icone segurospromo
Cobrimos qualquer oferta!
Garanta o menor preço do mercado
Pesquisar!
02 dezembro - 8 minutos de leitura.

Países Bálticos: como montar um roteiro pela região e arredores 

Chris standing up holding his daughter Elva Europa

Não é difícil descobrir porque os Países Bálticos estão caindo no gosto de quem viaja pela Europa. E se você planejar um roteiro pela região vai entender muito bem.

As três nações que compõem os estados bálticos, Letônia, Estônia e Lituânia, escondem vários encantos em seus territórios: cidades tipicamente medievais, paisagens naturais maravilhosas e uma cultura bem peculiar.

Não perca as nossas dicas sobre as principais atrações e como montar o seu roteiro e se renda ao turismo nos Países Bálticos.

Faça a cotação de seu seguro viagem no Seguros Promo e ganhe 15% de desconto. Aproveite!

Países Bálticos: quando visitar, turismo e transporte 

Já pensou em fugir dos circuitos tradicionais de turismo pela Europa? Pelo sim, pelo não, apresentamos um destino que vai se popularizando no continente, as repúblicas bálticas.

Portanto, esta é na verdade uma dica 3 em 1, já que o roteiro pela região inclui três países: Lituânia (ao sul), Letônia (no meio) e Estônia (ao norte).

Três antigas repúblicas soviéticas, elas oferecem cenários bem característicos e semelhantes entre si. 

As cidades, que mais parecem pequenas vilas, carregam uma enorme herança medieval. Castelos, igrejas de arquitetura barroca e monumentos resgatam esta história. Em volta, florestas, parques e lagos compõem um cenário que parece vindo dos livros.

Para deixar o roteiro ainda mais atraente, fazer uma viagem pelos Países Bálticos é barato e os caminhos podem ser percorridos via terrestre, de carro, ônibus ou trem.

Ainda não está convencido? Então siga descobrindo tudo o que a região tem para oferecer aos seus visitantes.

Quais são os Países Bálticos?

Países Balticos quais são
Fonte: Pixabay

Mas afinal, quais são as três repúblicas bálticas? Calma, se passou despercebido, nós vamos apresentá-los mais uma vez.

Letônia, Estônia e Lituânia são as três nações conhecidas como estados bálticos.

E está fácil de imaginar porque eles são conhecidos assim. Os três são banhados pelo Mar Báltico, a maioria em sua porção oeste — a costa norte da Estônia também está às margens bálticas.

As três nações estão limitadas no continente por Rússia, Bielorrússia, Polônia e o conclave russo de Kaliningrado, que faz fronteira com a Lituânia.

Como chegar nas terras bálticas?

Não existem voos diretos saindo do Brasil rumo à região. Porém, as capitais dos países Bálticos são bem conectadas com as principais cidades europeias.

Sendo assim, é bem possível encontrar ofertas de voos que façam escalas antes de seguir para Estônia, Lituânia ou Letônia, a depender do destino escolhido para iniciar a trip.

Se o seu roteiro começar por países vizinhos, Polônia (no caso da Lituânia) ou Rússia (divisa com Estônia), é possível chegar por terra, tanto em um carro alugado como de ônibus.

Por fim, uma última possibilidade para quem está na Finlândia: é só pegar a balsa que faz o percurso entre Helsinque e Tallinn, capital da Estônia.

Onde está localizado o mar Báltico?

Você tem uma dimensão de onde fica o mar Báltico, que “dá nome” à região, em relação à Europa? Pois ele está situado ao norte da Europa, abrangendo as regiões da península Escandinava, as ilhas dinamarquesas e a parte setentrional do continente.

Os seguintes países são banhados pelas águas do Báltico: Suécia, Finlândia, Dinamarca, Estônia, Letônia, Lituânia, Polônia, além de partes da Rússia e Alemanha.

Mapa dos Países Bálticos

As repúblicas bálticas estão localizadas na região nordeste do continente europeu, limitadas pelo Mar Báltico.

Por estarem próximos da Rússia, os países que compõem a região sempre viveram sob influência do gigante no leste europeu, tendo feito parte da União Soviética.

Está pensando em organizar um roteiro pelos Países Bálticos? Mapa na mão para identificar as principais cidades e aproveitar ao máximo a experiência.

Seguro viagem obrigatório para os Países Bálticos

Seguro Viagem: Europa
AC 35 EUROPA AC 35 EUROPA Assistência médica EUR 35.000 Bagagem extraviada EUR 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 17/dia*
AC 60 EUROPA AC 60 EUROPA Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada EUR 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 19/dia*
CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) Assistência médica EUR 30.000 Bagagem extraviada EUR 1.000 R$ 24/dia*

Desde que se tornaram independentes, Letônia, Estônia e Lituânia não só tentam afastar da influência russa, como se aproximaram dos países da Europa Ocidental.

O trio faz parte da União Europeia desde 2004 e aderiu ao Tratado de Schengen.

E o que isto significa? Exatamente, que o seguro viagem é obrigatório para visitá-los. O que não é algo ruim, já que você estará protegido durante todo o seu passeio.

Acesse o Seguros Promo, compare planos de diferentes empresas e encontre os melhores preços para viajar com mais segurança e tranquilidade pela região báltica.

Quando viajar para as terras bálticas?

Uma coisa que todo viajante precisa saber antes de embarcar para a região: frio por lá é algo bastante comum em qualquer época do ano.

Por isso, a época mais recomendada para conhecer os países é durante o verão europeu, entre julho e setembro, quando as temperaturas médias ficam próximas dos 19º graus.

Se deseja fugir da alta temporada (e os altos preços), vá na primavera, as temperaturas estarão um pouquinho mais amenas, porém já é quente (para os padrões bálticos).

Agora, os Países Bálticos em janeiro são para quem gosta do frio intenso mesmo! Nos meses de inverno, é comum as temperaturas negativas e o período é propício para quem deseja ver neve.

Como se locomover pela região?

Países Balticos como se locomover
Fonte: Pixabay

Depois de desembarcar em uma das capitais dos Países Bálticos, os turistas poderão seguir todo o restante do roteiro por terra.

Claro, dá para viajar de avião, mas apenas entre as capitais e o custo é mais alto.

Se você não estiver afim de alugar um carro, ir de ônibus é a melhor escolha. Além de ser mais barato e poder incluir cidades menores, os veículos são de ótima qualidade, assim como as estradas. 

E é possível percorrer os Países Bálticos de trem? Sim, a opção também existe e agrada muita gente, mas a região não tem uma malha ferroviária tão ampla, o que prejudica o roteiro.

Maiores cidades dos Países Bálticos

As capitais dos Países Bálticos, Vilnius (Lituânia), Riga (Letônia) e Tallinn (Estônia), são as maiores cidades da região e não podem ficar de fora do seu planejamento.

Nelas os turistas encontrarão os centros históricos preservados e as principais atrações de cada país.

Mas lembre-se nos três países é possível encontrar cidades menores muito encantadoras. A depender do tempo disponível para a viagem, inclua alguma no itinerário.

Vilnius, Lituânia

Países Balticos Vilnius
Fonte: Pixabay

Começamos por Vilnius, a capital da Lituânia e segunda maior cidade báltica. Acredite se quiser, para muitos ela está atrás das outras capitais em termos de beleza e preservação.

Portanto, se você resolver fazer o roteiro subindo a partir da Lituânia, ela será um cartão de visitas e tanto para as terras bálticas.

Vilnius é apontada como uma das capitais mais verdes de toda a Europa, estando cercada por colinas, montes e parques.

Uma das atrações da cidade está justamente sobre uma colina. O Castelo de Gediminas faz parte do Museu Nacional da Lituânia e tem coleções que resgatam a história e a cultura do país, além de oferecer uma vista incrível da cidade.

A capital lituana também se destaca por ter uma das maiores, senão, a maior, Old Towns em estilo barroco.

Ao visitar a cidade antiga, você verá muitas construções em estilo gótico e renascentista, como a Igreja de Santa Ana e o Portão da Alvorada.

Uma última dica, bastante curiosa: visite o bairro de Uzupis, região autoproclamada república independente, com direito a hino e constituição próprios.

Riga, Letônia

A sua viagem pelos Países Bálticos deve ter como ponto máximo a passagem por Riga, Letônia, a maior cidade desta região e capital do país.

Como dissemos que Vilnius seria um aperitivo, Riga é um lugar encantador, seja pela preservação e arquitetura das construções ou pelo astral mais animado que toma conta do lugar.

Comece a explorar a capital da Letônia pela Old Riga, o centro histórico, considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco (o de Vilnius também recebe o título).

Este lugar histórico está às margens do Rio Daugava e tem construções incríveis. Você verá o Swedish Gate, único portão que restou da antiga muralha que protegia a cidade antiga.

A Catedral de Riga, construída a partir do século XIII, segue recepcionando os visitantes. Ela possui um dos maiores órgãos da Europa e é famosa pelos concertos musicais. Aproveite e conheça a Torre de Pólvora, a única torra que restou da Old Town.

Para não dizer que todos os edifícios e monumentos remetem ao período medieval, Riga tem um distrito onde os prédios foram construídos em estilo Art Noveau, imperdível!

Tallinn, Estônia

Países Balticos Tallinn
Fonte: Pixabay

A menor das repúblicas bálticas, a Estônia, tem na capital Tallinn o seu grande destino e que vai fechar com chave de ouro o roteiro pelas três capitais.

Quem busca o que fazer na Estônia vai encontrar os principais pontos turísticos ali, na capital, que está de peito aberto para o Mar Báltico.

Vanallin é como é chamado o centro histórico da cidade, um dos mais preservados de toda a Europa. As muralhas que cercavam a cidade antiga continuam fazendo parte do cenário e hoje separa uma Tallinn antiga de outra mais moderna.

Sua região medieval é repleta de igrejas, museus e monumentos que podem ser explorados durante uma boa caminhada. 

Não deixe de visitar as próprias muralhas, a Town Hall Square, praça onde fica o prédio da prefeitura, e a Catedral Ortodoxa Alexander Nevsky, na parte alta da cidade antiga.

Também na parte alta, turistas podem parar nos mirantes e observar a capital da Estônia sob outra perspectiva.

Tallinn também se sobressai quando o assunto é vida noturna. A cidade conta com bons restaurantes e pubs que prometem uma noite animada. 

Roteiro pelos Países Bálticos

Ao planejar sua viagem pelos Países Bálticos, você vai perceber que existem duas formas principais de percorrer os três países. 

Uma delas é iniciar o roteiro pela Estônia e ir descendo o mapa, passando pela Letônia (que está no meio) e depois chegando à Lituânia, a nação báltica mais ao sul.

Se você preferir, pode fazer exatamente o caminho inverso, percorrendo Lituânia-Letônia-Estônia.

Qual o melhor trajeto a se fazer? Isso vai depender da preferência do turista. Se outros países europeus forem incluídos no itinerário, tome isso em consideração na decisão (se vier da Polônia, por exemplo, é melhor começar pelo sul das repúblicas bálticas). 

O que mais conhecer nos arredores?

Por que não aproveitar o roteiro pelos Países Bálticos para visitar outros destinos na região?

Nas proximidades das três nações bálticas, os viajantes podem aproveitar outras rotas bem interessantes, como uma visita aos países nórdicos ou um mochilão na vizinha Polônia.

Veja como aproveitar a região ainda mais visitando lugares próximos ao trio báltico.

Helsinque, Finlândia

Países Balticos Helsique
Fonte: Pixabay

Pensou em fazer turismo pela Finlândia? Então comece pela capital Helsinque.

Além de ser o principal centro do país e destino com grande variedade de atrações culturais e históricas, a cidade é ponto de chegada a partir de Tallinn, na Estônia. Basta pegar a balsa que cruza o Golfo da Finlândia.

E o que fazer no destino que serve como porta de entrada para um roteiro pelos países nórdicos?

Não deixe de conhecer a Catedral Uspenski e o Museu Nacional. Para quem é fã de black metal, visitar a Kirjasto 10, a biblioteca do rock, não pode ficar fora da lista.

Minsk, Bielorússia

Minsk também não está entre os destinos mais populares da Europa, por isso é capaz de surpreender os visitantes de primeira viagem.

A capital da Bielorrússia preserva em sua arquitetura os traços bem definidos das construções do período soviético.

Quer saber quais atrações visitar? Palácio da República, a Catedral do Espírito Santo e os Portões da Cidade são alguns dos lugares imperdíveis de Minsk.

Varsóvia, Polônia

Países Balticos Varsóvia
Fonte: Pixabay

Muitos se referem a Varsóvia como a “fênix polonesa” pelo fato de a cidade praticamente ter ressurgido das cinzas após a Segunda Guerra Mundial.

A capital da Polônia teve que se reconstruir depois de ser uma das mais afetadas pelos ataques e bombardeios da guerra. 

Hoje, ela se expressa como um museu a céu aberto. Nem parece ter sofrido tudo o que sofreu. Não perca a chance de visitar o seu centro histórico, um dos lugares mais atingidos por bombardeios. O Museu do Levante refaz a história da resistência polonesa ao nazismo.

E onde fica Varsóvia? Ela está localizada na região centro-leste da Polônia, distante cerca de 480 km de Vilnius. 

Contrate o melhor seguro para a sua viagem!

Seguro Viagem: Europa
AC 35 EUROPA AC 35 EUROPA Assistência médica EUR 35.000 Bagagem extraviada EUR 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 17/dia*
AC 60 EUROPA AC 60 EUROPA Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada EUR 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 19/dia*
CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) Assistência médica EUR 30.000 Bagagem extraviada EUR 1.000 R$ 24/dia*

Explorar os Países Bálticos e as atrações mais próximas será um belo roteiro para quem procura por algo diferente na Europa. 

Então, chega de esperar, é hora de começar a planejar a viagem. Não se esqueça que o seguro viagem Europa é obrigatório e você pode contratar ótimos planos pelos menores preços com o Seguros Promo.

Descubra as riquezas culturais e históricas das nações bálticas. De Promo você pode!


Leia também:

Veja também


Recomendado para você
Melhor preço garantido
faça uma cotação e confira.
Conecte-se com a gente