icone segurospromo
Cobrimos qualquer oferta!
Garanta o menor preço do mercado
Pesquisar!
27 abril - 9 minutos de leitura.

Mapa da Patagônia: quando ir, informações e dicas de turismo 

Chris standing up holding his daughter Elva América do Sul

Conhecer todo o mapa da Patagônia é o sonho de muita gente apaixonada por aventura, natureza e ecoturismo.

Essa região que fica no extremo sul do nosso continente é cenário de grandes lagos de água puríssima, montanhas e muitas, mas muitas geleiras.

Seja a Patagônia chilena ou a argentina, esse território marcado por condições climáticas extremas, bem como inúmeras atrações naturais e turísticas, pode ser tudo o que você nem sabia que precisava!

Cote os melhores seguros de viagem do Brasil neste link!

Mapa da Patagônia: o que conhecer pela região?

Quem visita a Patagônia pode desfrutar de inúmeras atividades, do ecoturismo ao turismo de aventura.

Os mais audaciosos podem se aventurar em trilhas ou descer as montanhas de esqui, enquanto outros podem preferir o conforto de um chocolate quente em meio a uma paisagem montanhosa inesquecível.

Destacamos as principais atrações patagônicas para que você monte seu roteiro de viagem ideal, confira!

Onde está localizada a Patagônia?

Mapa da Patagônia: onde fica?
Fonte: Pixabay

A Patagônia é uma região extrema: é a seção que fica mais ao sul da Cordilheira dos Andes, no extremo sul do nosso continente, bem na Terra do Fogo.

Parte do território pertence à Argentina e a outra metade é de autoridade do Chile. No entanto, seja lá em qual lado da fronteira você estiver, prepare-se para uma viagem diferente e impressionante.

Quando viajar para a Patagônia?

A região da Patagônia é rica em belezas naturais que seguem o rumo das estações, mas não se engane: é uma região gelada!

Trata-se da área do mundo com mais geleiras fora das zonas polares, e os termômetros não passam de 10ºC no verão e ficam, em média, nos -20ºC no inverno.

Os glaciares ficam abertos e ativos durante o ano inteiro, mas a paisagem muda constantemente.

No inverno no Chile, tudo fica coberto de gelo, mas quando o verão chega, o verde toma conta da paisagem.

Por conta das condições climáticas rigorosas, as melhores épocas para visitar a região são a primavera e verão, entre os meses de novembro e março.

Além das temperaturas mais amenas, os dias são mais longos, e você poderá aproveitar ao máximo a viagem. É um dos períodos do ano com maior tráfego de turistas na região.

A baixa temporada acontece entre maio e outubro: as temperaturas começam a cair e você pode encarar alguma chuva na região, mas você encontrará os melhores preços na rede hoteleira, passeios ou restaurantes.

Durante o inverno, entre julho e setembro, os dias são mais curtos e a paisagem fica tomada pela neve: cenário perfeito para os turistas apaixonados por frio. Período perfeito para esquiar! 

Passagens aéreas para a Patagônia

As passagens aéreas são, geralmente, o item mais caro de qualquer viagem. Dessa forma, se você quer fazer alguma economia em sua viagem para a Patagônia, é o melhor lugar para começar!

Faça cotações para diferentes dias, horários e rotas de viagem.

Recomendamos o uso de nossa plataforma comparadora, Passagens Promo: assim, você pode facilmente verificar diferentes companhias aéreas e terá mais chances de encontrar o menor preço do mercado.

Passsagens para Santiago!
Passagens aéreassaindo de

É possível até criar alertas de preço para ser notificado quando houver alguma alteração nos valores cobrados para o trecho de sua viagem.

Seguro viagem para a Patagônia

A Patagônia é um dos principais destinos de ecoturismo e turismo de aventura do mundo inteiro. São trilhas, passeios, pistas de esqui e muito mais à disposição dos visitantes.

Para aproveitar o máximo possível as experiências que você pode viver nessa região, a melhor alternativa é a contratação de um seguro viagem.

Uma boa dica é usar ferramentas comparadoras, como a nossa plataforma, Seguros Promo, para encontrar o melhor preço entre as melhores seguradoras do mercado.

Seguro Viagem: América do Sul
Affinity 15 Affinity 15 Assistência médica USD 15.000 Bagagem extraviada USD 1.000 (SUPLEMENTAR) R$ 16/dia*
AC 35 MUNDO (Exceto EUA) AC 35 MUNDO (Exceto EUA) Assistência médica USD 35.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 16/dia*
Intermac 15 Turístico Internacional Intermac 15 Turístico Internacional Assistência médica USD 15.000 Bagagem extraviada USD 350 (SUPLEMENTAR) R$ 18/dia*

Com um investimento de cerca de R$ 10 por dia, você garante cobertura e assistência em diversos casos, como cancelamento de voo, emergências médicas ou odontológicas, extravio ou roubo de malas e muito mais.

Patagônia Argentina

A Patagônia Argentina é cenário de patrimônios naturais da humanidade, como o deslumbrante Parque Nacional Los Glaciares e o Glaciar Perito Moreno.

A região é lar de pinguins, baleias e leões-marinhos, entre centenas de outras espécies que podem ser observadas em safáris náuticos.

Com um clima interiorano, os turistas têm diversas opções de bares, lojas, restaurantes, chocolaterias e cafés, bem como podem desfrutar de vinhos e cervejas artesanais de produção local.

Como ir para a Patagônia Argentina?

A melhor forma de chegar à Patagônia Argentina é de avião: a Aerolíneas Argentinas tem voos para os melhores os aeroportos da região.

Não existem voos diretos: você precisará voar do Brasil para Buenos Aires e, só então, poderá embarcar rumo ao Aeroporto de Ushuaia ou El Calafate.

Os mais audaciosos podem optar pela roadtrip, de preferência em um veículo 4×4. Mas é preciso caprichar no planejamento: você não terá muitas oportunidades para abastecer ou fazer manutenção no carro no trajeto.

Caso queira viajar de cidade em cidade, uma boa alternativa pode ser com ônibus ou vans que circulam pela região.

Mapa da Patagônia Argentina

O mapa da Patagônia argentina compreende as províncias de Río Negro, Neuquén, Santa Cruz, Terra do Fogo e Chubut.

Confira as principais atrações dessa região exótica e extrema!

1. Ushuaia

Quem quer ver simpáticos pinguins ou conhecer glaciares gigantes precisa passar por Ushuaia, cidade mais austral de todo o mundo.

A região tem uma geografia privilegiada, com muitas montanhas e vales que ficam cobertos de neve no inverno, cenário ideal para a prática de esportes como esqui, snowboard, trenós e motos de neve. 

A Laguna Esmeralda, com águas que refletem a neve dos topos das montanhas, é um dos pontos mais visitados pelos turistas em Ushuaia.

A cidade “ferve” no inverno, quando é inundada de turistas, mas tem boas atrações durante o ano inteiro.

2. El Calafate

Mapa da Patagônia: El Calafate
Fonte: Pixabay

A charmosa cidade de El Calafate é a melhor base para quem deseja conhecer o célebre glaciar Perito Moreno, a cerca de 70 km de distância.

É uma cidade que vive do turismo, por isso, espere ver muitas lojinhas, diversos restaurantes, centros comerciais e até cassino.

Além das atrações naturais, os visitantes podem curtir os museus da cidade ou ir às compras de equipamentos para a neve ou souvenires em uma das muitas lojinhas da província.

Os visitantes buscam muito os passeios de canoa e trekking no Parque Nacional ou na Laguna Los Tempanos.

3. Perito Moreno

Uma das mais famosas geleiras do mundo, com mais de 5 km de largura e 60 metros de altura!

Cinco circuitos de passarelas estão interligados em uma rede de passarelas para observação do glaciar que chega a quase 4 km de extensão.

O melhor de tudo é que o local é de fácil acesso: o visitante pode usar uma escadaria, rampas especialmente projetadas para cadeirantes ou até mesmo um elevador para contemplar esse espetáculo natural.

A vista mais comum na região são os imensos blocos de gelo se desprendendo do paredão e despencando nas águas de cor turquesa do lago.

4. Bariloche

A viagem para Bariloche te leva a uma das cidades mais famosas da Patagônia Argentina. Destino de muitos turistas brasileiros todos os anos, este destino garante atrações durante o ano inteiro.

No verão, é comum a prática de esportes como canoagem e windsurf no lago Nahuel Huapi.

A alta temporada, porém, acontece no inverno, quando a cidade é invadida por milhares de turistas ávidos pela temporada de esqui.

Bariloche tem uma excelente infraestrutura de hotelaria e serviços, o que torna a cidade uma das preferidas como ponto de partida para excursões pela região.

Patagônia Chilena

Mapa da Patagônia Chilena
Fonte: Pixabay

Este lado chileno tem a presença das águas do Oceano Pacífico, ao sul da Cordilheira dos Andes. 

Grande parte do território é intocado pelo homem, o que reserva paisagens incríveis aos visitantes deste cantinho no extremo sul da América Latina.

Como ir para a Patagônia Chilena?

Não existem muitas opções aos brasileiros que desejam visitar essa região: será preciso voar do Brasil para Santiago e, só então, partir para a Patagônia Chilena.

O principal destino é Punta Arenas, que recebe voos regulares saídos de Santiago, operados pela Latam.

Se você tiver optado por fazer o trajeto de carro, capriche no planejamento: só existem postos de combustíveis nas cidades de Punta Arenas e Puerto Natales.

Mapa da Patagônia Chilena

Chegar à Patagônia Chilena não é uma tarefa simples: trata-se de uma das regiões mais isoladas do mundo. No entanto, a missão é recompensada com paisagens praticamente intocadas.

Conheça as principais atrações do lado chileno da região mais ao sul da América!

O que fazer na Patagônia Chilena?

Assim como o lado argentino, a Patagônia Chilena é riquíssima em belezas naturais: são inúmeras montanhas de topo nevado, bem como vales, lagos e geleiras esperando pela sua visita.

Destacamos os principais destinos da região, como o Parque Nacional Torres Del Paine ou a impressionante Carretera Austral. Confira!

1. Punta Arenas

Punta Arenas é a principal base da Patagônia Chilena: além de ser sede do melhor aeroporto da região, é a cidade que fica mais perto do Parque Nacional Torres Del Paine.

Por conta da localização privilegiada, no Estreito de Magalhães, ponto de encontro dos oceanos Pacífico e Atlântico, Punta Arenas é a principal base para excursões na região e até na Antártida!

Além das atrações naturais, os visitantes também podem desfrutar do charme dessa cidade de arquitetura de estilo europeu e excelente infraestrutura de hotelaria e serviços.

A cidade é parada obrigatória para quem quer ver pinguins, em uma reserva natural dedicada a eles bem no meio do Estreito de Magalhães.

2. Puerto Natales

Puerto Natales é uma das principais “portas de entrada” para o lado chileno da Patagônia.

A cidade tem localização privilegiada, aos pés da Cordilheira dos Andes, pertinho do Parque Nacional Torres Del Paine e da reserva Bernardo O’Higgins.

Menos badalada do que a vizinha Punta Arenas, Puerto Natales é uma boa opção de base para quem quer visitar os parques nacionais da região. 

A rede hoteleira, porém, é mais modesta e com menos opções luxuosas.

A gastronomia da cidade é bastante famosa, com destaque para os pratos à base de frutos do mar ou carne de cordeiro, uma das principais especialidades da região. 

Para regar as refeições, nada melhor que um tradicional vinho chileno, bebida preferida dos moradores locais.

Além do tradicional Torres Del Paine, os turistas também podem se divertir na trilha Circuito W, que leva a três vales diferentes ou conhecer algum dos glaciares da região.

Os amantes de história podem desfrutar uma visitar à Cueva del Milodón, uma imensa caverna que já abrigou animais pré-históricos, como uma espécie de bicho-preguiça gigante.

3. Torres Del Paine

Mapa da Patagônia: Torres del Paine
Fonte: Pixabay

Este Parque Nacional é, provavelmente, o ponto turístico mais famoso de toda a Patagônia.

A reserva é famosa pelos imensos icebergs de cor azul intensa, bem como pelos pampas ricos em vida animal.

O parque recebeu esse nome por conta de três torres de granito que se destacam no horizonte, conhecidas como Cuernos del Paine.

Por lá, os visitantes podem se aventurar em uma das muitas trilhas distribuídas pelos mais de 283 mil m² ocupados pelo parque. 

4. Carretera Austral

Se você tem o sonho de fazer uma road trip inesquecível, não pode deixar de conhecer uma das rodovias mais bonitas do mundo, a Carretera Austral, que corta 1.240 km do território chileno.

A estrada é rodeada por parques e reservas naturais, como o Parque Nacional Queulat e o Parque Pumalín.

O traçado da rodovia garante uma vista privilegiada da região: é possível avistar fiordes, rios, lagos, montanhas de pico coberto por neve e pampas ricos em belezas naturais.

Não é à toa que a Carretera Austral é considerada um dos maiores tesouros chilenos!

Quanto tempo ficar na Patagônia Argentina?

Mapa da Patagônia Argentina
Fonte: Pxhere

O tempo médio indicado para conhecer cada cidade é de dois dias, mas existem diversos fatores a serem considerados.

A Patagônia está longe de ser um destino barato para turismo. Por conta de seu isolamento geográfico, a região tem uma média de preços de serviços e hospedagens acima da média do continente.

Além disso, as distâncias a serem percorridas são grandes e os meios de transporte podem não ser tão eficientes quanto em grandes cidades, então você precisará de algum tempo para gastar apenas com deslocamento.

O segredo é não ter preguiça e se jogar na pesquisa para planejar bem suas rotas e as atrações que deseja conhecer.

Quanto tempo ficar na Patagônia Chilena?

A Patagônia Chilena consegue ser ainda mais isolada que o lado argentino. Dessa forma, o tempo gasto em deslocamentos deve ser ainda maior.

Recomendamos ao menos quatro dias para que você explore o máximo possível do Parque Nacional Torres Del Paine. 

Para conhecer os principais pontos turísticos da região serão necessários ao menos sete dias.

Se você estiver planejando uma road trip pela Carretera Austral, o ideal é dedicar ao menos duas semanas somente para esse trajeto.

Cotação seguro viagem para a Patagônia

Agora que você já sabe cada segredo do mapa da Patagônia, está na hora de começar a planejar a sua viagem.

Para desfrutar das atividades de ecoturismo ou turismo de aventura, como esqui e snowboard, a melhor alternativa é a contratação de um bom seguro viagem, com cobertura nos casos de emergências médicas.

Dessa forma, você conseguirá curtir a viagem intensamente, sem se preocupar com imprevistos ou situações desagradáveis.

Faça sua cotação agora mesmo em nossa plataforma comparadora, o Seguros Promo, para garantir economia e proteção!

Seguro Viagem: América do Sul
Affinity 15 Affinity 15 Assistência médica USD 15.000 Bagagem extraviada USD 1.000 (SUPLEMENTAR) R$ 16/dia*
AC 35 MUNDO (Exceto EUA) AC 35 MUNDO (Exceto EUA) Assistência médica USD 35.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 16/dia*
Intermac 15 Turístico Internacional Intermac 15 Turístico Internacional Assistência médica USD 15.000 Bagagem extraviada USD 350 (SUPLEMENTAR) R$ 18/dia*

Viajar com economia e tranquilidade? De Promo você pode!

Veja também


Recomendado para você
Melhor preço garantido
faça uma cotação e confira.
Conecte-se com a gente