cerca de 35.000 CLP por dia (R$ 215).

Caso você não abra mão de mais conforto e queira fazer uma viagem luxuosa, prepare-se para gastar até 120.000 CLP (a partir de R$ 700) por dia.

O meio termo é possível: com gastos entre 50.000 CLP e 70.000 CLP por dia (entre R$ 300 e R$ 425) dá para ter uma ótima viagem!

Cotação seguro viagem para o Chile

Seguro Viagem: América do Sul
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 12/dia*
Affinity 15 Affinity 15 Assistência médica USD 15.000 Bagagem extraviada USD 1.000 (SUPLEMENTAR) R$ 11/dia*
AC 50 *COM FRANQUIA (Exceto EUA) + TELEMEDICINA AC 50 *COM FRANQUIA (Exceto EUA) + TELEMEDICINA Assistência médica USD 50.000 Bagagem extraviada USD 600 (COMPLEMENTAR) R$ 11/dia*

A contratação de um seguro viagem não é obrigatória para o Chile, como em 90 por cento dos países da Europa. No entanto, o seguro é altamente recomendado para qualquer viajante. 

O sistema de saúde chileno não é 100% gratuito, e em caso de alguma urgência ou emergência médica você pode ter que desembolsar uma grana para pagar consultas ou exames médicos. 

Não perca tempo e faça agora mesmo a cotação de seguro viagem para o Chile com a melhor plataforma do mercado: Seguros Promo.

Quer viajar com economia e segurança? De Promo você pode!

Veja também


Recomendado para você
Melhor preço garantido
faça uma cotação e confira.
Conecte-se com a gente