icone segurospromo
Cobrimos qualquer oferta!
Garanta o menor preço do mercado
Pesquisar!
24 abril - 8 minutos de leitura.

Petra, Jordânia: 9 lugares imperdíveis na cidade rosa 

Chris standing up holding his daughter Elva Oriente Médio

Petra, Jordânia é uma cidade como nenhuma outra no mundo. Principal cartão-postal do país, o destino reúne um povo acolhedor, cultura rica, boa gastronomia, sítios arqueológicos, desertos e muita história.

Considerada uma das sete maravilhas do mundo moderno, a cidade foi esculpida na pedra em meio às montanhas avermelhadas do vale de Ash-Sharah e segue há mais de 2.000 anos surpreendendo seus visitantes.

Quer conhecer a cidade de pedra? Então este artigo é ideal para você. Reunimos dicas imperdíveis para que você curta ao máximo a sua estadia por lá! Veja só!

Compre os melhores seguros de viagem com um cupom de 15% de desconto neste link!

Petra, Jordânia: história, mistérios e curiosidades

Planejar uma excursão para Petra, Jordânia é se dispor a conhecer um dos lugares mais curiosos e impressionantes do mundo, que deixa povos inteiros de queixo caído há milênios.

Conhecida carinhosamente como Cidade Rosa pela coloração única de seus monumentos esculpidos na montanha, Petra é tombada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade desde 1985.

O local já serviu de cenário para o filme Indiana Jones e a Última Cruzada, séries e até novelas brasileiras.

O passeio começa a partir da passagem “Siq”, um estreito que se estende por mais de 1 km de comprimento e é cercado por paredes com quase 100 metros de altura.

Ao fim desse imenso corredor está a fachada Al-Khazneh, ou “Tesouro”, com mais de 30 metros de altura e 40 metros de largura, esculpida na montanha.

A saída ocorre pelo curioso povoado de Wadi Musa, por onde não circulam carros, mas carruagens e cavalos que levam a bons hotéis, restaurantes e lojas charmosas.

Criamos um guia completo para que você aproveite a sua visita a um dos lugares mais incríveis do planeta! Confira!

Onde fica Petra?

Onde fica Petra, Jordânia?
Fonte: Pixabay

A região onde fica a cidade de Petra, Jordânia ganhou notoriedade durante a Idade Média, quando se tornou um importante ponto de passagem para comerciantes e caravanas de beduínos.

O destino fica no sul da Jordânia, no Oriente Médio, a 245 km de distância da capital, Amã.

As famosas ruínas da Cidade Rosa ficam em uma pequena região entre o Mar Morto e o Golfo de Aqaba, ao leste de Wadi Araba, o deserto que separa a Jordânia de Israel.

A distância de Wadi Musa a Jerusalém, no território israelense, é de apenas 160 km. O trajeto até Tel Aviv, por sua vez, tem 470 km.

Mapa de Petra, Jordânia

As famosas ruínas da cidade de pedra não são as únicas atrações deste destino turístico encantador. Confira os principais atrativos de Petra, Jordânia no mapa!

Como ir à Petra, Jordânia?

A melhor maneira de chegar à Cidade Rosa é a partir da capital da Jordânia, Amã, onde ficam os principais aeroportos do país. 

Companhias aéreas como a Turkish Airlines, Latam, Royal Jordanian, American Airlines e Lufthansa operam o trecho a partir do Brasil.

Também pode ser uma boa pedida combinar um roteiro entre Israel e Jordânia. 

É relativamente fácil encontrar promoções com destino a Tel Aviv e você pode concluir o restante do trajeto até Petra por terra.

    Está gostando do conteúdo?
    Receba as melhores dicas de
    viagens no seu e-mail!
    Fique tranquilo, não enviamos spam!

    E-mail cadastrado com sucesso!
    A partir de agora, você receberá as melhores dicas de viagem diretamente no seu e-mail.

    Contrate o seguro viagem ideal para o Oriente Médio!

    Muitos turistas hesitam em viajar para o Oriente Médio por medo da fama de lugar perigoso, mas não há motivo para alarme ou cancelamento de viagem.

    Basta pesquisar bem sobre os locais que você pretende visitar e os principais costumes da região. Geralmente, quanto mais turístico o lugar que você quer conhecer, mais tranquila é a viagem.

    E para garantir ainda mais a sua segurança, é muito importante que você faça um bom seguro. Afinal, mesmo com um bom planejamento, imprevistos podem acontecer.

    Por essas e outras, não deixe de contratar um bom seguro viagem para o Oriente Médio para garantir cobertura em diversas situações, desde emergências médicas a cancelamento de voos.

    Você encontra o seguro viagem mais barato e mais completo do mercado em nosso site, Seguros Promo, que permite a comparação de ofertas e planos com preços imperdíveis.

    Seguro Viagem: Oriente Médio
    ITA 60 SMART MUNDO (Exceto EUA) ITA 60 SMART MUNDO (Exceto EUA) Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.000 (COMPLEMENTAR) R$ 22/dia*
    GTA 75 EUROMAX AFRICA, ÁSIA E OCEANIA GTA 75 EUROMAX AFRICA, ÁSIA E OCEANIA Assistência médica USD 75.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 30/dia*

    História da cidade de Petra, Jordânia

    A cidade de Petra, Jordânia, nasceu por volta do ano 312 a.C. e teve grande importância no decorrer de séculos até acabar esquecida nas rotas das principais caravanas que cruzavam a região.

    Por muito tempo apenas os beduínos que viviam no deserto de Aqaba souberam a localização da antiga cidade de pedra esculpida nas montanhas.

    Petra só foi “redescoberta” no começo do século XIX, quando um explorador suíço chamado Johann Ludwig Burckhardt esbarrou com as ruínas que se espalham por 5,2 km².

    Quem construiu a cidade de Petra?

    Quem construiu Petra, Jordânia
    Fonte: Pixabay

    Petra, cujo nome significa “pedra” em grego, foi construída pelos nabateus, uma tribo nômade de origem árabe que vivia na região três séculos antes de Cristo.

    A intenção dos nabateus era tirar proveito da proximidade de Petra com as principais rotas comerciais existentes no período e transformar a cidade de pedra em um respeitado centro comercial.

    O que fazer em Petra, Jordânia

    O viajante pode precisar de até quatro dias para conhecer um dos principais destinos turísticos no Oriente Médio. Confira o que fazer em Petra, Jordânia!

    1. Povoado de Wadi Musa

    Povoado de Wadi Musa
    Fonte: Pixabay

    O povoado de Wadi Musa, ou “vale de Moisés”, é a principal base para quem quer conhecer Petra. 

    O vilarejo é simples, mas tem alguma infraestrutura, com restaurantes, lojinhas de artesanato e até hotéis.

    O local, na verdade, é um acampamento beduíno instalado em um dos vales do deserto de Aqaba, que liga a Jordânia e Israel. Em dias com muita visibilidade é possível enxergar até a Arábia Saudita.

    Ali não é permitida a circulação de veículos, o que significa que todo o transporte é feito por camelos, cavalos ou carruagens, garantindo um cenário incrível, que parece ter sido congelado no tempo.

    Além do seguro, há muitos outros serviços que são essenciais para que a sua viagem seja um sucesso. Para melhorar sua experiência, acesse o Vantagens Promo e fique atento às opções e benefícios!

    2. Tumba da Serpente e Tumba do Obelisco

    Antes de entrar no desfiladeiro Al Siq, onde estão as ruínas, os visitantes passam por dois sítios arqueológicos importantes: a Tumba da Serpente e a Tumba do Obelisco.

    A construção desse monumento póstumo foi concluída no século I d.C., talhada na montanha assim como Petra, com quatro pirâmides no topo.

    3. Siq

    Siq em Petra, Jordânia
    Fonte: Pxhere

    O Siq, ou Al Siq, é um desfiladeiro com aproximadamente 1 km de extensão e mais de 80 metros de altura que leva até a entrada da cidade de pedra.

    Esse imenso corredor natural nada mais é do que uma fenda na montanha com 1.200 metros de comprimento e passou por uma série de obras e inovações para dar acesso a Petra.

    Logo no início do Siq é possível contemplar as antigas barragens construídas pelos nabateus, que tinham a finalidade de proteger o desfiladeiro de enchentes e ajudar a filtrar a água da chuva para consumo.

    Caminhar pelo Siq é uma experiência única, que permite que o visitante veja de perto as cores incríveis das formações rochosas da região até chegar às ruínas.

    4. Al Khazna

    Saindo do desfiladeiro, o viajante chega ao Tesouro, ou Al Khazna, a mais famosa entre todas as ruínas

    Trata-se de uma fachada com mais de 30 metros de comprimento e 43 metros de altura esculpida na montanha.

    Os estudiosos acreditam que a obra foi feita para abrigar o túmulo de um importante rei do povo nabateu e hoje representa um grande feito de engenharia, comprovando a genialidade de um povo que viveu há mais de 2.000 anos.

    5. Avenida das Fachadas

    Avenida das Fachadas
    Fonte: Pixabay

    A Rua ou Avenida das Fachadas é a próxima parada do passeio por Petra. Trata-se de uma via inteira coberta por palacetes e tumbas monumentais.

    Várias dessas construções estão abertas a visitação, como a Tumba 67, onde existe um salão superior no qual eram armazenadas as ferramentas de trabalho dos operários que esculpiram a cidade.

    Ao longo da avenida também existem algumas construções mais precárias, em cavernas modestas, que supostamente serviam de moradia para os mais pobres.

    A via é um daqueles lugares que deve ser apreciado com calma, sem pressa, para que o turista possa absorver plenamente cada informação e detalhe histórico enquanto passeia por um cenário incrível.

    6. Elevado do Sacrifício

    Seguindo pela Avenida das Fachadas o visitante chega ao Elevado do Sacrifício, um antigo templo ao ar livre que era utilizado durante cerimônias religiosas.

    O local fica no ponto mais alto da cidade e era onde os moradores entregavam animais como sacrifício em nome dos deuses.

    Para chegar até lá é preciso fôlego. O visitante precisa subir mais de 800 degraus até chegar ao ponto mais alto da pedra.

    Muitos acreditam que o Elevado do Sacrifício seria onde Abraão quase teria sacrificado seu filho para provar sua devoção a Deus.

    Além de ser uma localidade importante para os cristãos, o lugar também é sagrado para os muçulmanos, que acreditam que fica ali a tumba do profeta Arão, irmão de Moisés.

    O Elevado do Sacrifício funciona como uma espécie de mirante natural e como o melhor ponto para fotografar o Teatro Romano.

    7. Teatro Romano

    Petra, Jordânia: Teatro Romano
    Fonte: Pixabay

    Uma das mais inacreditáveis ruínas de Petra é resultado da ocupação romana na região a partir do século II. 

    O Teatro Romano é um imenso anfiteatro, com capacidade para até 4.000 pessoas.

    Além das dimensões impressionantes, o local chama a atenção por sua singularidade, afinal, é o único anfiteatro do mundo que foi esculpido na pedra.

    A obra é uma das mais antigas da cidade de pedra, tendo sido concluída durante o governo de Aretas IV, entre os anos 4 e 27 da era cristã.

    8. Rua das Colunatas

    A Rua das Colunatas é o antigo centro comercial de Petra, além de ter sido a principal via de acesso ao Grande Templo e ao sítio religioso de Qasr al-Bint.

    Das antigas colunas que ornavam a região restaram apenas ruínas, mas o cenário continua impressionante e apresenta um bom panorama de como era a vida na região há dezenas de séculos.

    9. Monastério Al Deir

    Petra, Jordânia: Monastério Al Deir
    Fonte: Wirestock, via freepik

    Considerado uma das sete maravilhas do mundo, o Monastério em Petra, Jordânia, é a última parada do roteiro pela Cidade Rosa.

    A construção é um imenso portal com quase 50 metros de largura e altura que, segundo os historiadores, representava o fim da jornada na Terra, uma espécie de passagem para a vida pós-morte.

    Chegar até o monastério é uma tarefa que exige esforço, pois a caminhada dura cerca de meia hora e passa uma antiga escada feita de pedras em um escorregadio chão de areia. Mas o trajeto é lindo! Vale muito a pena!

    Curiosidades sobre Petra, Jordânia

    Uma das principais curiosidades sobre Petra, Jordânia diz respeito a sua importância para a Jordânia e o Oriente Médio. 

    A cidade, segundo a UNESCO, possui uma das maiores heranças culturais já vistas pela humanidade.

    Em 1985, a entidade ligada à ONU já havia incluído Petra na lista de Patrimônio da Humanidade. Em 2007, foi a vez de listar Petra entre as sete maravilhas do mundo moderno.

    A Cidade Rosa foi cenário de filmes icônicos, como Mortal Kombat, Transformers, Indiana Jones e até mesmo a novela brasileira Viver a Vida.

    De acordo com estudiosos, cerca de 20 mil pessoas viviam na região no auge econômico da cidade de pedra, que era abastecida com cisternas, represas e reservatórios que garantiam a abundância de água em pleno deserto.

    O local só foi abandonado por volta do século IV d.C., já durante a ocupação romana na região, quando um forte terremoto causou danos irreparáveis às estruturas esculpidas na montanha.

    Explore a Jordânia com segurança e tranquilidade!

    Você já pode conhecer a cidade de Petra, Jordânia e outros destinos incríveis no Oriente Médio com total segurança. 

    Basta contratar um bom seguro viagem que ofereça as coberturas e os serviços de que todo viajante precisa!

    Dessa forma, você terá a assistência que precisa em caso de emergências médicas ou odontológicas, extravio de bagagem, atraso ou cancelamento de voo, entre outros.

    O seguro viagem mais completo e mais barato do mercado está no nosso site de buscas, Seguros Promo, que facilita a comparação de ofertas e planos adequados ao seu roteiro.

    Seguro Viagem: Oriente Médio
    ITA 60 SMART MUNDO (Exceto EUA) ITA 60 SMART MUNDO (Exceto EUA) Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.000 (COMPLEMENTAR) R$ 22/dia*
    GTA 75 EUROMAX AFRICA, ÁSIA E OCEANIA GTA 75 EUROMAX AFRICA, ÁSIA E OCEANIA Assistência médica USD 75.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 30/dia*

    Nossa equipe de atendimento está pronta para te ajudar com o que precisar!

    Conhecer as belezas do Oriente Médio sem preocupações? De Promo você pode!


    Leia também:

    Veja também


    Recomendado para você
    Melhor preço garantido
    faça uma cotação e confira.
    Conecte-se com a gente