O que fazer no Oriente Médio: destinos incríveis e dicas de turismo

O que fazer no Oriente Médio: destinos incríveis e dicas de turismo Oriente Médio
29 maio - 11 minutos de leitura.

Há muito o que fazer no Oriente Médio. Tanto que dá pra ficar bem perdido!

Com um bom planejamento, é possível traçar rotas muito informativas, com locais de visuais impressionantes e sem passar por riscos consideráveis.

Está surpreso com essas informações? Então acompanhe, que nós vamos te mostrar um pouco sobre os principais pontos turísticos do Oriente Médio!

O que fazer no Oriente Médio

O que fazer no Oriente médio

Afinal, o que fazer no Oriente Médio? Para quem curte ver as diferenças culturais, as tradições árabes podem ser encantadoras e surpreendentes.

Bastante incomum para quem está acostumado só à cultura ocidental, e com certeza possuidora de características únicas.

É de lá que pode ter se originado a dança do ventre, um espetáculo cativante e exótico frequentemente associado a rituais e práticas religiosas, no passado.

E quem se interessa por história terá muito o que fazer no Oriente Médio, pois sua história pode ser tão antiga quanto a humanidade como a conhecemos.

A região do Oriente Médio

região do Oriente médio

Mas o Oriente Médio fica em qual continente, na África ou na Ásia? A resposta é nos dois, e ainda pegando um pedaço da Europa. A região é conhecida como África-Eurásia.

É uma área pequena comparada à Ásia, mas ainda bastante grande, com seus 7,2 milhões de quilômetros quadrados, logo atrás do Brasil, com 8,5 milhões.

Seus países integrantes são os seguintes:

  • Arábia Saudita
  • Bahrein
  • Catar
  • Chipre
  • Egito
  • Emirados Árabes
  • Iêmen
  • Israel
  • Irã
  • Iraque
  • Jordânia
  • Kuwait
  • Líbano
  • Omã
  • Palestina
  • Síria
  • Turquia

As versões podem variar, incluindo mais ou menos países, por não haver uma definição precisa das fronteiras dessa área. Mas, em geral, é a esses países que nos referimos quando falamos dessa região!

-> Fazer cotação com desconto para seguro viagem

Clima do Oriente Médio

O clima é, em maior parte, bastante seco. Leve isso em consideração ao fazer seus preparativos, e também ao planejar o que fazer no Oriente Médio.

Boa parte dos biomas são desérticos, com forte presença dos estepes e pradarias, com poucas árvores baixas e muitas gramíneas.

Principalmente longe do litoral, onde o clima pode ser mais úmido. O solo não é muito produtivo, com exceção de regiões próximas a rios como o Tigre e o Eufrates.

Nessa região, assim como em algumas costas, se concentram muitos cultivos importantes, como os de café, cereais, algodão, tâmaras, uvas e azeitona.

Seguro viagem para o Oriente Médio

Oriente médio dicas

Lá tem uma certa fama de lugar perigoso e hostil, mas não precisa se preocupar. Se pesquisar bem sobre os locais e os costumes, o risco é baixo.

E afinal, as cidades brasileiras aparecem com muito mais frequência na lista das 50 mais violentas do mundo! Se conseguimos lidar com as coisas aqui, também conseguiremos por lá.

Principalmente nos pontos turísticos, que costumam ser bem tranquilos e movimentados!

Ainda assim, é bom verificar as notícias para ter certeza se não há novos conflitos ocorrendo no momento, ou se os antigos já se apaziguaram.

Mas mesmo em tempos de paz, não deixe de pesquisar um bom seguro viagem para o Oriente Médio. Imprevistos podem nos pegar no momento que menos esperamos.

Seja com coisas relacionadas ao voo, como cancelamentos ou extravio de bagagens, até mesmo a acidentes de percurso em algum destino ou a uma intoxicação alimentar.

Seguro Viagem: Oriente Médio
GTA 60 EUROMAX GTA 60 EUROMAX Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 23/dia*
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
APRIL 60 Inter Basic APRIL 60 Inter Basic Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.000 R$ 21/dia*

O que fazer no Oriente Médio: principais destinos

Então, já estando prevenido e alerta, vamos conhecer os destinos que você poderá visitar.

Veja as cidades e países do Oriente Médio que recebem mais atenção e leve-as em consideração durante seu planejamento.

Algumas das localidades mais populares se encontram no Egito, Líbano, Dubai, Jordânia e Jerusalém.

Mas certamente todas possuem sua própria coletânea de interesses, especialidades e histórias profundas e marcantes.

Vamos conhecer um pouco mais?

1. Egito

A começar pelo Egito, que fica ao nordeste da África, fazendo fronteira com o continente asiático, e é um dos mais famosos destinos africanos.

O turismo é de grande importância para a sua economia, com dezenas de milhões de turistas por ano. Especialmente por toda a cultura e história acumuladas desde os tempos antigos.

E por falar em antiguidade e modernidade, o Cairo é uma cidade no limite entre esses dois tempos.

Lá, em meio a toda a badalação de uma cidade grande, você pode deslumbrar-se com os tesouros da tumba do faraó Tutancamon, no Museu do Egito. Ou se perder nas famosas Pirâmides de Gizé.

E tem até muitas praias, nas regiões do Mediterrâneo e do Mar Vermelho, com águas calmas e recifes de corais incrivelmente coloridos!

2. Israel

Israel oriente medio

Fonte: Unsplash

A cidade sagrada do Judaísmo, do Cristianismo e do Islamismo é considerada o berço da civilização oriental e é parada imperdível para quem está de passagem pela região.

Coloque no roteiro a Cidade Antiga, o Monte do Templo e também o Santo Sepulcro, local do crucifixo e da ressurreição de Jesus, segundo a tradição cristã.

O centro financeiro é outro muito conhecido, a cidade de Tel Aviv. Assim como Jerusalém, sua capital e município mais populoso.

O turismo é tão popular que é considerada uma das maiores fontes da renda do país. Não apenas pelos famosos pontos históricos.

Há muitos resorts, museus, apresentações culturais e até locais bastante adequados para uma aventura de ecoturismo!

3. Líbano

São mais de 7 mil anos de história registrada, desde os fenícios após o mandato da França, após a queda do Império Otomano.

Dá pra imaginar que haja muito o que conhecer, não é? E pelo domínio da França até o momento de sua independência, o francês se tornou bastante comum, apesar de a língua oficial ser o Árabe.

E o turismo é bastante apreciado aqui. Um dos exemplos mais comuns é Beirute, conhecida por uma ótima hospitalidade e vida noturna animada!

Ou então você pode buscar Faraya, uma vila libanesa cheia de resorts, hotéis e até com uma estação de esqui!

4. Jordânia

Jordânia

Fonte: Pixabay

A leste de Israel se encontra a Jordânia, um dos pontos estratégicos para quem faz negócios entre a Ásia, África e Europa, e um lugar de ótimo índice de desenvolvimento.

Sua capital e centro econômico, cultural e político é Amã. Pode ser um ótimo lugar para se trabalhar, para quem se interessa!

E para quem tem muita vontade de ir ao Oriente Médio e não quer se preocupar com possíveis instabilidades e conflitos, a Jordânia é considerada um dos lugares mais seguros de lá.

Só esses aspectos e seu grande número de resorts já atraem muita atenção, mas o local não fica pra trás em questão de patrimônio histórico.

Afinal, a cidade de Petra é uma das sete maravilhas do mundo moderno! Como não apreciar?

5. Emirados Árabes Unidos

Os Emirados Árabes são uma confederação de várias monarquias. Elas são: Abu Dhabi, Dubai, Xarja, Ajmã, Umm al-Quwain, Ras al-Khaimah e Fujeira.

Cada uma se organiza de uma forma diferente e detém sua própria soberania, então vale programar uma visita a esses pontos diversos.

Sem contar que a arquitetura e o planejamento da cidade nos Emirados Árabes são pra lá de de interessantes!

Dentre suas cidades, a mais popular é Dubai. Projetada para se tornar um oásis do turismo, ela procura oferecer tudo o que há de melhor aos seus visitantes.

Por isso, é lá que se encontram alguns dos mais conceituados hotéis e restaurantes do mundo.

6. Qatar

Qatar oriente medio

Fonte: Unsplash

Qatar, ou Catar, fica a norte da Arábia Saudita e teve uma boa ascensão econômica recentemente, o que incentivou muito as visitas turísticas às suas riquezas culturais.

Ir à Grande Mesquita é vislumbrar o passado, nessa Meca inaugurada no ano de 662. É considerado o maior centro de peregrinação de todo o mundo.

E num salto de volta ao moderno, em Doha, capital do Qatar, você vai se maravilhar com os arranha-céus do complexo The Pearl. A visita vai parecer até uma ida ao futuro.

Também vale a pena conhecer o Museu de Arte Islâmica, o mercado Souq Waqif e o Mathaf (o Museu Árabe de Arte Moderna).

7. Arábia Saudita

É o país mais extenso em território do Oriente Médio e o de segundo maior Produto Interno Bruto, atrás da Turquia.

Lá, eles seguem bastante as tradições seculares, com muitas limitações: a vestimentas, comportamento e bebidas alcoólicas, por exemplo, sendo aplicadas por lei.

Mas isso não quer dizer que seja um destino chato! O Palácio de Murabba e as muralhas de Al-Thumairi podem ser uma bela de uma vista, por suas arquiteturas incríveis e estéticas tradicionais.

Esportes também são muito praticados por lá, desde os aquáticos, como mergulho e windsurfe e até mesmo ao futebol, sendo que a Arábia Saudita tem uma das seleções mais fortes do Oriente Médio!

As mulheres geralmente são proibidas de participar destes. Mas, lentamente, essa realidade começa a mudar nos tempos de hoje!

8. Chipre

O Chipre é um membro da União Europeia e uma ilha no meio do Mar Mediterrâneo, próxima da Turquia, ao sul.

Esse país é mais um dos que têm grande impacto econômico local, em boa parte por causa da movimentação do turismo.

A agitação é maior durante o verão, quando há mais sol e calor. Bom momento pra visitar a Praia Finikoudes, muito receptiva e de ótima infraestrutura.

E também há pontos culturais incríveis, como a Galeria de Artes do Museu Pieridis. Ou então o Palácio Presidencial, na capital do Chipre!

9. Turquia

Turquia

Fonte: Free Images

A Turquia é um país de profundas raízes históricas, misturando hoje a cultura otomana, que foi construída a partir da greco-romana e islâmica, e a ocidental moderna.

A capital, Istambul, é um meio-termo entre Ocidente e Oriente, Antiguidade e Modernidade, que vai encantar todos os seus sentidos.

É uma cidade cheia de templos (como a Mesquita Azul) e palácios (como o de Topkapi) para você apreciar.

Além disso, há sítios históricos e arqueológicos muito visitados por turistas. Também não vamos nos esquecer das praias da costa turca!

10. Irã

É o segundo maior país do Oriente Médio, com 1,6 milhões de quilômetros, logo atrás da Arábia Saudita, e o 18º maior do mundo.

Sua história pode ser traçada por milênios, o que se registra em alguns de seus sítios arqueológicos.

Visite a capital, Teerã, para vislumbrar seu visual marcante e um trabalho inacreditável de paisagismo, entre suas centenas de parques!

E lá mesmo, o Grand Bazaar te dá uma porta de entrada para a cultura local, incluindo a culinária da mais típica.

-> Saiba mais sobre o seguro viagem para o Oriente Médio

O que fazer no Oriente Médio: encantar-se com as belezas naturais

região do Oriente médio

Fonte: Unsplash

Alguns lugares merecem até uma menção especial, para não passarem por baixo do radar.

Você não vai se arrepender de colocar ao menos um deles no seu roteiro do Oriente Médio!

Oásis de Farafra

Localizado no Egito, o Oásis de Farafra se destaca pelas areias brancas, cobertas de giz natural, e formações arenosas inusitadas.

De quebra, ele fica próximo do Nilo — assim, o roteiro pode incluir uma visita ao rio mais longo do mundo!

Suas ruínas são tão preciosas que podem indicar até mesmo alguns registros sobre a vida pré-histórica.

A tranquilidade atrai muita gente, especialmente num lugar rodeado de regiões de temperaturas mais baixas, Farafra pode realmente ser um Oásis quente para quem quer fugir do frio!

Fiordes de Musandam

O que fazer no Oriente médio

Fonte: Pixabay

Quem disse que os fiordes são exclusividade da Noruega? A Península de Musandam é cercada por penhascos altíssimos e desérticos.

Apesar de ser parte de Omã, Musandam se localiza cercada pelo território dos Emirados Árabes Unidos, à beira do Golfo de Omã e do Golfo Pérsico.

Sua costa, rochosa, parece ter sido esculpida por geleiras, apesar de serem originadas de movimentos na crosta terrestre. Eventualmente alguns vales ficam cheios de água, por entre as montanhas.

É o cenário perfeito para um passeio de barco inesquecível, seguido de um mergulho refrescante nas suas águas cristalinas!

Província de Asir

No sudoeste da Arábia Saudita, essa é uma das regiões montanhosas mais bonitas e mais altas do local, chegando a nada menos que 3 mil metros.

E apesar de as temperaturas serem mornas e até quentes durante o dia, de madrugada pode contar com geadas e uma neblina incrivelmente intensa!

Ela também recebe mais água de chuva do que seus vizinhos próximos, então se encontra uma vegetação mais exuberante que contrasta com os arredores.

Quer jeito melhor de respirar ar fresco e ver a vida sob outro ângulo?

Mar Morto

Famoso por ser o mar em que se pode boiar com muita facilidade, quase sem esforço. Isso acontece pela alta concentração de sais.

O Mar Morto fica nas fronteiras entre Jordânia, Israel e Cisjordânia e é cercado de todos os lados por paisagens maravilhosas.

É o ponto mais baixo da terra, a mais de 400 metros abaixo do nível do mar, e tem cerca de 80 quilômetros de extensão.

É comum ver práticas medicinais associadas às águas do Mar Morto, como o uso da lama de lá para tratamentos de pele!

Monte Sinai

O que fazer no Oriente médio

Fonte: Pixabay

Se a beleza dessa cadeia montanhosa já não é motivo suficiente para fazer você dar uma passada por lá, lembramos que esse é um local sagrado para as religiões cristã, judaica e islâmica.

Afinal, trata-se do monte onde, segundo o Velho Testamento, Moisés teria recebido as tábuas com os Dez Mandamentos. No mínimo interessante, não acha?

Não se esqueça que, para fazer um trekking subindo a montanha, é preciso contratar alguma agência de turismo em Sharm el-Sheikh, ou em Dahab, por ser uma área de preservação.

O que fazer no Oriente Médio: curtir as atrações gastronômicas

oriente medio

Fonte: Free Images

Não é à toa que a cozinha árabe é tão amada nos cinco continentes: como resistir ao cheirinho e ao sabor inigualável de suas especiarias?

Alguns pratos certamente são mais exóticos e podem ser complicados para quem tem um estômago sensível, mas a comida típica árabe possui uma forte presença até mesmo no Brasil.

Só que lá você poderá encontrar muito mais variedade, e vindo direto da fonte!

Você, com certeza, não vai querer perder essas delícias na sua viagem:

Cafés e chás

Parte importantíssima da cultura dos países do Oriente médio, essas bebidas são tomadas em vários momentos do dia e em diversas ocasiões.

Entre os chás, destacamos aqueles feitos por infusão (como hortelã, hibisco ou gengibre), assim como as receitas mais elaboradas, como os egípcios Koshary e Saiidi e o turco Rize.

O café, normalmente preparado à maneira turca, é mais espesso que o nosso cafezinho, podendo conter alguma borra no fundo da xícara, além de um toque especial de canela ou cardamomo, por exemplo.

Pães chatos

O que fazer no Oriente médio

Fonte: Pixabay

O “pão árabe” ou “pão sírio” não tem esse nome no Brasil por acaso: é que esse é mesmo um dos produtos de panificação mais consumidos no Oriente.

Em uma infinidade de tipos diferentes, os pães chatos acompanham quase toda refeição e certamente devem fazer parte do seu menu nos planos gastronômicos da viagem!

Costumam ser bem finos e são preparados muito rápido, então você pode até ver alguns sendo preparados na hora.

Normalmente vêm acompanhado de recheios e frequentemente são usados no lugar de talheres!

Conservas

Grãos, picles, pastinhas e berinjelas são palavras-chave na cozinha oriental, e você, com certeza, vai se deparar com essas delícias em seu passeio.

Uma boa opção para experimentar vários deles de uma vez é o Meze, um prato servido com bebidas alcoólicas que consiste em uma variedade de comidinhas árabes para beliscar.

Ele inclui também o famoso tabule e carnes como a de cordeiro.

Nozes e castanhas

É impossível falar de doces árabes sem pensar em amêndoas, pistaches, nozes e pinhões que enfeitam, aromatizam e dão sabor à confeitaria dessa região.

Quem não dispensa uma dose de açúcar todos os dias vai enlouquecer com a diversidade de quitutes, e o tamanho do “coquetel” dos docinhos permite provar vários diferentes!

As nozes e as castanhas acompanham uma enorme diversidade dos pratos árabes. É até importante ficar atento, no caso de quem tem alergia a estas.

Cotação Seguro viagem Oriente Médio

Cotação Seguro viagem Oriente Médio

Mas infelizmente nem sempre dá pra ter certeza absoluta de que vai dar tudo certo, não é?

A sorte é que o seguro viagem internacional existe exatamente pra isso: te tirar do prejuízo ao máximo possível, caso o pior aconteça.

Então depois de decidir o que fazer no Oriente Médio, já vai ter uma boa noção das atividades que serão praticadas, certo?

Depois disso é só olhar os planos que melhor se encaixem com o perfil da sua viagem e contratar o que tiver o melhor preço pra você.

Nisso, o Seguros Promo te ajuda. No nosso site, você pode comparar até quatro seguros simultaneamente, e das seguradoras mais confiáveis do mercado.

Assim fica muito mais fácil decidir, né? Se restar qualquer dúvida, pode contar com o nosso atendimento. Depois é só fazer as malas e partir! De Promo, você pode!

Seguro Viagem: Oriente Médio
GTA 60 EUROMAX GTA 60 EUROMAX Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 23/dia*
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
APRIL 60 Inter Basic APRIL 60 Inter Basic Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.000 R$ 21/dia*