icone segurospromo
Cobrimos qualquer oferta!
Garanta o menor preço do mercado
Pesquisar!
05 junho - 10 minutos de leitura.

17 Cidades Fantasma incríveis ao redor do mundo! 

Chris standing up holding his daughter Elva Dicas de Viagem

Você sabia que cidades fantasma não existem apenas nos filmes de terror ou na literatura? 

Várias cidades completamente abandonadas estão espalhadas pelo mundo e atraem a atenção de viajantes de todas as partes do globo.

Diferentemente do cenário urbano comum, com trânsito intenso, movimento incessante de pedestres, lojas e restaurantes cheios, essas cidades perderam seus habitantes pelos mais variados motivos, que vão desde desastres ambientais até o colapso social.

O que restou de antigos centros repletos de vida e cultura são ruínas que, aos poucos, perdem a batalha contra o tempo.

Se você quer desfrutar de um roteiro de viagem diferente de tudo que você já viu, este é o artigo certo para você! Fizemos uma seleção com as cidades abandonadas mais incríveis do planeta, veja só!

Cote os melhores seguros de viagem com 15% de desconto neste link!

Cidades Fantasma: Os destinos mais curiosos para conhecer!

Embora não entrem no roteiro de boa parte dos viajantes, as cidades fantasmas mais famosas do mundo podem se tornar destinos formidáveis de viagem.

O cenário muitas vezes remete àquele encontrado em filmes pós-apocalípticos, com ruas desertas, carros e casas abandonados e um silêncio quase sepulcral.

E não vá pensando que apenas um cataclismo de grandes proporções pode justificar tamanho abandono!

A maioria dessas cidades se transformou em um “mundo perdido” porque seus moradores simplesmente decidiram se mudar para outros cantos.

Neste artigo, você vai descobrir onde estão as cidades esquecidas mais famosas do mundo, como elas chegaram a esse triste fim e as possibilidades que oferecem para os turistas. Vamos lá!

O que são Cidades Fantasma?

O que são Cidades Fantasma?
Fonte: Pixabay

A definição mais simples para cidade fantasma é uma cidade, ou assentamento urbano, que se tornou inabitada e da qual só restam ruínas.

Os motivos que podem levar a esse abandono pela população são vários: problemas ambientais, escassez de água, decadência econômica, desastres, e por aí vai.

Cidades Fantasma na China

Nas últimas décadas, o boom econômico da China fez com que o fenômeno das cidades fantasma se espalhasse por todo o país.

Para supostamente demonstrar o poderio financeiro chinês, o governo ergueu, às pressas, dezenas de megacidades em diversas regiões do país. O problema é que ninguém quis se mudar para essas novas cidades.

Estima-se que existam ao menos 50 grandes cidades abandonadas na China, mas nem todas ficam desertas durante o ano inteiro: muitas delas recebem movimento constante de turistas e só ficam vazias, de fato, em alguns meses.

Em outros termos, a maioria das cidades desertas da China está aberta a visitação e oferece alguma infraestrutura (ainda que improvisada) de conforto a turistas.

Outras 20, no entanto, são consideradas cidades permanentemente fantasmas, geralmente localizadas perto de áreas urbanas como capitais de províncias.

Anunciada em meados de 2010 como a “Dubai do Norte da China”, a cidade de Kangbashi, localizada no distrito de Ordos, tem infraestrutura pronta para atender a mais de 1 milhão de moradores, mas abriga pouco mais de 20 mil habitantes.

Beichuan, por sua vez, já chegou a ser largamente povoada, mas acabou abandonada após um devastador terremoto, em 2008: o antigo centro urbano foi reduzido a ruínas e os sobreviventes se mudaram permanentemente.

O distrito de Zhangmutou guarda uma vila fantasma que parece cenário de filme: o imenso condomínio de alto padrão tem centenas de mansões luxuosas largadas às traças, em estado de pleno abandono.

O cenário não é diferente em Jing Jin: a cidade abriga 3.000 vilas, um resort de luxo, vários museus, templos religiosos, universidades, campos de golfe, fábricas e escritórios. Só faltam moradores!

    Está gostando do conteúdo?
    Receba as melhores dicas de
    viagens no seu e-mail!
    Fique tranquilo, não enviamos spam!

    E-mail cadastrado com sucesso!
    A partir de agora, você receberá as melhores dicas de viagem diretamente no seu e-mail.

    Seguro viagem: garantia de uma viagem tranquila

    Antes de visitar as mais incríveis cidades fantasma do mundo, não se esqueça de contratar um bom seguro viagem.

    O item não é obrigatório para quem deseja conhecer a China, mas é extremamente recomendado para qualquer viajante, não importa o destino.

    O seguro garante diversas coberturas que podem salvar o seu bolso de grandes prejuízos em casos de emergências durante a sua estada em outro país.

    Dessa forma, se você precisar de atendimento médico, retorno antecipado, assistência jurídica, seguro bagagem ou outros auxílios enquanto estiver no exterior, basta acionar a sua seguradora.

    Você pode fazer a cotação de seguro viagem barato e completo para qualquer destino em nosso site buscador, Seguros Promo: é só digitar o destino desejado, incluir as datas da viagem e escolher a melhor oferta para o seu bolso.

    Seguro Viagem: Brasil
    GTA BRASIL 18 GTA BRASIL 18 Assistência médica R$ 18.000 Bagagem extraviada R$ 600 (COMPLEMENTAR) R$ 5/dia*
    AC 15 BRASIL AC 15 BRASIL Assistência médica R$ 15.000 Bagagem extraviada R$ 500 (COMPLEMENTAR) R$ 5/dia*
    AC 15 BRASIL +COVID19 AC 15 BRASIL +COVID19 Assistência médica R$ 15.000 Bagagem extraviada R$ 500 (COMPLEMENTAR) R$ 7/dia*

    Em caso de dúvidas, você pode contar com o auxílio da nossa central de atendimento exclusiva para encontrar a melhor opção para a sua viagem!

    Quais são as cidades fantasmas do mundo?

    Nem toda cidade abandonada é exatamente igual a outra e você poderá encontrar cidades fantasma por todos os cantos do planeta, seja na América, na Ásia, na Oceania, na África ou na Europa! Confira!

    Fordlândia – Brasil

    Você sabia que existem cidades fantasmas no Brasil? A mais famosa delas é Fordlândia, localizada em uma área de 15 mil m² a mais de 1.200 km de Belém, no Pará, quase na divisa com o Amazonas.

    A cidade é um projeto pessoal de Henry Ford, empresário norte-americano que fez fortuna no setor automobilístico.

    O terreno foi concedido a Ford pelo governo do Pará: a intenção do empresário era construir uma cidade autossuficiente, capaz de abastecer sua empresa de látex, material essencial para a produção de pneus e peças de borracha.

    O problema é que o espaço cedido a Henry Ford era extremamente pedregoso e infértil, tornando inviável o sucesso da empreitada.

    Do projeto só restaram prédios e ruínas em meio à floresta amazônica: um cenário incrível às margens do rio Tapajós!

    Pompeia – Itália

    Pompeia - Itália
    Fonte: Pxhere / CC0

    A italiana Pompeia sucumbiu à força da natureza: em 79 d.C, o vulcão Vesúvio, localizado a 25 km da cidade, explodiu em uma violenta erupção que liberou imensas nuvens de cinza, gases tóxicos e lava pela região.

    Toda a população foi morta instantaneamente, coberta pelos materiais expelidos pelo furioso Vesúvio.

    Pompeia manteve-se desconhecida do grande público por muitos séculos, até que foi redescoberta por arqueólogos, já no fim do século XVIII.

    Hoje, a cidade é um dos maiores destinos turísticos nos arredores de Nápoles, atraindo milhares de visitantes todos os anos.

    Pripyat – Ucrânia

    Vantagens Promo tem as melhores ofertas para você economizar na sua viagem! Encontre cupons e descontos para passagem aérea, hotel, aluguel de carro, e muito mais! Clique aqui e confira.

    Entre todas as cidades fantasma, Pripyat, na Ucrânia, certamente é a mais famosa. Se o nome parece desconhecido para você, pode ser que o nome Chernobyl seja mais apropriado.

    Fundada em 1970 pelo governo soviético na fronteira entre a Ucrânia e a antiga Bielorrússia, a cidade de Pripyat chegou a ter mais de 50 mil habitantes, grande parte deles empregados da Usina Nuclear de Chernobyl.

    Tudo veio por água abaixo em 26 de abril de 1986, quando um dos reatores da usina explodiu e liberou uma imensa quantidade de radiação pelo ar.

    Pripyat foi completamente desocupada nas semanas seguintes, enquanto um rastro de destruição se espalhava pela Europa: mais de 16 mil pessoas podem ter morrido em decorrência do desastre.

    Os níveis de radiação continuam detectáveis na cidade abandonada até hoje, e por isso os moradores nunca puderam voltar a suas casas. 

    Nos últimos anos, porém, os cientistas apontaram que é seguro caminhar entre as ruas desertas, desde que por intervalos limitados de tempo e mantendo distância dos pontos mais contaminados.

    A consequência é o aumento do interesse turístico nas ruínas de Pripyat, que recebe cerca de 90 mil visitantes todos os anos!

    Oradour-sur-Glane – França

    Oradour-sur-Glane - França
    Fonte: Pxhere / CC0

    A pequena Oradour-sur-Glane se transformou em um monumento perene que lembra os horrores da Segunda Guerra Mundial, situada na Nova Aquitânia, a 400 km de Paris.

    A aldeia foi completamente destruída durante um ataque das forças de ocupação nazistas, em 1994: houve apenas uma sobrevivente entre os mais de 640 habitantes.

    Charles de Gaulle, presidente da França durante o pós-guerra, decidiu, então, que Oradour-sur-Glane nunca seria reconstruída ou repopulada: a cidade seria eternamente um museu a céu aberto sobre a sombria Segunda Guerra Mundial.

    Varosha – Chipre

    Varosha não é exatamente uma cidade fantasma, mas um imenso bairro abandonado da cidade de Famagusta, na paradisíaca costa mediterrânea do Chipre.

    Durante a década de 1970, a região se transformou em um sangrento campo de batalha entre tropas gregas e turcas durante a invasão da Turquia à ilha.

    A população fugiu como pôde e as forças armadas turcas isolaram a cidade que, além de se tornar um badalado destino turístico, acabou virando arma de barganha no impasse entre os dois países pelo domínio do Chipre!

    Kolmanskop – Namíbia

    Cidades Fantasma Kolmanskop - Namíbia
    Fonte: Unsplash

    A cidade de Kolmanskop teve uma história breve, porém próspera, em pleno deserto da Namíbia. 

    A região foi ocupada no começo do século XX por mineiros alemães em busca de preciosos diamantes, mas sofreu um forte declínio econômico após a Primeira Guerra Mundial, entre 1914 e 1917.

    As minas de diamante se esgotaram e a cidade acabou completamente abandonada na primeira metade da década de 1950.

    Hoje, tudo o que restou foram casas enterradas até o teto nas areias quentes do deserto namibiano.

    Dallol – Etiópia

    Escondida entre as intermináveis dunas do deserto de Danakil, na Etiópia, a cidade de Dallol abrigava uma antiga comunidade mineradora de sal que acabou despovoada durante a década de 1960.

    Os motivos para o abandono foram vários: a cidade tem a maior média de temperatura do mundo, de 35ºC, e está localizada a poucos metros do vulcão Dallol, que segue ativo.

    Bodie – EUA

    Bodie - EUA
    Fonte: Pxhere / CC0

    Bodie é uma das mais de 6.000 cidades fantasmas dos EUA, a maioria delas construída da noite para o dia em nome da Corrida do Ouro que sacudiu o oeste norte-americano na segunda metade do século XVIII.

    Localizada na Califórnia, Bodie chegou a abrigar mais de 10 mil pessoas e, por isso, dispõe de infraestrutura completa: casas, templos, comércios e hospitais.

    A cidade fica a 580 km de Los Angeles e a 400 km de San Francisco: que tal conhecer esse destino abandonado e muito bem preservado durante o seu roteiro pela Califórnia?

    Kayakoy – Turquia

    Lar de gregos otomanos até a queda do império, na década de 1920, a cidade de Kayakoy fica localizada às margens das águas cristalinas do Mediterrâneo, na chamada região do Dodecaneso.

    Completamente despovoada desde então, a cidade hoje só vê o movimento de turistas interessados na rica história local e nas paisagens paradisíacas, como um grande museu a céu aberto.

    Copehill Down – Inglaterra

    A pequena Copehill Down está listada entre as cidades fantasma mais charmosas do mundo e nunca chegou a ser povoada propositalmente.

    O Ministério da Defesa do Reino Unido construiu a cidade aos moldes de vilas alemãs da região da Baviera para que as forças armadas pudessem treinar e se preparar para os combates da Segunda Guerra Mundial.

    A aldeia fantasma, localizada no condado de Wiltshire, ainda está perfeitamente preservada e atrai a atenção de viajantes do mundo todo!

    Pyramiden – Noruega

    Pyramiden - Noruega
    Fonte: Stocksnap / CC0

    A cidade foi fundada no começo do século XX pelo governo sueco e acabou vendida à União Soviética em 1927.

    A ideia era que o lugar oferecesse escolas, bibliotecas, quadras, teatros e cinemas, além de alimentação gratuita e de qualidade a seus moradores, o que deu certo por um bom tempo.

    O projeto, no entanto, foi repentinamente encerrado na década de 1990, durante a dissolução da União Soviética: os moradores foram orientados a fazer as malas e deixar a cidade imediatamente, e nunca mais voltaram.

    Pegrema – Rússia

    Assim como Pyramiden, Pegrema é uma das cidades fantasma resultantes da dissolução da União Soviética, entre os anos 1980 e 1990.

    A charmosa vila foi construída às margens do lago Onega, em uma região bastante arborizada, a 360 km de São Petersburgo, mas hoje está completamente inabitada.

    Sanzhi Pod City – Taiwan

    A cidade de Sanzhi Pod City foi concebida para se tornar um destino para ricos e famosos taiwaneses, em meio às montanhas do país. 

    O projeto era ousado e apostava na habitação em cápsulas com design futurista, mas acabou fracassando após os investimentos sumirem em decorrência de uma série de acidentes fatais entre os trabalhadores envolvidos na construção da cidade.

    Chaitén – Chile

    Cidades Fantasma Chaitén - Chile
    Fonte: Elvis Boaventura / Wikimedia Commons / CC BY 3.0

    Na lista de cidades fantasmas da América, Chaitén é uma que passou por quase tudo até ser completamente desabitada.

    A região foi evacuada em 2008, quando o vulcão Chaitén se tornou ativo pela primeira vez em quase 10 mil anos e disparou toneladas de cinzas e lava sobre a cidade.

    A tragédia não parou por aí: apenas uma semana depois da erupção, Chaitén foi completamente inundada e ficou submersa por vários dias.

    Hoje, tudo que resta na região são construções em ruínas, estradas abandonadas e reflexos daquele que um dia foi lar de quase 5.000 pessoas.

    Hashima Island – Japão

    A empresa Mitsubishi investiu milhões de dólares na construção de uma ilha ao redor de um depósito de carvão, na costa de Nagasaki, no Japão.

    Mais de 5.000 pessoas viviam em imensos edifícios de concreto na região, até que o país decidiu extinguir suas minas de carvão, em 1960, o que selou o destino da ilha, desde então abandonada.

    Atualmente, Hashima Island é tombada como Patrimônio Mundial pela Unesco e recebe milhares de visitantes todos os anos.

    Belchite – Espanha

    Belchite, na Espanha, era uma cidade próspera, em pleno crescimento econômico, até que a Guerra Civil Espanhola eclodiu, na década de 1930, e o lugar se tornou mais uma das cidades fantasma europeias.

    O município foi completamente destruído por um ataque das tropas comandadas pelo ditador Franco, que não autorizou a reconstrução do local: a ordem era tornar Belchite um eterno lembrete do que aconteceria aos inimigos do regime.

    Humberstone – Chile

    Humberstone foi criada, em meio a muita expectativa, na segunda metade do século XIX: a cidade se tornaria a maior produtora de nitrato de potássio das Américas e, quiçá, do mundo.

    O que ninguém esperava era o impacto da Grande Depressão de 1929 e o declínio da demanda pelo minério.

    Aos poucos, Humberstone foi sendo despovoada, até que se tornou um lugar completamente deserto, décadas depois.

    A Unesco reconheceu a importância da cidade para a história chilena e a tombou como Patrimônio da Humanidade em 2005. 

    Agora, o único movimento por suas ruas, é o de turistas interessados em conhecer uma das principais cidades fantasma do país.

    Faça cotação de seguro viagem online

    Quem deseja conhecer as cidades fantasma mais incríveis do mundo não pode deixar de contratar um bom seguro viagem para garantir a proteção que precisa durante a sua estada.

    Embora esses destinos não ofereçam riscos ao viajante, é inegável que imprevistos podem acontecer.

    Por isso, antes de fazer suas malas para conhecer as cidades da nossa lista, vale a pena contratar um seguro completo: com coberturas médica e odontológica, assistência jurídica, retorno antecipado e outros serviços.

    Em nosso site de buscas, Seguros Promo, você pode fazer a cotação de seguro viagem barato e completo em poucos cliques: basta digitar o destino que vai visitar e as datas da viagem para acessar as melhores ofertas.

    Seguro Viagem: Seguros Internacionais
    AC 35 MUNDO (Exceto EUA) AC 35 MUNDO (Exceto EUA) Assistência médica USD 35.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 16/dia*
    CORIS 30 MUNDO BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) CORIS 30 MUNDO BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) Assistência médica USD 30.000 Bagagem extraviada USD 1.000 R$ 23/dia*

    Conhecer cidades incríveis que parecem cenários de filmes sem abrir mão da tranquilidade e economia? De Promo você pode!


    Continue sua leitura!

    Veja também


    Recomendado para você
    07 maio - 4 min de leitura.
    Dicas para sua viagem em família
    Melhor preço garantido
    faça uma cotação e confira.
    Conecte-se com a gente