icone segurospromo
Cobrimos qualquer oferta!
Garanta o menor preço do mercado
Pesquisar!
08 abril - 9 minutos de leitura.

Vale do Silício: conheça o principal polo tecnológico do mundo! 

Chris standing up holding his daughter Elva América do Norte

Meca da tecnologia mundial, o Vale do Silício entrou de vez no radar dos viajantes nas últimas décadas e se transformou em um dos principais destinos turísticos da Costa Oeste dos Estados Unidos.

Além de ficar próximo a belas praias e cidades famosas, como Los Angeles, San Diego e San Francisco, o destino é reduto dos milionários do ramo da informática e foi o berço de gigantes da comunicação, como Google, Apple e Facebook.

Criamos um guia completo com tudo que você precisa saber para conhecer as cidades que foram palco da maior revolução tecnológica de nossa era. Vamos lá!

Veja aqui os melhores seguros de viagem com desconto de 15% neste link!

Vale do Silício: onde fica, curiosidades e empresas residentes

Ao pensar em polo tecnológico, muitas pessoas imaginam grandes centros financeiros por onde pululam edifícios modernos e arranha-céus futuristas, como Manhattan, Chicago ou Los Angeles.

No entanto, o maior centro de inovação tecnológica do mundo não se parece em nada com o cenário tipicamente urbano de ruas movimentadas e prédios a perder de vista.

Pelo contrário: na região do Vale do Silício, você dificilmente encontrará prédios de grande porte, com vários andares, ou sequer um emaranhado de construções concentradas em uma pequena área.

As empresas da região estão espalhadas por 39 cidades, instaladas em sedes modernas, com prédios sustentáveis que, geralmente, não ultrapassam cinco pavimentos.

Tanta inovação e modernidade chama a atenção de cada vez mais viajantes, interessados em conhecer as sedes de empresas famosas e pontos turísticos nas proximidades.

Onde fica o Vale do Silício?

Onde fica o Vale do Silício
Fonte: Pxhere

Visitar o vale mais famoso do mundo é fácil: a região fica a um bate-volta de distância de grandes centros da Califórnia, um dos principais destinos dos Estados Unidos.

A maior cidade nas redondezas é San Francisco, que está a apenas 1 hora de viagem. 

Em relação a outros badalados destinos norte-americanos, a distância é maior: Los Angeles está a mais de 570 km de distância, e você precisará dirigir por mais de 860 km se quiser visitar Las Vegas.

Isso não impede muitos viajantes de incluir a região em seu roteiro de viagem pela Costa Oeste, já que não existe nenhum outro lugar no planeta que envolva tantas gigantes da Internet.

Quais as cidades que compõem o Vale do Silício?

A região onde fica o Vale do Silício nos Estados Unidos é composta por 39 cidades que se estendem desde o sul de San Francisco até a cidade de San José, a maior do vale, com 1 milhão de habitantes.

Entre os destinos da área, estão diversas cidades da Califórnia pacatas e charmosas, como Palo Alto, Los Altos, Cupertino, Santa Clara, Santa Cruz e Sunnyvale.

Vale do Silício: mapa

O maior polo tecnológico do planeta fica instalado em uma área de mais de 600 km², localizada ao norte da cidade californiana de San Francisco. Confira o famoso Silicon Valley no mapa!

Curiosidades sobre o Vale do Silício

O Silicon Valley é um lugar curioso e repleto de peculiaridades, famoso por sediar empresas de tecnologia — mas não são apenas as gigantes da Internet que se instalaram na região.

Três das melhores universidades do mundo ficam nas proximidades: as universidades de Stanford e da Califórnia, além do Instituto de Tecnologia da Califórnia, o que levou grandes marcas a se instalarem na região, como Amazon e Sony, entre outras.

Apesar de toda a tecnologia concentrada na região, o Silicon Valley fica em uma das áreas mais tectonicamente instáveis dos Estados Unidos, às margens da famosa Falha de San Andreas, onde fortes terremotos são relativamente comuns.

História 

História do Vale do Silício
Fonte: Pixabay

A história da região começa nos primeiros anos do século XX, quando a área mais ao sul da Baía de San Francisco era conhecida como Valley of Heart’s Delight.

Mas como o local mudou de nome? E por que Vale do Silício?

Durante a década de 1950, após a Segunda Guerra Mundial, a região perdeu o caráter mais agrícola e começou a receber grandes empresas do ramo de tecnologia.

Essas companhias estavam interessadas em explorar as riquezas da área para a produção de peças, como chips de silício. 

Afinal, a região sul da Baía de San Francisco é uma das maiores fontes de silício do planeta, um elemento químico conhecido por seu alto poder de condução, encontrado em grandes quantidades por ali.

Um dos pioneiros a se instalar na região foi o ganhador do Prêmio Nobel de Física William Shockley, que passou sua infância no vale e se dedicou a estudar semicondutores. 

O antigo reitor da universidade de Stanford, Frederick Terman, também foi responsável pelo crescente interesse na área: entre 1940 e 1950, o educador incentivou os universitários a criarem suas próprias empresas.

Aos poucos, grandes nomes da indústria tecnológica foram montando suas sedes no Silicon Valley, como a Fairchild e a IBM. O resto, é história!

Qual a importância do Vale do Silício para o mundo?

Na atualidade, o Silicon Valley é sinônimo de inovação. É ali que estão as principais empresas do mundo que trabalham com Internet e eletrônicos.

A região é o endereço de empresas que despontaram no mercado entre as décadas de 1980 e 2000, como a Microsoft e a Apple, e de gigantes mais recentes, caso da Netflix, do Facebook e do eBay.

Vantagens Promo tem as melhores ofertas para você economizar na sua viagem! Encontre cupons e descontos para passagem aérea, hotel, aluguel de carro, e muito mais! Clique aqui e confira.

Como faço para ir para o Vale do Silício?

Como o vale ocupa uma área extensa, com mais de 600 km², abrangendo 39 cidades, a melhor maneira de conhecer a região é de carro.

Assim, você poderá se deslocar com mais liberdade entre os destinos desejados para conhecer as atrações que quiser.

O viajante pode seguir pela Highway 1, que se estende pela costa da Califórnia, até chegar à região ao sul da Baía de San Francisco.

Se você estiver viajando sem carro, pode ser uma boa ideia repensar o roteiro. A Cal Train, linha ferroviária que conecta o vale à San Francisco, só vai te levar a alguns destinos. As principais empresas, ainda, ficam distantes umas das outras.

Caso você não queira dirigir dentro de San Francisco, é possível alugar carros com preços mais em conta no aeroporto, que já fica na rodovia que leva ao vale.

É possível conhecer os principais pontos turísticos da região em um único dia: você pode pegar o carro pela manhã, bem cedo, e devolvê-lo à noite, depois de ter passeado por vários lugares incríveis.

    Está gostando do conteúdo?
    Receba as melhores dicas de
    viagens no seu e-mail!
    Fique tranquilo, não enviamos spam!

    E-mail cadastrado com sucesso!
    A partir de agora, você receberá as melhores dicas de viagem diretamente no seu e-mail.

    Seguro viagem para os Estados Unidos

    Ao planejar sua viagem ao Silicon Valley, nem pense em esquecer do seguro viagem! Os Estados Unidos são famosos pelos preços salgados cobrados pela rede médica e hospitalar.

    Isso quer dizer que um simples braço quebrado pode se transformar em uma dívida de milhares de dólares, se você não estiver protegido por um seguro viagem.

    Além de garantir cobertura médica e odontológica, o seguro viagem oferece uma série de proteções ao viajante, como coberturas contra extravio de bagagem, auxílio por cancelamento de voo e até traslado médico, caso necessário.

    Faça sua cotação em nosso site buscador, Seguros Promo, para encontrar o seguro viagem mais barato do mercado e mais adequado para o seu perfil de viajante.

    Seguro Viagem: EUA
    CORIS 60 USA BASIC +COVID19 CORIS 60 USA BASIC +COVID19 Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.000 R$ 45/dia*

    Nossa plataforma te ajuda a comparar preços e serviços: em caso de dúvidas, basta acionar nosso time de especialistas em uma central de atendimento exclusiva.

    O que fazer no Vale do Silício?

    As principais atrações do Silicon Valley são as empresas instaladas na região: gigantes da tecnologia, fabricantes de componentes eletrônicos, instituições de ensino renomadas e muitas outras.

    Confira o que fazer no Silicon Valley!

    Facebook

    Sede do Facebook
    Fonte: Pixabay

    A sede do maior conglomerado de redes sociais do mundo fica no vale: o Facebook, de Mark Zuckerberg, fica em Menlo Park, na cidade de Palo Alto.

    Uma das empresas mais valiosas do planeta, o Facebook não é muito simpático a visitantes: você provavelmente só conseguirá entrar na sede da empresa se alguma pessoa que trabalha lá te convidar.

    Se você não descolar esse convite, não se preocupe. Você pode visitar o estacionamento da empresa e tirar uma foto em frente à famosa placa com o sinal de “Curtir” instalada em frente ao edifício.

    Garagem da HP

    Um dos endereços mais icônicos do Vale do Silício é a Garagem da HP, em Palo Alto, onde Dave Packard e Bill Hewlett criaram os dispositivos que dariam origem à HP em 1939 — uma das empresas de tecnologia mais prósperas do mundo.

    A garagem fica dentro de uma propriedade particular e não está aberta a visitação, mas você pode aproveitar para tirar uma foto com uma placa que indica que ali fica o “local de nascimento do Vale do Silício”.

    Universidade de Stanford

    Stanford University
    Fonte: Pxhere

    Uma das melhores universidades do mundo, a Universidade de Stanford merece um dia inteiro de passeio. O campus é imenso e reúne atrações charmosas, edifícios históricos e cenários agradáveis.

    Por todo lado estão instaladas obras do pai das esculturas modernas, o francês Auguste Rodin, além de belos jardins floridos.

    Não deixe de visitar a Hoover Tower, de onde é possível contemplar uma vista panorâmica da região, e finalize o seu passeio com um pulinho à loja de souvenires da universidade.

    Sede do Google

    A sede do Google é uma parada obrigatória em sua turnê pelo Silicon Valley. A gigante da Internet está instalada em dois edifícios, o Googleplex e um prédio localizado na Landings Drive, onde estão as famosas esculturas do Android.

    Se você conhece alguém que trabalha na empresa, é possível conhecer o Centro de Visitantes Beta, um pequeno museu que conta a trajetória do empreendimento e curiosidades sobre o Google, além de oferecer uma divertida piscina de bolinhas.

    Vale a pena incluir a lojinha da empresa, localizada no prédio da Landings Drive, para adquirir produtos do Google. Em tese, a loja é reservada a usuários cadastrados, mas com um bom papo é possível visitar o local.

    Museu da História da Computação

    Museu da História da Computação
    Fonte: Wikimedia Commons, foto de Jitze Couperus

    Vizinho da sede do Google, o Computer History Museum tem um rico acervo que conta a história da computação no mundo, desde a era das calculadoras até os computadores ultramodernos da atualidade.

    A exposição, patrocinada por ninguém menos que Bill Gates, inclui computadores gigantes, criados por órgãos militares, e exemplares tecnológicos mais raros, como protótipos da Apple.

    É um passeio imperdível, sobretudo se você está viajando com crianças!

    Garagem do Steve Jobs

    No meio do caminho entre Mountain View e Cupertino fica a cidade de Los Altos, onde Steve Jobs e Steve Wozniak criaram uma das maiores empresas de tecnologia do mundo: a Apple.

    Assim como a Garagem da HP, a Garagem de Steve Jobs fica em uma propriedade privada, o que significa que você não poderá entrar no recinto. Isso não te impede, porém, de tirar várias fotos da fachada a partir da rua!

    Sede da Apple

    Sede da Apple
    Fonte: Pexels

    Se você não pode visitar a garagem em que a Apple nasceu, você pode conhecer a atual sede da empresa, uma das mais valiosas do mundo.

    O Apple Park fica em uma área verde bastante agradável, em um espaço moderno e arrojado. O local conta com um centro de visitantes aberto de segunda a sábado.

    Os visitantes podem se divertir em uma área de realidade aumentada ou ir às compras na loja de souvenires da empresa, que tem itens bacanas a preços acessíveis, como camisetas, canecas, chaveiros e muito mais.

    Centro de pesquisa da Nasa no Vale do Silício

    Um dos centros de pesquisas da Nasa fica no Silicon Valley, mais especificamente na cidade de Mountain View

    O NASA’s Ames Visitor Center tem uma área aberta à visitação, onde você pode conhecer mais sobre missões espaciais e projetos da empresa ou até comprar produtos da agência espacial norte-americana.

    Em um prédio anexo ao centro de visitantes fica o Moffett Field History Museum, que conta a história da aviação militar desde a década de 1930, com entrada franca.

    Como visitar as empresas do Vale do Silício?

    Como visitar as empresas no Vale do Silício
    Fonte: Pixabay

    Conhecer as principais empresas do Vale do Silício é relativamente fácil, mas requer organização e planejamento.

    O viajante deve entrar em contato com as empresas que deseja visitar e explicar o motivo de seu interesse.

    Pode ser uma boa ideia explicar por que a visita seria interessante a partir do ponto de vista corporativo: se a empresa julgar que tem algo a ganhar com a sua visita, as portas podem se abrir mais rápido para você.

    Além disso, o viajante pode recorrer ao networking ou ficar atento ao calendário de eventos para participar de meetups organizados pela própria empresa.

    Compre seguro viagem e conheça o Vale do Silício de carro!

    Antes de embarcar em uma viagem inesquecível para conhecer o Vale do Silício, não se esqueça de garantir o seu seguro viagem.

    O custo de atendimento médico e hospitalar nos Estados Unidos é bastante alto, e você pode acabar com dívidas de milhares de dólares em caso de imprevisto.

    Por isso, o recomendado é que você viaje resguardado por um bom seguro viagem, que ofereça coberturas médica, odontológica e contra extravios de malas, entre outros.

    Para encontrar o seguro viagem mais completo e mais barato do mercado, visite nosso site buscador, Seguros Promo, que te ajuda a comparar ofertas e serviços. De Promo você pode!

    Seguro Viagem: EUA
    CORIS 60 USA BASIC +COVID19 CORIS 60 USA BASIC +COVID19 Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.000 R$ 45/dia*

    Leia também:

    Veja também


    Recomendado para você
    Melhor preço garantido
    faça uma cotação e confira.
    Conecte-se com a gente