icone segurospromo
Cobrimos qualquer oferta!
Garanta o menor preço do mercado
Pesquisar!
20 novembro - 11 minutos de leitura.

Bélgica: turismo, principais cidades, dicas e curiosidades 

Chris standing up holding his daughter Elva Europa

A Bélgica é um dos destinos mais visitados em viagem à Europa. Um dos motivos, sem dúvida, são suas lindas e históricas cidades medievais.

Outro fator relevante é que a nação é uma das principais produtoras de duas paixões internacionais: chocolate e cerveja

Por isso, se pretende viajar para o país europeu, prepare um bom espaço na mala para trazer essas duas delícias e confira as nossas dicas!

O seguro viagem é obrigatório para entrar na Bélgica! Garanta o seu com 15% de desconto neste link!

Bélgica: curiosidades, gastronomia e cultura

Cultura da Bélgica
Fonte: Pixabay

A nação é muito rica quando o assunto é história e cultura. Embora seja um país moderno, ele reúne muitos centros históricos totalmente preservados, que são, inclusive, as grandes atrações turísticas locais.

Cidades antigas, pequenos vilarejos, castelos, arquitetura com estilo medieval e um povo muito educado compõem cenários surpreendentes por todo o país. 

Claro que a gastronomia também é destaque por lá. Além de chocolate e cerveja, o país tem uma culinária deliciosa, com base em batata, queijos, aspargos e frutos do mar, entre outros.

Inclusive, fazer uma bela refeição acompanhada de uma boa cerveja é mais que um prazer: é uma verdadeira tradição. Continue lendo esse artigo e descubra tudo sobre a Bélgica!

Onde fica a Bélgica?

Localizada na região Oeste da Europa, a nação faz fronteira com a França, Luxemburgo, Alemanha e os Países Baixos, e também é banhado pelo mar do Norte.

Com 30.519 km² e uma população de aproximadamente 10.647.000 habitantes, o país possui uma alta densidade demográfica. Bruxelas é a capital da Bélgica, sendo também a capital administrativa da União Europeia.

Como ir para Bélgica?

Apesar de não haver voos diretos entre o Brasil e o país belga, é possível encontrar passagens aéreas para cidades como Bruxelas e Antuérpia saindo de diferentes regiões brasileiras.

Algumas das companhias aéreas que operam os trajetos até a capital são a KLM, British Airways, Air France, Iberia e a Turkish Airlines.

Para encontrar a passagem para Bélgica mais econômica, concentre suas pesquisas no Passagens Promo: a plataforma comparadora cataloga as melhores ofertas do momento e facilita o seu processo de pesquisa com muita praticidade! 

Como é o clima da Bélgica?

Durante o ano todo, o país possui um clima temperado e com possibilidade de chuvas em diferentes estações. Isso acontece porque a área está bem próxima do Oceano Atlântico, recebendo muita influência do clima marítimo. 

A temperatura média local gira em torno de 9 graus, sendo que os invernos são mais rigorosos. No verão, a média é bem agradável, em torno de 19 graus.

Qual a melhor época para viajar para Bélgica?

Melhor época para viajar para a Bélgica
Fonte: Pexels

Assim como em vários destinos de turismo na Europa, a temporada mais indicada para viajar ao país é entre a primavera e verão, que ocorrem entre março e setembro.

Neste período, as temperaturas estão bem mais agradáveis, favorecendo os passeios pelas principais cidades turísticas.

Mas se quer ver neve, o destino é uma ótima escolha, pois os floquinhos brancos caem quase que em todo o país. Há muito o que fazer na Bélgica no inverno, já que é justamente neste período que certas cidades ficam ainda mais atraentes.

Os meses mais frios são ideais para aproveitar o máximo da gastronomia da região e admirar a arquitetura dos edifícios históricos, presenteando o turista com um cenário marcante e completamente diferente.

Também é um excelente momento para ver Bruxelas iluminada pelas luzes natalinas, dando um toque mágico à cidade.

Turismo na Bélgica

Turismo na Bélgica
Fonte: Pixabay

Os turistas que visitam as cidades da nação são atraídos por suas atrações históricas, como museus, prédios em estilo medieval e arquitetura renascentista e vilarejos muito antigos e charmosos, espalhados tanto na capital como nas cidades do interior.

No país, as praças também têm um significado muito importante para o turismo, uma vez que muitos prédios simbólicos estão localizados ao entorno desses locais. 

Além disso, as atividades turísticas são estimuladas pela forte tradição na produção de chocolate e cerveja, sendo que ambos os produtos são muito famosos e apreciados no mundo inteiro.

Por lá, o que não faltam são chocolaterias com os mais diversos tipos do doce, além de uma infinidade de composições das cervejas.

Qual idioma é falado no país?

Se acha que encontrará apenas um idioma oficial, saiba que você encontrará três línguas faladas na Bélgica: o francês, o alemão e o neerlandês. Aliás, o inglês também é muito usado por lá.

A explicação para essa variedade de línguas está relacionada aos países vizinhos, sendo que muitas divisões de fronteiras foram definidas apenas depois da 2ª Guerra Mundial. Sendo assim, os três idiomas foram incorporados no país.

Quanto custa uma viagem para o país?

Esse é o tipo de viagem que vale cada economia que fazemos. Mas para você ter uma noção do quanto vai gastar, separamos uma média dos seus principais gastos.

Em Bruxelas, a média de custos por dia é de aproximadamente R$ 490, enquanto na Antuérpia, pode chegar a R$ 617 (preços pesquisados em novembro de 2020).

Para transporte na capital, o ticket avulso custa entre R$ 14 e R$ 16. Há também opções para tickets de 24 e 48 horas, inclusive para ônibus turísticos — nesses casos, os valores podem variar entre R$ 48 e R$ 191, aproximadamente.

Já para alimentação, os valores podem variar entre R$ 40 e R$ 73 para café da manhã, R$ 46 e R$ 130 para almoço e R$ 116 e R$ 193 para o jantar.

Documentos, visto e vacinas

Documentos necessários para ir à Bélgica
Fonte: Pixabay

A boa notícia é que, se sua passagem pelo país não ultrapassar 90 dias, não é necessário apresentar o visto para entrada.

Mas em compensação, você ainda precisará apresentar alguns documentos devido ao Tratado de Schengen.

Para o desembarque no país europeu, precisará de um passaporte com validade de ao menos três meses. Também é obrigatório apresentar o Certificado Internacional de Vacinação contra febre amarela.

Como se locomover pelo país?

O sistema de transporte no país é excelente. Por lá, é muito tranquilo se locomover por todas as cidades de diversas formas, como ônibus, metrô e bonde. Aliás, fazer integração entre os tipos de transporte também é viável.

Se comprar, por exemplo, um bilhete de trem e quiser depois usar no ônibus, é totalmente possível. Os cartões são vendidos em totens nas estações e terminais de ônibus.

Alugar um carro também é uma possibilidade, mas atenção aos requisitos exigidos para poder dirigir no exterior.

Seguro viagem para Bélgica

Seguro Viagem: Europa
GTA 75 EUROMAX GTA 75 EUROMAX Assistência médica USD 75.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 25/dia*
Intermac EUROPROMO 40 (Exceto EUA) Intermac EUROPROMO 40 (Exceto EUA) Assistência médica EUR 40.000 Bagagem extraviada EUR 500 (SUPLEMENTAR) R$ 18/dia*
TA 100 MUNDO (exceto EUA) TA 100 MUNDO (exceto EUA) Assistência médica USD 100.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 23/dia*

Além de saber tudo sobre o país e se encantar com a gastronomia e cultura, a contratação de um seguro viagem também deve estar entre os seus principais cuidados.

Afinal, antes mesmo de planejar os passeios, o objetivo é que a nossa viagem seja tranquila e segura, não é mesmo?

Então, para evitar apuros fora do seu país, não deixe de contratar um seguro viagem para Europa de qualidade e confiança.

Na hora de pesquisar, uma dica é fazer buscas no site comparador Seguros Promo, onde encontrará as melhores opções de planos das principais seguradoras do mundo.

História da Bélgica

Agora que você já tem todas as principais informações práticas para auxiliar o seu planejamento, está na hora de passarmos para a parte mais divertida: explorar a cultura belga e descobrir o que fazer por lá!

Ao longo do tempo, o atual território da Bélgica fez parte do Império Carolíngio e também foi dividido em diversos estados.

Como você já sabe, o país compartilha algumas similaridades com as nações com as quais faz fronteira, tendo sido dominada pela França em 1795 e pela Holanda em 1815

A independência veio em 1830, mas a área também sofreu a ocupação alemã durante a Primeira e Segunda Guerras Mundiais. 

Graças à localização estratégica e à invasão de muitos exércitos, vários conflitos foram travados no território, que ficou conhecido como “campo de batalha da Europa”. 

Hoje, como membro fundador da União Europeia, o país apoia a cooperação pacífica na Europa Ocidental.

Cidades belgas: destinos imperdíveis para turismo na Bélgica

Para fazer um planejamento eficiente, é preciso definir exatamente quais cidades quer conhecer e traçar um roteiro para aproveitar ao máximo o tour pelo país.

Entre as encantadoras cidades belgas, Bruxelas não pode ficar de fora da sua lista. A capital é um verdadeiro centro histórico, com construções datadas do século XV — além de possuir bares famosos, como o Delirium Café, e atrações mais modernas, como o Atomium.

Bruges é uma cidade muito charmosa, com pequenos vilarejos de ruas de pedras, igrejas e casas muito antigas, além de canais onde é possível fazer deliciosos passeios de barco.

Lovaina também é um centro histórico a céu aberto, e abriga a universidade católica mais antiga do mundo. 

A capital do diamante, Antuérpia, também tem seu charme e atrações muito interessantes, que contam a história do país. Visite ainda as simpáticas cidades de Dinant e Liège.

Mapa das cidades da Bélgica

Para aproveitar ao máximo a sua viagem para o país, o mapa é essencial para visualizar os trajetos mais práticos e rápidos. Para ajudar na sua locomoção, verifique o que preparamos com as principais cidades do território belga!

1. Bruxelas

Monumento em Bruxelas
Fonte: Pexels

Capital do país e sede da União Europeia, Bruxelas é um verdadeiro espetáculo, cheia de pontos turísticos e muita história. Por lá, a grande atração é a Praça Grand Place, patrimônio da Unesco, construída no século XV.

Além de encontrar uma praça estonteante, há muitos museus para visitar, como o Museu da Cidade de Bruxelas, por exemplo. Na região, dá para conferir ainda a estátua Manneken Pis, um bem-humorado símbolo que enfatiza a liberdade de pensamento do povo da cidade. 

Inclua no seu roteiro uma visita ao Delirium Café, que oferece as melhores cervejas do país. Não deixe de conhecer o Atomium e a Place de Ste. Catherine, entre outras atrações. O que fazer em Bruxelas vai te surpreender com tantos lugares lindos!

2. Bruges

Bruges, que fica bem pertinho da capital, oferece aos seus visitantes muitos museus, parques, pontes, restaurantes e igrejas.

O ponto alto é o passeio de barco pelos canais de Bruges. É muito legal apreciar a cidade deste ângulo. 

Claro que o chocolate e a cerveja também não podem faltar por lá, né? Visite a Halve Maan, a cervejaria mais popular da cidade.

3. Lovaina

Lovaina
Fonte: Pxhere

Lovaina é um destino histórico com mais de mil anos. No local, a cidade antiga é um dos pontos mais visitados entre os turistas.

O mais legal é que, além de conhecer a história e a cultura, a região oferece ainda bares e restaurantes deliciosos.

Entre os seus prédios históricos, a cidade também é famosa por ser sede de uma das universidades católicas mais antigas do mundo.

No seu tour pela região, conheça a Prefeitura de Lovaina e o bairro Groot Begijnhof, além da igreja St. Peter’s Church.

    Está gostando do conteúdo?
    Receba as melhores dicas de
    viagens no seu e-mail!

    Fique tranquilo, não enviamos spam!

    E-mail cadastrado com sucesso!
    A partir de agora, você receberá as melhores dicas de viagem diretamente no seu e-mail.

    4. Antuérpia

    Entre os destaques da Antuérpia, está o fato da cidade ser reconhecida como o centro mundial de diamantes. Além disso, ela possui um dos maiores portos do mundo.

    Ao visitar o destino, não deixe de conhecer o Museu dos Diamantes e a Praça do Mercado, chamada de Grote Markt, repleta de prédios góticos. Por lá, você vai encontrar a estátua de Brado e também uma escultura de uma mão gigante.

    5. Dinant

    Dinant
    Fonte: Pexels

    Ao chegar em Dinant, às margens do Rio Meuse, você vai se impressionar com a estrada que dá acesso à região central. Isso porque ela passa por uma fenda de uma rocha gigantesca.

    O centro turístico conta com construções erguidas há séculos. Por lá, uma das principais atrações é a Igreja Colegiada de Notre-Dame, que fica bem na frente de uma parede de pedras com 10 metros de altura.
    No alto, está a fortaleza, que no passado, servia para proteger a cidade. Você poderá conhecer museus, igrejas e um teleférico muito interessante, construído em 1956, de onde terá uma linda vista do rio e outras belezas naturais, além das construções antigas.

    6. Liège

    Entre as cidades para conhecer no país, Liège é a terceira maior, e assim como as demais, também é repleta de histórias para contar aos seus visitantes. 

    Acredita-se que a cidade tenha surgido no Império Romano, sendo também um centro eclesiástico da Igreja Católica na época.

    Em Liège, você poderá caminhar pela Féronstrée, uma rua cheia de pontos turísticos, além de conhecer museus e visitar a Igreja de São Bartolomeu. Faça também um passeio às margens do Rio Meuse.

    Vida noturna belga: o que tem para fazer?

    Vida norturna belga
    Fonte: Pixabay

    A vida noturna em todo país é bem agitada, e o que não faltam são lugares muito badalados para conhecer. O país é bastante democrático, oferecendo opções para os mais diversos perfis de viajantes.

    Por lá, você pode optar por noites com uma boa música em bares e pubs, como o Poechenellekelder e Delirium Café, ambos em Bruxelas. Para quem quer apreciar a bebida mais popular do país, as cervejarias também ficam abertas durante a noite. 

    Se preferir, baladas não faltam para todos os gostos, como a Mirano, na capital, e a Fuse, para quem curte uma balada eletrônica.

    Dicas para a sua viagem na Bélgica

    Para finalizar o seu planejamento, listamos mais algumas informações importantes para manter em mente durante o seu roteiro:

    Moeda: como o país faz parte da União Europeia, o euro também é a moeda corrente por lá. Aliás, prefira trocar a moeda no Brasil, pois a cotação em aeroportos ou no local costuma ser mais alta. 

    Tomada: nas cidades belgas, a tomada usada é em formato de “E”, que não é tão comum no Brasil. Por isso, uma dica é levar um adaptador universal para não ter problemas na hora de conectar seus aparelhos eletrônicos. A voltagem no país é de 220 volts.

    Dinheiro em espécie: essa é uma dica muito importante, pois muitos serviços (como os banheiros públicos, por exemplo), são pagos apenas com moedas. Então, não esqueça de trocar o dinheiro por lá.

    Gastronomia na Bélgica

    Claro que a saborosa culinária belga não poderia deixar de ser mencionada. Se você pensa que a gastronomia do país se baseia apenas em chocolates, cervejas, batatas fritas e waffles, se enganou.

    Nos pratos mais típicos da nação belga, não faltam queijos, aspargos, frutos do mar, embutidos e peixes.

    Se estiver em dúvida sobre quais as comidas típicas que precisam fazer parte do seu tour gastronômico, uma dica é comer mexilhões com fritas. Os belgas amam esse prato!

    Os tomates recheados com camarão também são uma verdadeira paixão nacional que você deve experimentar.

    Para quem aprecia um bom cozido, inclua na sua lista o waterzooi: uma mistura de frango, peixes, legumes e vegetais cozidos, com nata e molho de ovos.

    Sugestão de roteiro pela Bélgica

    Dicas de viagem para a Bélgica
    Fonte: Pixabay

    Dependendo da quantidade de dias que passará no país, é sempre bom visitar as cidades mais próximas umas das outras, para que você consiga conhecer os principais pontos turísticos.

    Por isso, se visitar a capital Bruxelas, aproveite para viajar para Bruges, que fica na mesma região. Aliás, as estradas são muito bem conservadas por todo território, e alugar um carro é bem tranquilo.

    A partir de Bruxelas, visite também a Lovaina, que fica bem perto da capital, e depois a cidade de Antuérpia. Liège também não está longe, ficando a cerca de 97 quilômetros de Bruxelas.

    Curiosidades sobre a Bélgica

    Personagens de quadrinhos: por lá, curiosidades não faltam. Uma delas é que no país foram criados muitos personagens em quadrinhos, como o Lucky Luke, o Tintim e os Smurfs.

    Castelos: é dito que a nação possui a maior concentração de castelos do planeta: são cerca de 3 mil, entre fortalezas, palácios, fortes e mansões.

    Chocolate: o maior local de comercialização de chocolates do mundo está no país. O Aeroporto Internacional de Bruxelas é, globalmente, o lugar que mais vende o alimento. Cerca de 1.6 kg do produto é vendido por minuto.

    Cervejas: em todo a nação, existem mais de 800 tipos de cerveja. Além disso, cerca de 150 litros são tomados por pessoa, por ano, no local.

    Seguro viagem para Bélgica

    Seguro Viagem: Europa
    GTA 75 EUROMAX GTA 75 EUROMAX Assistência médica USD 75.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 25/dia*
    Intermac EUROPROMO 40 (Exceto EUA) Intermac EUROPROMO 40 (Exceto EUA) Assistência médica EUR 40.000 Bagagem extraviada EUR 500 (SUPLEMENTAR) R$ 18/dia*
    TA 100 MUNDO (exceto EUA) TA 100 MUNDO (exceto EUA) Assistência médica USD 100.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 23/dia*

    O país é surpreendente, mas sabemos que o sucesso de uma viagem não depende somente do destino, mas muito mais das nossas decisões.

    Por isso, contratar um seguro de qualidade é a sua parte. Na hora de encontrar a opção mais adequada, faça as suas buscas no site comparador Seguros Promo, onde você tem os melhores planos, com as principais coberturas e preços que cabem no seu bolso.

    Se precisar de ajuda, temos uma equipe especializada para te auxiliar. Quer viajar seguro? De Promo você pode!


    Saiba mais sobre a Europa!

    Veja também


    Recomendado para você
    Melhor preço garantido
    faça uma cotação e confira.
    Conecte-se com a gente