Turismo no Oriente Médio: cidades e destinos mais visitados

Turismo no Oriente Médio: cidades e destinos mais visitados Oriente Médio
30 julho - 12 minutos de leitura.

O turismo no Oriente Médio tem crescido muito nos últimos anos. Só em 2018 a região recebeu 64 milhões de turistas.

Se você está pensando em viajar pra lá, mas ainda tem dúvidas de quais países visitar, o que conhecer e como se comportar em uma região de cultura tão diferente da nossa, não tem problema.

Neste post separamos as melhores dicas para você aproveitar ao máximo seu turismo no Oriente Médio, sem se preocupar com nada. Vamos lá?

Turismo no Oriente Médio

Turismo Oriente Médio

Fonte: Pixabay

O Oriente Médio tem destinos deslumbrantes e é bem isso que os turistas procuram nesse território que envolve países da Ásia, África e até da Europa!

Muita história e cultura esperam por você, e, ao contrário do que algumas pessoas imaginam, é possível viajar por quase toda a região com segurança!

Nós, do Ocidente, sempre ficamos curiosos quanto aos mistérios que a cultura do Oriente Médio nos reserva, não é mesmo? Pirâmides, Oásis, Mar Morto, cidades sagradas, entre outros. São muitos encantos e atrativos fascinantes para se conhecer.

Saiba quais são os principais pontos turísticos do Oriente Médio e monte seu planejamento a partir das nossas dicas de ouro!

Seguro viagem para o Oriente Médio

 viagem para o Oriente Médio

É muito recomendável adquirir um seguro viagem para qualquer destino. E apesar de não ser exigido no Oriente Médio, o seguro é essencial.

Em situações de imprevistos, se precisar de atendimento médico ou odontológico, apoio jurídico, extravio de bagagem ou atraso de voo, entre tantos outros auxílios, o seguro estará de prontidão para ajudar!

Seguro Viagem: Oriente Médio
GTA 60 EUROMAX GTA 60 EUROMAX Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 22/dia*
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*

As características do turismo no Oriente Médio são vastas pois abrangem cultura, religião, continentes, desertos, belezas indescritíveis, tradicionalismo, alianças, conflitos e mais uma imensidão de roteiros, dos mais simples aos mais radicais!

Por isso, nada melhor que desbravar tudo o que esse lugar misterioso tem a oferecer contando com o seguro viagem para o Oriente Médio, para você ficar tranquilo do início ao fim da viagem, caso algum infortúnio aconteça.

Cidades mais visitadas em turismo no Oriente Médio

A região do Oriente Médio tem cidades encantadoras para se visitar. São lugares com única beleza natural, a imponente arquitetura, que compõem o berço de civilizações.

Faça um tour Oriente Médio e aprecie uma viagem diferente em cada espaço geográfico, cada ilha e deserto.

Também chamado de Médio Oriente, este lugar abrigou várias populações da antiguidade que ali se desenvolveram, como os mesopotâmicos e egípcios.

Você deve estar em dúvida sobre o que visitar nessa região tão cheia de atrativos e pontos turísticos, mas não se preocupe. Mas o que fazer no Oriente Médio? Listamos as cidades e destinos mais visitados para serem conhecidos e admirados. Vamos lá?

1. Dubai, Emirados Árabes Unidos

Dubai, Emirados Árabes Unidos

Fonte: Pixabay

Dubai surpreende pela quantidade de grandes atrações, seja de praias, compras, saltos de paraquedas, passeios pelo deserto ou mesmo imponentes construções.

As atividades são para todos os gostos e bolsos. Dubai se encaixa certinho no ritmo de viagem de cada turista.

A maneira mais fácil de aproveitar a cidade é conhecê-la por áreas. Dê preferência para Dubai Creek, Downtown, Jumeirah Beach e Palm Jumeirah.

Para não ficar perdido entre as atrações, algumas são imperdíveis. Veja só:

O mirante do Burj Khalifa, por exemplo, é o mais alto do mundo, com 828 metros de altura e 162 andares. Ele é um dos mais representativos cenários da modernidade de Dubai.

Aproveite as praias, como Jumeirah Beach, Kite Beach e Sunset Beach. Nas praias de Dubai você pode utilizar trajes de banho normalmente. Não é necessária a roupa típica utilizada pelos muçulmanos.

Não deixe de curtir uma típica e luxuosa balada em um dos Beach Clubs à beira do Golfo Pérsico.

A cidade de Dubai ainda é cercada pelo deserto. Faça um passeio de 4×4, com direito a jantar, acampamento e um delicioso passeio de balão para ver o nascer do sol.

2. Istambul, Turquia

Istambul, Turquia

Fonte: Pixabay

A grande Istambul está dividida entre continentes: Ásia e Europa. A cidade já viu o surgimento e a derrota de reis, imperadores e governantes, sendo atualmente o coração e o polo cultural da Turquia.

Com tamanha história, o que fazer em Istambul é o que não vai faltar. Basílicas, Mesquitas, passeios de barco e tours alternativos pelos bairros.

Na praça Sultanahmet está a Basílica de Santa Sofia. Foi construída pelo Imperador Justiniano, em 537, sendo considerada a maior catedral do mundo por mais de um milênio.

Do outro lado da praça está a tão famosa Mesquita Azul. E a sua localização não é à toa. Ela foi construída pelo jovem Sultão Ahmet para competir com a Basílica de Santa Sofia.

Lembre-se de usar roupas adequadas para fazer a visitação. Ou seja, nada de decotes, saias e bermudas. Ah, leve um lenço para cobrir o cabelo. Além de obrigatório, é um sinal de respeito.

Eu ouvi “fazer compras em Istambul”? 21 portões de entrada, 61 corredores e 4 mil lojas fazem do Grande Bazar, um dos maiores e mais antigos centros comerciais cobertos do mundo.

Ali você encontrará típicos artesanatos, especiarias, cafés, restaurantes, joalherias, roupas e tecidos. Aproveite para se jogar nas comprinhas.

Faça uma caminhada pelo bairro Golden Horn e aprecie a simples e coloridas construções. Depois, dê um passeio de barco pelo canal de Bósforo.

O Bósforo é a linha que divide Istambul entre os dois continentes.

O lado asiático de Istambul é onde você conhecerá o verdadeiro ritmo da cidade, além de possuir preços mais acessíveis e menor concentração de turistas.

3. Cairo, Egito

oriente medio Cairo, Egito

Fonte: Pixabay

A segunda maior cidade do continente africano, Cairo recebe milhões de turistas anualmente. Seu centro histórico é tão importante que foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

A capital egípcia é sede das Pirâmides de Gizé, uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno. Agora já sabe por onde começar o seu tour, né? O monumento fica a 20 quilômetros do centro da cidade.

Para saber mais sobre a história do país, visite o Museu Egípcio. Por meio de tesouros e relíquias de valor inestimável, ele conta a história de toda a nação. Um destaque vai para o tesouro do famoso Tutancâmon. Já pensou?

Mas Cairo vai muito além. A Esfinge, o Vale dos Reis e o Vale dos Mortos também são pontos turísticos disputadíssimos.

Por último e não menos importante. Você precisa fazer um cruzeiro pelo mundialmente conhecido e muito estudado nas aulas de história, Rio Nilo. A bordo você visitará grandes monumentos, como o complexo de Karnak e o Philae Temple.

4. Meca, a cidade sagrada da Arábia Saudita

oriente medio arabia

Meca, a cidade considerada a mais sagrada para os islãs. Ela reúne a maior variedade dentro do contexto islâmico. Normalmente, lá só é permitida a entrada de muçulmanos.

Um ponto muito visitado é o antigo Santuário de Caaba (ou Ka’Bah), de mais de 4 mil anos. Um centro de peregrinação com uma das relíquias mais sagradas do Islã: Hajar el Aswad, a “Pedra Negra”. Segundo relatos, ela se escureceu devido aos pecados humanos.

Um hotel fantástico e cinco estrelas na região chega a ser um ponto turístico. O Abraj Al Bait. Um dos edifícios mais altos do mundo, com mais de 120 andares e 56 elevadores, luxuoso e de ótimo serviço e hospitalidade!

A Grande Mesquita de Meca, ou Masjid al-Haram, é famosa e de valor imensurável. É um local onde acontecem ritos espirituais, em um processo conhecido como Hajj.

5. Petra, Jordânia

turismo oriente medio Petra Jordânia

Fonte: Wikimedia

Petra é o principal cartão-postal da Jordânia. Esta cidade proporciona uma experiência fantástica por causa da sua história, sítios arqueológicos, cultura, povo acolhedor e beleza.

A Cidade Rosa, chamada assim por causa das pedras da região, está localizada no sul da Jordânia.

Sua entrada é feita pelo Siq, um caminho afunilado, rodeado por paredes rochosas de 80 metros de altura, que causam uma sensação especial à expectativa da chegada!

Sua saída leva ao povoado de Wadi Musa, local de restaurantes, casas de câmbio, lojinhas e hotéis.

Encante-se com o Al-Khazneh, que significa tesouro, em árabe. Esta fachada foi esculpida no século I e possui 30 metros de largura e 43 de altura, para ser mausoléu de um rei nabateu. Veja também o anfiteatro romano com 3000 assentos.

6. Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos

Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos

Abu Dhabi é a capital dos Emirados, possuindo maior extensão territorial (67 mil km²) dentro deles. É lá que reside o seu líder político.

Uma cidade de bela infraestrutura, com espaços amplos de cultura e esporte, entre eles, alguns quilômetros livres para ciclismo à beira mar! Olha, que luxo para quem aprecia um passeio revigorante desse!

A arquitetura de Abu Dhabi é um espetáculo à parte. Com museus de artes, edifícios antigos bem preservados e pequenas mesquitas que contrastam com arranha-céus futuristas.

Visite o Palácio dos Emirados, um resort famoso criado especialmente para o turismo. Lá você pode escolher entre 14 opções de restaurantes, além de SPA e bares!

Vá ver o Ferrari World, um complexo que exibe a trajetória da Ferrari e de carros de corrida e conta com simuladores. Vale muito a pena conhecer!

Ah, não deixe de visitar também o Parque Aquático Yas: há mais de 40 piscinas, praias artificiais e tobogãs. Tudo isso com uma estrutura impecável para os turistas.

7. Jerusalém, Israel

Jerusalém, Israel

Fonte: Pixabay

A capital de Israel, sagrada para os Judeus, Islãs e cristãos, movimenta uma parte considerável da economia da cidade, por causa do turismo religioso Oriente Médio.

Jerusalém já foi muito contestada politicamente e é um destino que abriga pontos significativos do contexto espiritual, como o Muro das Lamentações (um vestígio do Templo de Herodes) e a cidade Antiga, os locais mais visitados em Israel.

Vá ao Monte das Oliveiras, também sagrado para os cristãos, judeus e muçulmanos. Ele possui ladeiras íngremes, que podem dificultar um pouco o acesso.

Se preferir, pegue um transporte até o topo e prossiga o caminho de lá! O monte proporciona uma vista maravilhosa da Cidade Velha, Monte Zion e do Mercado Mahane.

8. Doha, Catar

Doha, Catar

Fonte: Wikimedia

Doha é a cidade que mais cresce no Catar. Sua população é formada, maioritariamente, por imigrantes de países como Índia, Nepal, Bangladesh, Iraque, Irã, Filipinas e Tailândia.

Por possuir uma grande mistura de culturas é necessário ficar atento às regras locais. Por exemplo: bebidas alcoólicas são proibidas para muçulmanos. Estrangeiros podem consumir, mas é necessário desembolsar um alto valor pelos produtos.

Comece sua visita à Doha pelo Museu de Arte Islâmica e depois siga para o Parque Corniche.

Passeie pelo Souq Waqif, um mercado de variedade, onde é possível encontrar animais de estimação, tecidos, especiarias, artesanato, quadros e guloseimas. Além de diferentes restaurantes de países do Oriente Médio.

Em Doha os narguilés são muito utilizados. Então você, provavelmente, encontrará uma grande variedade em todos os estabelecimentos que entrar.

Outra atração imperdível é o Emir Palace, residência oficial do chefe de Estado do Qatar. Mas cuidado, não se aproxime muito do edíficio, os seguranças são rigorosos e não muito simpáticos.

Para entrar no Catar, brasileiros não precisam solicitar ou pagar pelo visto antecipadamente, como nos demais países.

O visto é emitido diretamente no aeroporto, desde que o turista apresente passaporte com validade mínima de seis meses e passagens de ida e volta.

Regiões de risco que devem ser evitadas em turismo no Oriente Médio

Turismo no Oriente Médio seguro

Fonte: Pixabay

Mesmo estando em forte ascensão turística, tendo atraindo dezenas de milhões de visitantes em 2018, é bom ter conhecimento sobre alguns fatos.

Estamos falando no que se refere às diferenças culturais e de costumes, ao tratamento com as mulheres, aos conflitos religiosos e nas possibilidades de ataques terroristas.

A maior parte das agressões terroristas se concentrou nesses locais, em 2017: Iraque, Afeganistão, Índia, Paquistão, Filipinas, Somália, Turquia, Nigéria, Iêmen e Síria.

Dos dez países previstos como mais perigosos do globo em 2019, três deles são parte do Oriente Médio – Síria, Iêmen e Iraque.

Os países do Oriente Médio que mais sofreram ataques de 2017 a 2019 foram Iraque e Síria. Se quiser saber mais, veja o mapa de ataques de 2016 a 2019.

Existem esforços internacionais para amenizar as circunstâncias e combater o terrorismo, e o turismo pode ser um dos pontos para auxiliar nesse objetivo.

Turismo no Oriente Médio: cuidados essenciais

turismo oriente medio

Fonte: Pixabay

Alguns cuidados devem ser observados no turismo ao Oriente Médio, além dos básicos para qualquer viajante, como o cuidados com seus pertences.

É recomendado que as mulheres que estiverem em viagem sozinhas, fiquem atentas e evitem receber presentes, favores e, principalmente, bebidas alcoólicas ou convites a lugares mais ermos e escuros.

Existem regiões mais tranquilas que outras. Procure verificar junto ao consulado de cada país para ter mais informações sobre onde é possível transitar com mais segurança.

Apesar da gentileza dos habitantes locais, os turistas são observados, como no Brasil. Não dê sorte ao azar.

Cuidado ao exibir publicamente seu relacionamento amoroso

Como estamos falando de um lugar de cultura muito diferente da nossa, algumas atitudes podem não serem bem vistas e devem ser evitadas.

Não exiba abertamente seu relacionamento afetivo. Demonstrações de amorosidade em público como beijos e abraços, são consideradas despudoradas.

Se o relacionamento em questão for homoafetivo, então, é visto como afronta. Às vezes as diferenças culturais passam por sistemas rígidos e equivocados. Mas estando lá, sejamos bem discretos.

Com exceção da Turquia, Jordânia, Israel, Iraque e Chipre, em todos os outros podem haver punição para relações de mesmo gênero, com deportação, prisão ou até pena de morte. Esta união civil só é permitida no Chipre.

Não fotografar o momento da oração muçulmana

Não critique ou vá contra os costumes e a religião islâmica. Respeite e seja silencioso se não concordar com o modo de crença da região, evitando argumentar ou contradizer o que é costume religioso dos muçulmanos.

Não é aceitável fotografar o momento da oração. Esta é uma das horas mais sagradas para os muçulmanos e eles requerem uma postura extrema de respeito, não permitindo ser capturada nenhuma imagem do ato.

Visitar uma mesquita com roupas adequadas

Algumas pessoas têm dúvida sobre a roupa apropriada para entrar em uma mesquita. Muitos desses templos oferecem traje e lenços para turistas se cobrirem antes de entrar.

Na Mesquita Azul, em Istambul, por exemplo, são oferecidas uma espécie de saia que pode ser colocada em cima de outras roupas, tanto masculinas quanto femininas. Melhor já ir preparado, evitando o desconforto na falta da vestimenta adequada, não é mesmo?

O que não se pode fazer é entrar em uma mesquita com os ombros, braços e pernas de fora. Para os homens pode ser calça comprida e para mulheres, pode ser calça ou saia longa. No caso de mulheres, devem cobrir também os cabelos.

Uma de nossas parceiras, a Paula Augot, foi ao Oriente Médio e nos conta da
experiência de visitar mesquitas e o que foi preciso para fazê-lo.

Ah, outra coisa, andar de sapatos não é permitido no interior da mesquita. Eles ficarão guardados do lado de fora ou podem ser levados dentro de sacolas, dependendo do lugar.

Tirar os sapatos antes de entrar na casa de alguém

No Oriente Médio não é indicado nem mesmo cruzar as pernas com um tornozelo sobre o joelho de modo a mostrar a sola do sapato para a outra pessoa.

Os muçulmanos acreditam que a sola dos pés ou dos sapatos sejam regiões de impureza do ser, portanto, não se deve mostrar.

Antes de rituais e orações, os sapatos são removidos. Por isso, também ao entrar na casa de alguém lá, retire os sapatos, em sinal de respeito.

Seguir o código de vestuário local

Estar em países conservadores requer um pouco mais de esperteza e tato, o que não é tarefa difícil para nós, brasileiros. Demonstre respeito e que está interessado em conhecer e aprender a cultura local.

Desse modo, você também será percebido como alguém de respeito que está de acordo com as normas, recebendo mais gentileza e cordialidade por isso!

Obedeça o código de vestuário. Assim você não vai atrair atenção de modo indesejado, como por exemplo, se escolher estar de shorts. É possível vestir roupas ocidentais e respeitar os costumes conservadores, também.

Para isso, dicas valiosas são andar sempre de ombros cobertos, tórax, joelhos e não usar roupas apertadas ou coladas ao corpo. Leve sempre um cachecol, para dar um help em alguma produção menos tampada, caso precise!

Cotação Seguro viagem para Turismo no Oriente Médio

 viagem para o Oriente Médio

Fonte: Pixabay

Agora que chegamos até aqui com tantas informações sobre o turismo no Oriente Médio, chegou o momento de reforçarmos a dica de ouro!

Contrate o seguro viagem para não ter nenhuma surpresa ruim durante os passeios.

Mesmo que o seguro não seja obrigatório, é recomendável que você vá viajar com essa garantia para eventuais contratempos que demandem atendimento médico, ou para cancelamento de viagem, extravio de bagagem, suporte jurídico, entre outros.

Considerando o preço da contratação do seguro, uma das razões é a economia. Imagine precisar de um médico se tiver uma simples intoxicação alimentar, por exemplo, e ter que desembolsar uma grana por isso?

Faça sua cotação pelo nosso site do Seguros Promo. Nele você fará a pesquisa de forma rápida e simples para escolher os melhores planos, preços e seguradoras, e mais, com um atendimento especial! Confira você mesmo:

oriente medio

Entrando no site, você seleciona o destino da viagem, data de saída e chegada. Em seguida, preencha seus dados de contato (e-mail e telefone) e clique em pesquisar.

Logo você será direcionado para a tela de cotação do seguro viagem, com as alternativas das melhores e mais confiáveis seguradoras do mercado com os planos e coberturas para todo tipo de viajante e viagem!

Depois de ler atentamente a apólice, contrate o plano que mais atenda seu planejamento e turismo ao Oriente Médio e vá ser feliz, pois, de Promo, você pode!

Seguro Viagem: Oriente Médio
GTA 60 EUROMAX GTA 60 EUROMAX Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 22/dia*
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
AT 40 INTER AT 40 INTER Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.500 (COMPLEMENTAR) R$ 27/dia*