icone segurospromo
Cobrimos qualquer oferta!
Garanta o menor preço do mercado
Pesquisar!
01 julho - 8 minutos de leitura.

Quer fazer um Safári na África do Sul? Confira nossas melhores dicas de viagem 

Chris standing up holding his daughter Elva África

Já pensou em fazer um Safári pela África do Sul? A região é muito famosa pelos passeios e paisagens incríveis.

Quem está montando um roteiro pela África do Sul não pode deixar de fora um dos passeios mais famosos do país. Essa é a possibilidade de estar imerso na savana africana, mas tudo de maneira organizada e responsável para não influenciar na vida dos animais.  

Se você quer se planejar para viver uma das experiências mais incríveis do mundo das viagens, continue a leitura que a gente te conta tudo!

Cote os melhores seguros de viagem com 15% de desconto neste link!

Safári na África: quando ir, melhores lugares, dicas

Quando marcamos uma viagem para a África do Sul na hora de montar o roteiro, o Safári é sempre uma das principais atividades sugeridas. Afinal, existem diversas modalidades, lugares para explorar e é claro, uma oportunidade única de estar pertinho de animais selvagens, com toda a segurança possível. 

Mas sabia que antes de fazer um Safári é necessário organizar muita coisa? Sim, é preciso decidir se vai ser uma experiência completa ou um passeio mais rápido, se terá acampamento, entre outras decisões que você precisa tomar. 

Para te ajudar no planejamento do Safári na África do Sul nós vamos te explicar tudo, desde como escolher a modalidade, melhores parques e reservas, quantos dias ficar e muito mais!

O que é um Safári?

O que é um Safári?
Fonte: Unsplash

Muito se fala sobre fazer um Safári, mas a verdade é que nem todo mundo sabe o que realmente é um Safári. 

Safári é uma expedição para a caça de animais ferozes e selvagens, e por muitas décadas foi uma prática normal e cultural. Porém, os próprios donos das propriedades onde a caça acontecia perceberam que estavam destruindo um dos seus bens mais preciosos. 

Com isso, a prática de Safári passou a ser conhecida também como prática de preservação, onde os turistas podem ver de perto animais selvagens em seu habitat natural. 

Ainda existem Safáris para caça, mas a maioria acontece de maneia ilegal. Todos os Safáris e modalidades que vamos mostrar aqui são legalizadas e têm como foco a preservação dos animais. 

    Está gostando do conteúdo?
    Receba as melhores dicas de
    viagens no seu e-mail!
    Fique tranquilo, não enviamos spam!

    E-mail cadastrado com sucesso!
    A partir de agora, você receberá as melhores dicas de viagem diretamente no seu e-mail.

    Seguro viagem para África do Sul

    Contratar um seguro viagem para sua viagem de Safári na África do Sul é essencial para que você fique tranquilo e possa aproveitar bem o passeio. 

    Um seguro viagem possui coberturas de acordo com a sua necessidade, pode cobrir despesas emergenciais com médico e medicamentos, ajuda jurídica e auxílio em bagagem extraviada, entre outras situações. 

    E para quem vai fazer um Safári é possível comprar um seguro próprio para essa atividade e ter as coberturas ampliadas. 

    Para encontrar os melhores seguros-viagem com tudo o que você precisa para viajar tranquilo, acesse o Seguro Promo  e faça uma simulação com até 4 seguradoras. Temos o melhor custo benefício!

    Seguro Viagem: África
    CORIS 30 MUNDO BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) CORIS 30 MUNDO BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) Assistência médica USD 30.000 Bagagem extraviada USD 1.000 R$ 25/dia*

    Modalidades de Safári na África do Sul

    Você sabia que existem diferentes tipos de Safári? Essa deve ser a primeira decisão a se tomar na hora de fazer um Safári pela África do Sul, porque sim, há muitas opções!

    • Se sua escolha for pelo self-drive, você pode fazer o Safári no seu próprio carro, desde que o mesmo permaneça fechado durante todo o percurso. A desvantagem é que você só pode andar pelas estradas pré-determinadas, o que dificulta na hora de encontrar os animais.
    • Já quem opta por reservas privadas, pode ter algumas vantagens a mais: passeio em carros abertos com ranger (guia que dirige o jeep) e tracker (guia que procura rastros dos animais) para ajudar a chegar até os bichos. Além, claro, de poder sair das estradas e entrar mata adentro.
    • Também dá para cair na savana africana a pé, a cavalo e de motocicleta. Nesses casos, você sempre estará acompanhado de um ranger e precisará manter uma grande distância dos animais. Para quem vai de balão, é só relaxar e curtir a paisagem.
    • O game drive, passeio tradicional em veículos 4×4, pode ser feito tanto em reservas privadas quanto em parques nacionais. A diferença é a quantidade de pessoas por carro, já que nos parques públicos é uma média de 20 pessoas por carro.

    Safári na África do Sul: parques nacionais x reservas privadas

    Safári na África do Sul: parques nacionais x reservas privadas
    Fonte: Jcomp / Freepik

    Outra decisão que você precisa tomar para fazer um Safári na África do Sul é o tipo de passeio que você quer fazer.

    No Kruger National Park, e em outros parques nacionais, você pode fazer um self-drive ou um game drive.

    Mas vale saber que, por receber muitos turistas, há grandes chances de você encontrar um “congestionamento” em período de alta temporada.

    Além disso, se decidir por um Safári na África do Sul dentro do Kruger, saiba que é proibido sair da estrada para ver os animais mais de pertinho. Então, o jeito é torcer para que os animais transitem mais próximos ao carro.

    Já nas reservas particulares, a coisa muda de figura! Vale sair da rota para ajudar a encontrar os animais e, como o hotel já está dentro da reserva, assim que você sobe no carro, a aventura começa.

    Tanto no parque nacional quanto na reserva privada, a adrenalina é garantida! O que muda é o quanto de dinheiro você pretende gastar e o quanto de conforto e exclusividade você está buscando.

    E pode ficar tranquilo; não há cerca entre o parque nacional e as reservas privadas, assim os animais ficam livres para caminhar pra lá e pra cá.

    Onde fazer Safári na África do Sul?

    Para quem quer já conhecer e pesquisar mais sobre os melhores lugares para fazer Safári na África Sul, reunimos 3 melhores opções.

    Lembrando que existem centenas de parques e reservas privadas em todo o país, mas esses são os mais procurados e famosos. 

    Se você quer ter uma experiência completa, pode confiar nas indicações abaixo, porque não tem erro, são todas ótimas opções e você vai ter oportunidade de fazer um passeio incrível. 

    Kruger National Park

    Kruger National Park
    Fonte: Pexels

    Quando pesquisamos sobre Safári na África do Sul, o Kruger National Park é o que mais aparece. Não à toa, afinal, o parque é o maior e mais conhecido do país.

    Com quase dois milhões de hectares, o Kruger é muito aclamado por oferecer aos visitantes a possibilidade de encontrar os Big Five (leão, leopardo, rinoceronte, elefante e búfalo), além de contar com mais de 500 espécies de pássaros e cerca de 150 de mamíferos.

    Como é um destino clássico para quem quer se aventurar no mundo selvagem, não é difícil encontrar lodges e hotéis para ficar hospedado. São muitas reservas privadas e a maioria delas são subdivididas em reservas menores.

    Assim, encontrar uma que se encaixe em seu orçamento não é complicado. O nível de luxo e conforto varia de lodge para lodge e você pode encontrar diárias acessíveis para o seu tipo de viagem.

    Além disso, ao se hospedar nas reservas próximas ao Kruger, você tem a vantagem de não pagar a taxa de entrada e conta com um tracker e ranger super experientes.

    E ainda tem a chance de ficar praticamente dentro do parque, o que aumenta e muito a adrenalina, né?!

    Mas se preferir ficar nas cidades próximas, por ser um parque nacional, você só precisa pagar uma taxa para entrar e escolher uma das modalidades: tem o tradicional 4×4, a cavalo, a pé e voo de balão que, é claro, também vira Safári.

    Além do seguro, há muitos outros serviços que são essenciais para que a sua viagem seja um sucesso. Para melhorar sua experiência, acesse o Vantagens Promo e fique atento às opções e benefícios!

    Pilanesberg

    Pilanesberg é outra opção de local para fazer Safári que existe por lá. É ideal para quem vai passar pouco tempo no país, já que fica a apenas 2 horas de carro de Joanesburgo.

    Dá para fazer um tour de apenas um dia ou passar a noite em um dos lodges e hotéis da região. Outras opções são: fazer um tour saindo de Joanesburgo, o tradicional 4×4 em jeep aberto ou um self-drive.

    A sensação de imersão na selva pode não ser tão grande como em Kruger, mas não diminui em nada a adrenalina de saber que há mais de 7000 animais dentro daquela paisagem!

    Madikwe Game Reserve

    Madikwe Game Reserve
    Fonte: Flowcomm / Wikimedia Commons / CC BY 2.0

    O Madikwe não é um parque nacional que você pode fazer Safári no seu carro. Para conseguir entrar na reserva, só se hospedando em um dos lodges que estão dentro dele.

    Mas para quem não quer sair de um Safári sem ter visto os famosos Big Five, vale a pena investir um pouco mais na viagem, já que a chance de  encontrar esses animais em reservas privadas é ainda maior com o auxílio de um tracker.

    Diferente do Kruger e Pilanesberg, o Madikwe não tem tantas estradas pavimentadas, o que torna tudo mais roots e intensifica a experiência.

    Além, claro, de passar a sensação de exclusividade, já que é menos procurado pelos turistas do que os parques nacionais.

    Para quem pensa em fazer um Safári com toda a família e levar as crianças para ver a bicharada de perto, a vantagem é que a região é considerada uma zona livre de malária.

    Melhor época para fazer Safari na África do Sul

    Escolher a época para fazer o Safári é importante, pois dependendo da estação do ano faz calor intenso no país, o que pode deixar o passeio mais cansativo e até mais perigoso, já que o turista fica mais cansado e corre o risco de ficar desidratado rapidamente. 

    Segundo Weather Channel, canal do tempo em tradução literal, os melhores meses são entre abril e maio e setembro ou outubro, pois são quando as temperaturas estão mais amenas. 

    As estações são parecidas com o Brasil, verão de dezembro a março, outono entre março e junho, inverno entre junho e setembro e a primavera entre setembro a novembro. 

    Ainda assim, saber escolher bem as roupas que vai usar no Safári ajuda a controlar o calor e se proteger no passeio. 

    Quanto custa o Safári

    Quanto custa o Safári
    Fonte: Teksomolika / Freepik

    Os valores do Safári na África do Sul vão variar muito, pois existem várias modalidades que mostramos acima. 

    Além disso, os preços são cobrados em dólar, sendo assim, existe  uma variação para o real de acordo com o valor da moeda americana no momento de pagar o pacote. 

    O ideal é que você já feche um pacote e pague antes da viagem, pois pode acontecer de te informar um valor antes e ao chegar lá ser mais caro, pois o dólar está mais alto.

    A boa notícia é que muitos pacotes incluem já hospedagem e alimentação daquele dia no Safári, assim, organizando tudo com antecedência você consegue se programar financeiramente e ficar dentro do orçamento planejado. 

    Alguns gastos que você deve levar em consideração: diárias de aluguel do carro, pagamento diário do guia, pagamento da taxa de entrada no parque ou na reserva privada, gastos com souvenirs e extras. 

    Quantos dias ficar na África do Sul?

    Para o Safári o ideal é reservar pelo menos 5 dias na África do Sul, se levar em consideração a ida e volta, além de 3 dias inteiros para o Safári. 

    Mas se você vai ao país aproveite para conhecer algumas das cidades. Desse modo, reserve de 3 a 4 dias para conhecer a  Cidade do Cabo, 1 ou 2 dias para Joanesburgo e em torno de 2 dias para as vinícolas de Stellenbosh. 

    Logo, o ideal é que você reserve de entre 10 a 20 dias para ficar na África do Sul.  

    Não vá sem um seguro viagem!

    Não dá para saber quais animais vamos encontrar em um Safári na África do Sul, seja em reservas naturais ou privadas, e talvez essa seja a graça da coisa: todo Safári é algo imprevisível.

    Da mesma forma, nunca sabemos quando um imprevisto vai acontecer, então, o melhor é se prevenir sempre para que a viagem dos sonhos não seja um desastre.

    Em um Safári, onde os riscos são ainda maiores, o seguro viagem é ainda mais indispensável!

    Contratando um seguro viagem, com um investimento de em média R$15 reais por dia, você tem algumas vantagens, como:

    • Despesas médicas, hospitalares e odontológicas;
    • Extravio de bagagem;
    • Regresso sanitário;
    • Traslado de corpo.

    O ideal é contratar um plano mais completo, já que os riscos do destino são maiores. Veja como escolher o melhor seguro viagem para a África e faça sua cotação no Seguros Promo, temos as melhores seguradoras e os melhores preços.

    Seguro Viagem: África
    CORIS 30 MUNDO BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) CORIS 30 MUNDO BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) Assistência médica USD 30.000 Bagagem extraviada USD 1.000 R$ 25/dia*

    Faça um Safári na África do Sul com segurança e tranquilidade. De Promo você pode!


    Continue sua leitura!

    Veja também


    Recomendado para você
    Melhor preço garantido
    faça uma cotação e confira.
    Conecte-se com a gente