icone segurospromo
Cobrimos qualquer oferta!
Garanta o menor preço do mercado
Pesquisar!
14 fevereiro - 8 minutos de leitura.

Parque Güell: dicas para visitar o parque mais famoso de Barcelona 

Chris standing up holding his daughter Elva Europa

Uma visita a Barcelona só fica completa com um passeio pelo inesquecível Parque Güell, tombado como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Ele é um dos mais famosos parques do mundo! Destino impressionante para turistas do mundo inteiro durante todos os meses do ano, conheça dicas imperdíveis para desfrutar o máximo de sua viagem!

O parque foi projetado pelo arquiteto Antoni Gaudí e recebe milhões de turistas anualmente. 

Além de uma arquitetura modernista deslumbrante, o visitante pode conferir uma das mais belas vistas de Barcelona e de todo o Mediterrâneo, graças à localização privilegiada. Confira!

Melhores seguros viagem para a Europa e com os melhores preços aqui, neste link!

Parque Güell: curvas e colorido exuberante 

Construído em 1900, este parque em Barcelona foi aberto ao público apenas em 1922 e, desde então, se tornou um dos queridinhos dos turistas que visitam a cidade.

Em estilo modernista, o parque impressiona por suas cores e curvas, típicas do trabalho de Gaudí.

Com mais de 17 hectares de extensão, o visitante que deseja desbravar o parque deve colocar sapatos confortáveis e se preparar para um passeio incrível por seus pavilhões turísticos, praças cercadas de verde e muito mais.

O parque é coberto de formas onduladas, curvas, colunas que imitam árvores, figuras geométricas e animais, além dos famosos mosaicos de cerâmicas que colorem a paisagem.

Onde está localizado o Parque Güell

Onde está localizado o Parque Güell?
Fonte: Pixabay

O parque fica no Monte Carmelo, em Barcelona, a capital da Catalunha. Mais especificamente no Carrer d’Olot, s/n, no distrito de Gràcia.

A região tem uma das mais belas vistas do turismo na Espanha, com o Mar Mediterrâneo ao fundo. 

O local, porém, fica bem afastado do centro da cidade, o que exige do turista certo planejamento para aproveitar ao máximo o passeio.

Como ir para o Parque Güell

O parque fica dentro do famoso Roteiro Gaudí Barcelona, que contempla os principais pontos turísticos da cidade que foram projetados pelo arquiteto modernista. 

Apesar de ficar longe do centro de Barcelona, o espaço é atendido por diversas linhas de ônibus, que passam bem próximo ao parque e evitam o trânsito da cidade. 

As linhas H6, 24, 31, 32, 74, 92 e 112, bem como o metrô (Estação Lesseps, da linha 3), chegam ao Parc Guell. 

Horários de funcionamento do Parque Güell 

Horário de funcionamento do Parque Güell
Fonte: Pixabay

Um dos pontos turísticos preferidos de quem visita Barcelona, o parque tem um período de funcionamento generoso: está aberto todos os dias da semana, das 8h às 21h.

O horário pode variar em algumas épocas do ano, mas nada que atrapalhe a experiência do visitante. 

No inverno, por exemplo, o acesso ao parque é permitido das 8h30 às 17h30. 

Assim, é sempre uma boa pedida conferir o site do parque para conferir o horário de funcionamento no dia de sua visita. Caso prefira, ainda é possível contratar uma visita guiada.

Quanto tempo dura a visita ao parque Güell

O parque tem mais de 17 hectares de extensão, o que cobra do turista certa disposição e tempo para conhecer cada cantinho desse lugar mágico e peculiar. 

Dessa forma, o tempo de visita vai variar de acordo com o interesse do visitante. Quem quer conferir apenas os pontos mais famosos deve reservar ao menos 1 hora para o passeio. 

Já quem não tem pressa e quer ver tudo não deve gastar menos de 3 horas, chegando a meio dia de passeio.

Caso o turista seja daquele bastante animado e com espírito de aventura, disposto a caminhar pelas trilhas do parque e a subir o Calvário das Três Cruzes, por exemplo, o ideal é reservar algumas horas a mais. 

O Parque Güell fica afastado do centro de Barcelona, logo, recomenda-se que o visitante reserve, no mínimo, meio dia deste tempo em seu roteiro para esse passeio.

Preços dos ingressos do Parque Güell 

Preços dos ingressos
Fonte: Pixabay

Quem quer apenas desfrutar da bela vista de Barcelona não precisa desembolsar nada, já que o parque tem várias áreas de acesso gratuito. 

No entanto, o acesso à área monumental, onde estão as atrações mais famosas do parque, é pago. 

Os ingressos variam de 7 a 10 euros, sendo 7 euros (cerca de R$ 32) para crianças entre 7 e 12 anos, maiores de 65 anos e pessoas com mobilidade reduzida; e 10 euros (R$ 47) para adultos. 

Menores de 6 anos não pagam, mas também precisam apresentar comprovante de entrada (disponível pela internet e nos postos de venda).

É possível comprar a entrada no parque, mas o recomendado é que o turista compre seu ingresso antecipadamente, pela internet, para evitar filas e garantir um pequeno desconto. 

Caso prefira, o visitante ainda pode fazer uma visita guiada pelo parque, no valor de 24 euros (R$ 113) por pessoa.

Como entrar no Parque Güell de graça? 

A maior parte da área do parque tem acesso gratuito (embora seja na pequena área cercada, de acesso pago, que estejam as principais atrações do local). 

Assim, quem quer apenas desfrutar da incrível vista de Barcelona que o parque oferece não precisa desembolsar nenhum centavo, já que vários mirantes estão na área de gratuidade.

Todos os caminhos que levam ao parque foram projetados pelo próprio Gaudí e garantem um contato bem próximo à natureza

O Caminho do Rosário e o Calvário das Três Cruzes também estão na área gratuita do parque e prometem encantar os visitantes.

Outras atrações gratuitas no Parque Güell são os pórticos e os viadutos construídos por Gaudí e espalhados por 3 km de trilhas

As construções foram feitas de maneira rústica, com pedras extraídas da região do parque, sem linhas ou ângulos retos, e enfeitam boa parte do trajeto.

Passagens aéreas para Barcelona 

A Latam opera a única rota direta do Brasil para Barcelona. A empresa tem voos diários saindo de São Paulo. 

Outras companhias aéreas (TAP, Iberia, Air Europa, Air France, KLM, Lufthansa, Swiss e British) oferecem voos com conexões a partir de diversas cidades, como Fortaleza, Belo Horizonte e Brasília.

Essa variedade de opções de companhias aéreas garante ao turista a oportunidade de encontrar grande quantidade de promoções, o que possibilita uma viagem ao menor custo possível

O site Passagens Promo pode te ajudar a encontrar a passagem ideal para o seu bolso. 

Seguro viagem obrigatório para Barcelona

A Espanha foi um dos países que assinou o Tratado de Schengen, que dispensa os turistas brasileiros de visto para viagens de até 90 dias. 

Em contrapartida, os visitantes devem contratar um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros para desembarcar no país. 

O seguro viagem representa tranquilidade para o viajante, além de garantir sua passagem pela imigração sem dor de cabeça. 

O serviço cobre situações que envolvam urgências de saúde, problemas com voo, extravio de bagagem, acidentes e muitas outras!

Para encontrar a melhor opção para sua viagem (e seu bolso), faça uma busca no site de cotações Seguros Promo, que apresenta a solução ideal para a sua necessidade.

Seguro Viagem: Europa
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
Affinity 60 Mundo (exceto EUA) Affinity 60 Mundo (exceto EUA) Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 20/dia*
AC 50 *COM FRANQUIA (Exceto EUA) + TELEMEDICINA AC 50 *COM FRANQUIA (Exceto EUA) + TELEMEDICINA Assistência médica USD 50.000 Bagagem extraviada USD 600 (COMPLEMENTAR) R$ 9/dia*

Parque Güell em Barcelona: o que visitar? 

1. Caminho do Rosário

O Caminho do Rosário é a principal trilha que leva ao Parque Güell. O percurso é ladeado por esferas de pedra que simulam as contas de um rosário, com forte simbolismo religioso. 

É nessa trilha que fica a famosa Torre Rosa, onde Gaudí viveu por 20 anos. 

2. Casa-Museu Gaudí

Casa-museu Gaudí
Fonte: Pixabay

Quem se aventura a caminhar pelo Caminho do Rosário pode conferir a beleza da Casa-Museu Gaudí, nome oficial da Torre Rosa. Foi ali que Antoni Gaudí viveu entre 1906 e 1925. 

Mesmo estando na área de acesso livre do Parque Güell, a entrada nesse local é paga, e compensa comprar o ingresso pela internet, com um pequeno desconto. 

3. Turó de les Tres Creus

No topo do parque, ao fim de uma trilha por mata fechada e com subida íngreme, fica o Turó de les Tres Creus, ou Calvário das Três Cruzes, também acessível de forma gratuita. 

A caminhada compensa o esforço: a vista do parque e da cidade de Barcelona é inesquecível, além do forte simbolismo religioso.

Recomenda-se que o visitante não deixe de conferir esse espaço durante o fim de tarde, para conseguir apreciar o belíssimo pôr do sol visto da parte mais alta do parque.

4. Sala Hipòstila

Sala Hipóstila
Fonte: Pxhere

Um dos pontos turísticos mais encantadores do parque, a Sala Hipòstila deixa os visitantes de queixo caído com seus mosaicos e arquitetura única.

Conhecida como “A Sala das Cem Colunas”, o local na verdade tem 86 colunas impressionantes, com mais de 6 metros de altura. 

O espaço serviria de mercado ao ar livre no projeto original de condomínio privado que acabou virando o Parque Güell.

5. Escadaria Monumental

Logo à frente da Sala Hipòstila fica a Escadaria Monumental, que combina arquitetura e natureza. Como o próprio nome indica, o espaço deslumbra turistas do mundo inteiro e é um dos pontos mais visitados do parque. 

Fica na Escadaria Monumental uma das peças mais famosas do Parque Güell, a Salamandra (também conhecida como El Drac), símbolo de Barcelona. 

Um dos pontos mais fotografados do parque, a peça é coberta por mosaicos coloridos, bem ao estilo gaudiniano.

Melhor época para visitar o Parque Güell de Gaudí em Barcelona 

Melhor época para conhecer o Parque Güell
Fonte: Pxhere

Barcelona é uma cidade com o clima bem definido, sem calor ou frio extremo. Assim, não existe tempo ruim para visitar a capital da Catalunha, que é um ótimo destino em qualquer época do ano. 

Para aproveitar ao máximo o destino, no entanto, recomenda-se que o turista agende sua viagem entre os meses de junho e julho, verão europeu, com temperaturas altas e dias mais longos. 

O sol costuma se pôr após as 21h30 nesse período. Em contrapartida, esses meses marcam o período de férias escolares e a alta temporada, o que significa muitos eventos artísticos e festivais para serem aproveitados.

O ideal é se preparar com antecedência para encontrar ruas cheias e animadas, bem como preços mais altos.

Parque Güell: curiosidades da obra de Antoni Gaudí 

Assim como a cidade de Barcelona, o parque parece ser uma unanimidade entre os visitantes. 

Todos que chegam no parque se encantam com a arquitetura modernista de Antoni Gaudí e a harmonia entre as construções e a natureza, mas nem sempre foi assim.

O parque, inaugurado nos anos 1920, foi construído originalmente para ser um condomínio residencial, mas não agradou! 

Das 60 casas que seriam construídas ali, apenas duas saíram do papel. Uma delas é a Torre Rosa, casa na qual o próprio Gaudí viveu por mais de 20 anos.

As casas não foram as únicas construções que nunca aconteceram no parque. O Calvário das Três Cruzes deveria ser, originalmente, uma capela que jamais foi construída. 

Em compensação, dali é possível ver toda a cidade de Barcelona, desde a praia até a famosa Catedral da Sagrada Família.

Dicas para aproveitar seu passeio ao Parque Güell 

Dicas para aproveitar o Parque Güell
Fonte: Unsplash

Para desfrutar o máximo o Parque Güell, o turista deve se planejar. Além de considerar o tempo de deslocamento até o local, que fica afastado do centro, o visitante deve se preparar para caminhadas longas.

Os melhores horários para curtir o passeio são no começo da manhã e no fim da tarde. O motivo? O calor intenso. 

Durante o verão, Barcelona registra temperaturas de até 40 ºC, o que torna o sol no meio do dia um fator que dificulta a vida do turista.

O sol escaldante reserva aos visitantes, ainda, outra recomendação: use e abuse do filtro solar, bem como bonés e chapéus. 

Caso não queira se aventurar com o clima, o começo e o fim do dia permitem um passeio mais agradável.

Vale a pena optar por calçados bem confortáveis para a visita ao Parque Güell. Afinal de contas, são mais de 17 hectares de extensão, com pontos turísticos imperdíveis por todo lado e diversas trilhas disponíveis. 

Cotação seguro viagem para Barcelona 

Agora que você já sabe bastante sobre o Parque Güell e a vida e a obra de Antoni Gaudí, está na hora de planejar sua viagem para Barcelona! 

Não se esqueça de comprar seu Seguro Viagem obrigatório e desfrutar suas férias com tranquilidade e praticidade. A Seguros Promo te ajuda a encontrar o pacote ideal para a sua necessidade!

Seguro Viagem: Europa
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
Affinity 60 Mundo (exceto EUA) Affinity 60 Mundo (exceto EUA) Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 20/dia*
AC 50 *COM FRANQUIA (Exceto EUA) + TELEMEDICINA AC 50 *COM FRANQUIA (Exceto EUA) + TELEMEDICINA Assistência médica USD 50.000 Bagagem extraviada USD 600 (COMPLEMENTAR) R$ 9/dia*

De Promo você pode!

Está curtindo? Então continue lendo a seguir:

Veja também


Recomendado para você
Melhor preço garantido
faça uma cotação e confira.
Conecte-se com a gente