Viagem para Bariloche: o que fazer, dicas e custos [Guia Completo]

Viagem para Bariloche: o que fazer, dicas e custos [Guia Completo] América do Sul
30 maio - 10 minutos de leitura.

Pensando em uma viagem para as montanhas, com neve e muito vinho? Se envolver esportes melhor ainda? Uma viagem para Bariloche é o seu destino perfeito!

Oficialmente San Carlos de Bariloche é uma cidade da Argentina, localizada na província de Rio Negro, junto à Cordilheira dos Andes, na fronteira com o Chile.

Com uma localização privilegiada de belezas naturais, é rodeada por lagos, como o Nahuel Huapi e Gutiérrez, e montanhas, como Centro Catedral e o Cerro López.

Destino de muitos brasileiros possui opções de turismo para todos os gostos. Confira nossas dicas de viagem para Bariloche.

Viagem para Bariloche

Viagem para Bariloche

Bariloche recebe turistas de várias partes do mundo, e principalmente, do Brasil. Destino de inverno preferido dos brasileiros por causa dos picos nevados, fondue e esportes de neve.

A cidade é conhecida por abrigar a maior estação de esqui da América do Sul, o Cerro Catedral. Mas não é só de neve que Bariloche vive!

Se essa não é a sua prioridade, há outras épocas do ano para você aproveitar esportes, como escalada, caminhadas, caiaquismo, rafting e outras modalidades.

Bariloche também pode ser romântica! Já se imaginou em um quarto com vista para os lagos argentinos e tomando um chocolate quente especial da região?

Como chegar em Bariloche

Viagem a Bariloche

Para chegar a Bariloche é simples! Você pode optar por ir por terra, água ou céu.

Apesar de todas as possibilidades, voar é sempre mais rápido e cômodo. Há voos regulares e com opções de horários partindo do Brasil toda semana.

Geralmente, os voos que saem do Brasil fazem conexão em Buenos Aires, então fique atento ao aeroporto de chegada e o de saída, já que a capital argentina possui dois.

No inverno, o número de voos do Brasil costuma aumentar e fazem o trajeto sem escala.

Se você já estiver pelo Chile, é possível cruzar a Cordilheira dos Andes de ônibus, fazendo duas paradas para a imigração de saída do Chile e de entrada na Argentina.

Outro roteiro possível é por meio dos lagos Andinos a partir do Chile. A navegação passa por 3 lagos e realiza o percurso entre um lago e outro de ônibus. Essa opção é um passeio muito tradicional na região.

Quando ir a Bariloche

Quando ir a Bariloche

A melhor época de viajar para Bariloche vai depender do objetivo de turismo de cada um. Mas a alta temporada na cidade é no inverno, entre os meses de maio e agosto.

Na época mais fria de Bariloche, as temperaturas mínimas são negativas e as máximas vão de 8º a 10º.

Entre março e abril, o clima na cidade oscila muito por causa do outono. Viaje preparado para pegar temperaturas entre 0º e 20º, até no mesmo dia.

Já no verão, durante os meses de dezembro e fevereiro, Bariloche continua cheia de turistas e com temperaturas moderadas. Os termômetros marcam entre 20º e 25º.

Na primavera, em outubro e novembro, a tendência é de fortes ventos e também de temperaturas variadas como no outono. Não é uma boa época para quem deseja aproveitar a neve.

Viagem para Bariloche no verão

Viagem para Bariloche no verão

Fonte: Pixabay

No verão você encontrará muitos turistas, principalmente, argentinos em busca de esportes como escalada nas montanhas verdes e caiaque nos lagos da região.

O auge da estação é entre os meses de dezembro e fevereiro, com temperaturas entre 20º e 25º. /p>

Nessa época do ano, o sol se põe às 21h, assim, com o dia mais longo a cidade é muito mais aproveitada.

Viagem para Bariloche no inverno

Viagem para Bariloche

Fonte: Pixabay

Ah, o inverno… estação preferida dos brasileiros em Bariloche, principalmente, para quem deseja conhecer a neve.

Pode encher a mala com roupas de frio, viu? Prepare-se para pegar temperaturas mínimas abaixo de zero e máximas de 8º a 10º.

Nem preciso lembrar que você encontrará muitos conterrâneos por lá, né? O inverno argentino é entre os meses de maio e agosto, época de férias escolares no Brasil.

Quando tem neve em viagem para Bariloche?

O foco de muitos turistas ao escolher Bariloche como destino de férias é o de conhecer a neve.

Que o inverno é entre os meses de maio e agosto, você já sabe! Mas quando tem neve?

As primeiras nevadas já podem cair no final de maio e início de junho, mas a neve acumulada para o esqui, por exemplo, só acontece mais pro final do mês de junho.

Então, quanto mais próximo de julho você programar sua viagem mais chances de aproveitar a neve terá.

Ver a neve é garantido, mas vê-la caindo, como nos filmes, é questão de sorte. Isso se deve ao fato de que as nevadas não caem durante toda a estação e nem todos os dias.

Seguro Viagem para Bariloche

dicas Viagem para Bariloche

Fonte: Pixabay

Assim como para qualquer outro destino na Argentina, o Seguro Viagem não é obrigatório para Bariloche, mas tem sua grande importância.

Além da facilidade em encontrar atendimento e apoio em casos emergenciais, o Seguro Viagem para Bariloche irá te proporcionar uma viagem com mais tranquilidade.

Já pensou você está lá na estação de esqui e torce o tornozelo? Ou não está acostumado com o frio e pega uma gripe brava? E agora, o que fazer?

Com o Seguro Viagem para Argentina você terá cobertura médica e toda assistência necessária para não deixar esses imprevistos atrapalharem seu passeio.

Alguns pacotes possuem até suporte em casos de cancelamentos de voos e extravio de bagagens. Basta você escolher o que melhor lhe atende.

Ah, existem pacotes com coberturas especiais para os esportistas.

Seguro Viagem: América do Sul
TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
AC 35 INTER Assistência médica USD 35.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 12/dia*

Quanto custa uma viagem para Bariloche?

A média de pacotes de passagens e hospedagem de 7 dias para uma pessoa é de R$3.000 a R$4.500.

Há turistas que preferem economizar ao máximo se hospedando em albergues e outros preferem aproveitar a viagem ao máximo em hotéis 5 estrelas.

A dica para economizar nas passagens e hospedagens é pesquisar com antecedência e em vários dias.

Já para fazer os principais passeios em Bariloche você deverá desembolsar aproximadamente R$1.500.

Para transporte, alimentação, lembrancinhas e acessórios o gasto médio é de R$1000 a R$1500. É importante lembrar que esta é uma estimativa e pode sofrer variações.

Dicas de viagem para Bariloche na Argentina

Viagem para Bariloche dicas

Fonte: Pixabay

Em Bariloche você poderá se deslocar de ônibus, transfer, táxis, remis ou alugar um carro. O mais utilizado pelos turistas são os remises, uma espécie de táxi mas com um valor fixo.

Se você fechar um tour pela cidade com uma empresa da região, o transfer já estará incluso no valor. Você só precisará de outro meio de transporte se quiser ir a um restaurante, por exemplo.

Geralmente, os turistas alugam roupas de neve. É mais vantajoso do que comprar, já que você não usará fora de Bariloche.

Outra dica de roupas é se vestir com o famoso método cebola. Enquanto estiver caminhando pelas ruas, utilize um casaco mais pesado e resistente ao frio.

Já ao entrar em um restaurante aquecido, por exemplo, você poderá tirar o casaco e manter apenas o suéter de baixo.

Fuso horário de Bariloche

O fuso horário de Bariloche é o mesmo que o horário oficial de Brasília.

Com o fim do horário de verão no Brasil, os horários oficiais da Argentina e do Brasil não possuem nenhuma diferença durante o ano todo..

Então, não se preocupe! Você não sofrerá nenhum impacto com a mudança de localidade.

Voltagem em Bariloche

Na Argentina as tomadas só possuem a voltagem de 220V. Então, preste muita atenção quando for carregar os equipamentos eletrônicos.

Apesar da maioria dos eletrônicos brasileiros serem bivolts, o que suporta tanto a carga de 110V e 220V, os equipamentos mais antigos ainda são de 110V.

Então, cuidado para não queimá-los! Ah, ande sempre com um adaptador universal, porque além da voltagem ser diferente o formato das entradas também é.

Qual a melhor moeda para levar para Bariloche?

A moeda utilizada em Bariloche é o peso argentino, mas você também pode utilizar dólares e reais.

Se você prefere viajar com dinheiro em mãos, o dólar é a melhor opção. Geralmente, a cotação do dólar em Bariloche é muito vantajosa.

Agora, a dica é: evite viajar com reais! Apesar de aceitarem o pagamento em reais, a moeda brasileira é muito desvalorizada na cidade.

Caso não tenha outra opção, prefira fazer o câmbio em Buenos Aires!

Preciso de visto para viagem a Bariloche?

A boa notícia é que para uma viagem a Bariloche, os brasileiros não precisam de visto e nem de passaporte. Assim ficou mais fácil ainda de viajar, né?

Para entrar na Argentina é necessário apenas a apresentação do Registro Geral (RG) em um bom estado de conservação.

O ideal é que o documento tenha sido emitido recentemente e tenha uma foto de fácil reconhecimento.

O que fazer em Bariloche

o que fazer em Bariloche

Os passeios em Bariloche são diversificados. Você pode escolher um mais radical, como o esqui, ou mais tranquilo, como as trilhas.

Um passeio de barco ou apreciar a paisagem do teleférico. Museus, restaurantes e fábricas de chocolate são algumas das muitas opções disponíveis para os turistas.

Bariloche também tem o Museu do Chocolate, que explica todo o processo de fabricação e a história do chocolate. O museu pertence a marca Havanna, também consolidada no Brasil.

A Catedral de San Carlos de Bariloche é uma verdadeira obra de arte com sua imponente arquitetura e merece uma visitinha.

Aproveite também para fazer uma caminhada pelo centro de Bariloche e comprar muitos chocolates. É possível conhecer boa parte da cidade a pé.

Para os turistas que possuem mais tempo livre na sua programação, um passeio de barco entre Bariloche e Puerto Varas, no Chile é uma experiência incrível.

O trajeto passa por 7 lagos com cores variadas e paisagens de tirar o fôlego.

1. Circuito Chico

Viagem para Bariloche dicas

Fonte: Unsplash

O Circuito Chico é um dos principais passeios que te introduz ao ritmo e cultura da cidade. É como se fosse um tour pelas paisagens lindas e emblemáticas de Bariloche.

Em aproximadamente 4 horas de percurso, você conhecerá o Cerro Campanário, um dos mirantes mais bonitos da região.

Depois passará pela Capela de San Eduardo, próximo ao Hotel Llao Llao e ao porto de Pañuelo, de onde partem os passeios de barco.

Por fim, a última parada é pelas margens do Lago Nahuel Huapi para tirar mais umas fotografias.

2. Cerro Catedral

Viagem para Bariloche

Fonte: Pixabay

O Cerro Catedral é uma montanha em Bariloche, onde está a principal estação de esqui da cidade, com mais de 100 quilômetros de pistas.

Mesmo com o foco na estação de esqui, nas outras estações do ano há um teleférico em funcionamento para os turistas admirarem a vista e fazerem as trilhas.

O Cerro Catedral possui uma infraestrutura completa, com variedade de lojas, restaurantes e fast food, escolas de esqui e snowboard, aluguel de roupas de neve e equipamentos.

Além disso, há uma creche para os adultos deixarem as crianças sem preocupação. Nos arredores do Cerro também é possível encontrar boas opções de hotel.

3. Cerro Otto

Viagem Bariloche Cerro Otto

Fonte: Domínio Público

No Cerro Otto é possível apreciar um encontro da natureza. Lá de cima você consegue ver as montanhas e o lago formando uma bela paisagem junto ao céu.

O passeio no Cerro Otto é possível durante o ano inteiro. No inverno você pode praticar o famoso esquibunda na neve, já nas outras épocas, as trilhas e o teleférico são as principais atrações.

Lá do alto também é possível aproveitar a Confitería Giratória Cerro Otto. Como o nome sugere o restaurante se movimenta lentamente, completando uma volta a cada 20 minutos.

O cardápio é variado! Além de doces serve também opções de almoço e lanches. Ah, a dica é pegar uma mesa próxima às janelas.

4. Cerro Campanário

quanto custa viagem Bariloche

Fonte: Pixabay

Considerada a vista mais bonita de Bariloche, o Cerro Campanário está localizado a 1050 metros acima do nível do mar.

Lá em cima é possível ter uma vista de 360º da região, o que abrange diversos pontos turísticos, como os outros cerros e lagos.

Há um teleférico que te leva até o topo e lá terá um fotógrafo esperando para fazer sua foto na cadeira com um belo cenário de fundo. Vale levar de lembrança para casa.

É possível chegar lá em cima por meio das trilhas, porém não parece ser um trajeto muito fácil. Mas fica a dica para os aventureiros de plantão.

Ah, dê preferência para dias de sol e com o céu bem azul. Esses detalhes deixam a paisagem ainda mais bonita.

Para mais comodidade dos visitantes, o Cerro Campanário também tem lanchonetes e banheiros no topo.

5. Lago Nahuel Huapi

Viagem para Bariloche

Fonte: Pixabay

O Lago Nahuel Huapi é parada obrigatória para os turistas. Uma das mais belas paisagens de Bariloche está cercado por muito verde e possui cerca de 450 metros de profundidade.

Já imaginou um jantar à luz de velas com vista para o lago? Existem bons hotéis na região. Aproveite!

Faça um passeio de barco e conheça algumas das ilhas.

Há muitas lendas que cercam o Nahuel Huapi, como a de que Hitler se refugiou em uma de suas ilhas após fugir da Alemanha.

6. Centro Cívico de Bariloche

Viagem Bariloche

Fonte: Domínio Público

O Centro Cívico de Bariloche é bastante movimentado.

A ampla praça com vários prédios inspirados na arquitetura dos alpes oferece aos turistas diversas atividades ao ar livre durante a primavera, outono e verão.

Com uma espetacular vista para o Lago Nahuel Huapi é uma boa opção para ver o nascer do sol refletindo no lago.

A praça também abriga o Museu da Patagônia, com exposições permanentes da história regional, a Biblioteca Popular Domingo Faustino e a Prefeitura de Bariloche.

Cotação Seguro Viagem Bariloche

Agora é só fazer as malas e, claro, a cotação do seu Seguro Viagem para Bariloche. Não vai arriscar ter um imprevisto lá na Argentina e estar desamparado, né?

Faça a cotação do seu Seguro Viagem Internacional agora e garanta assistência médica, odontológica, suporte com voos cancelados e desvio de bagagens.

Em caso de dúvidas o Seguros Promo está disponível 24h por dia com atendimento por e-mail, telefone, whatsapp e chat online.

Com o Seguros Promo você viaja tranquilo e feliz!

Seguro Viagem: América do Sul
TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
AC 35 INTER Assistência médica USD 35.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 12/dia*
Affinity 60 Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (SUPLEMENTAR) R$ 21/dia*


Veja também
Faça sua cotação agora
Conecte-se com a gente
instagram