Visto americano: como tirar, passo a passo e dicas importantes

Visto americano: como tirar, passo a passo e dicas importantes Dicas de Viagem
23 outubro - 7 minutos de leitura.

É bem comum ter dúvidas sobre o visto americano, especialmente para turistas de primeira viagem aos Estados Unidos.

O primeiro passo é saber qual tipo de visto será solicitado pela imigração dos EUA de acordo com o propósito da sua viagem.

Está pronto para descobrir o seu? Confira essa e outras dicas importantes que trouxemos nesse artigo, pra te deixar sem dúvida nenhuma!

Tipos de vistos americano

Tipos de vistos americano

Ao todo, existem 185 tipos de visto. Mas antes que o desespero bata na porta, pode se tranquilizar! A maioria deles são para imigrantes.

Normalmente, você só vai precisar se preocupar com o visto para não-imigrantes, que incluem turismo, negócios, estudos e visitas à família.

São exigidos esses vistos para entrar em território americano, que inclui os Estados unidos, Porto Rico e as Ilhas Virgens Americanas.

A função desses vistos é, de forma bem resumida, que o viajante prove que não está lá com a intenção de morar nos Estados Unidos, já que o processo para imigrantes é um tanto mais complicado.

Desta forma, alguns tipos especificam qual a intenção da sua viagem. Os seguintes são os mais comuns para quem visita os Estados Unidos.

B1: Negócios

Esse visto é para você que vai para os Estados Unidos a trabalho.

Isso pode envolver participar de conferências, feiras, assinar contratos, responder por empresas brasileiras.

Ou até mesmo fazer trabalhos voluntários, sem fins lucrativos, como um pesquisador independente, ou integrar uma equipe médica temporariamente.

F1: Acadêmicos

Este é conhecido como o “visto de estudante”. E poder estudar nos Estados Unidos é o sonho de muita gente!

Seja para fazer uma faculdade, ensino fundamental, médio ou até mesmo estudar um idioma, o visto que deve ser solicitado é o F1.

Para conseguir esse visto, é preciso que a escola emita o “Certificado de Elegibilidade” e registre o aluno no sistema SEVIS, o Sistema de Informações de Visitantes e Estudantes de Intercâmbio.

Lembre-se que para professores, palestrantes, pesquisadores e qualquer outra pessoa com função profissional, mesmo que não receba remuneração, o visto certo é o B1.

Se tiver dúvida, consulte o consulado e a embaixada para entender melhor qual o seu caso!

B2: Turismo

De todos os tipos de vistos americanos, esse é o mais solicitado. Não confunda com o B1, que serve para quem vai a negócios!

O B2, conhecido como o visto de turismo, permite que o visitante fique no país por até 90 dias para curtir férias, visitar família e amigos, fazer tratamentos médicos.

E até mesmo para permitir a participação em eventos de esporte amador (sem remuneração) ou em cursos de aprendizado com fins recreativos.

Em alguns casos o departamento de imigração permite a estadia por até 180 dias, mas só é possível saber se ficará mais tempo quando passar pela imigração americana.

B2: Tratamento médico

É importante especificar que o B2 não serve para os tratamentos ditos como “não-urgentes”, que levam o mesmo processo que qualquer outro visto.

Mas no caso dos tratamentos médicos de urgência, o Consulado faz o possível para marcar as entrevistas mais rápido.

Para tal, é preciso comprovar, com relatórios médicos, o estado de saúde do requerente. E também, que há condições de custear os procedimentos no exterior.

No mais, o processo e os documentos exigidos são os mesmos que para os outros motivos da categoria B2.

H: Trabalho temporário

O visto H é usado por trabalhadores contratados por empresas americanas e é a própria organização que faz o pedido de trabalho ao serviço de imigração americano.

Se diferencia por ser somente para trabalhos temporários e geralmente válido somente para empregados, não para autônomos.

Além disso, é necessário ter no mínimo um ensino superior completo, enquanto para o B1 você só precisa comprovar que terá uma condição financeira boa o suficiente!

Algumas variantes existem, como o H4, que serve para cônjuge ou filhos menores de 21 anos acompanhando alguém com um trabalho temporário nos Estados Unidos.

Ou o H1-B, válido para trabalhadores com alguma especialidade em seu campo de atuação, necessária para a finalidade da viagem.

L: Trabalho temporário transferido

Funcionários transferidos para trabalhar na sede ou filial da empresa precisam de vistos temporários, do tipo L, usados para transferências dentro da mesma empresa.

O empregado precisa estar na empresa há mais de um ano e ter um conhecimento específico, ocupando, principalmente, cargos de gestão ou executivos.

O tempo máximo de estadia varia entre 5 e 7 anos. As diferenças de exigência para experiência profissional também podem ser diferentes, comparados ao H.

Seguro Viagem: EUA
AC 150 + TELEMEDICINA AC 150 + TELEMEDICINA Assistência médica USD 150.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 23/dia*
TA 100 TA 100 Assistência médica USD 100.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 25/dia*

Documentos necessários para o visto americano

 vistos americano

Por fim, montamos um passo a passo para te ajudar a passar por essa etapa da sua viagem aos Estados Unidos sem problemas!

Para isso você precisa reunir seus documentos. Não se esqueça que cada tipo de visto pode fazer exigências diferentes, então confira.

Para o B2 (turismo), por exemplo, são os seguintes:

  • Passaporte original válido no momento da chegada aos EUA
  • Passaportes antigos
  • Uma foto dentro das especificações, tanto em versão digital quanto cópia física
  • Formulário do visto americano DS-160 preenchido e com o carimbo do consulado
  • Comprovante de pagamento pela solicitação do visto
  • Confirmação de agendamento da entrevista

Alguns outros documentos também podem aumentar sua chance de sucesso:

  • Itinerário de viagem
  • Prova de recursos financeiros
  • Carta convite de família residente nos Estados Unidos

Como tirar o visto americano

Como tirar o visto americano

É possível tirar vários diferentes, mas, ao viajar, você só terá um deles considerado como “ativo”.

Portanto, é importante ter certeza de que vai tirar o visto americano do tipo certo para a sua viagem!

E, é claro, esteja bem preparado para não ter que repetir alguma etapa. Vamos lá:

1° passo: Tenha um passaporte válido

O passaporte é essencial pra qualquer viagem internacional! Tenha certeza absoluta que ele não está danificado e nem fora do prazo de validade.

E se estiver, busque já uma renovação, direto pelo site da Polícia Federal, preenchendo um formulário para fazer a solicitação.

Confira tudo com atenção pra não deixar passar nenhum erro. Fique por dentro de todos os detalhes, como quanto custa e quando fazer!

2° passo: preencha o formulário

O próximo passo para a retirada do visto é preencher a solicitação na plataforma on-line, conhecida também como DS-160.

Ela está disponível no site do Departamento do Estado Americano e está em inglês, mas com a opção de tradução para a língua portuguesa.

Uma boa dica é anotar o número do “Application ID” para ir respondendo com o tempo, pois o questionário é longo.

Isso também evita contratempos caso o computador desligue ou apague suas informações.

Quando terminar o processo, é importante imprimir a página de confirmação!

3º passo: pagamento e valor da taxa do visto americano

Você também precisará comprovar o pagamento da taxa, assim que ele tiver sido efetuado.

Para a maioria das categorias, o valor fica em torno de 160 dólares. Inclusive para negócios, turismo e intercâmbio.

Para trabalho temporário, transferência e para atletas e artistas, fica em torno dos 190 dólares.

Confira exatamente o valor do visto americano do tipo que você vai precisar.

4° passo: agende sua entrevista

Depois de preencher o formulário e efetuar o pagamento, você pode marcar sua entrevista pelo site ou pelo sistema de call center.

Em alguns casos é necessário ir até o Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV) ou ao Consulado mas, em alguns casos, é preciso ir aos dois.

Porém, você só terá acesso a essa informação no momento da solicitação.

De qualquer forma, é importante lembrar que a entrevista do CASV deve ser marcada antes da entrevista do Consulado, pois ela funciona como um pré-atendimento.

Lembra das confirmações importantíssimas dos itens anteriores? Você precisará delas nessa etapa, juntamente com o número do seu passaporte.

Por isso, tenha certeza de que você estará em posse de todos esses documentos no momento da entrevista.

5° passo: entrevista no CASV

Se você precisar fazer uma entrevista no CASV, compareça na unidade no horário e dia marcado, pois a entrada só é permitida com entrevista agendada.

Leve a documentação exigida: seu passaporte, o comprovante de pagamento da taxa, a confirmação do formulário DS-160 e a confirmação do agendamento da entrevista.

E todos os documentos precisam ser oficiais!

Lá, eles irão recolher suas digitais e tirar uma foto, essas informações serão enviadas para o Consulado Americano.

6° passo: entrevista no Consulado

Essa etapa do processo para tirar o visto americano pode acontecer em uma das cidades em que está localizada uma unidade do Consulado do EUA, como Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Recife.

Todas as opções, inclusive, estão disponíveis no site de preenchimento do formulário para você escolher qual o lugar ideal.

É no momento do agendamento que deve ser escolhido o dia e horário da entrevista. Nessa fase é preciso levar também outros documentos que comprovem seu vínculo com o Brasil.

Isso pode incluir documentos de imóvel, diploma, declaração de universidade, carta de empresa, extrato bancários, entre outros.

Além, também, dos já exigidos, como passaporte, comprovante de pagamento da taxa, confirmação do formulário DS-160 e confirmação do agendamento da entrevista.

7° passo: Entrega do visto

Se você seguiu todos os passos, agora é só torcer e esperar! O passaporte com o visto tem de dois a dez dias para chegar e a entrega pode ser feita em endereço residencial e comercial.

Uma segunda opção é solicitar a retirada do documento direto no CASV, tudo depende da sua escolha!

Agora, se você quer viajar, mas não quer passar por todos esses processos, que tal procurar por destinos que não exigem vistos de brasileiros?

Aqui no Seguros Promo você consegue comparar os melhores planos, das principais seguradoras atuantes no segmento e ainda comprar com o melhor preço do mercado!

Qual a validade do visto americano?

Qual a validade do visto americano

A validade do visto é de 10 anos, no caso de alguns dos vistos mais comuns, como o B2, para turistas ou o B1, para negócios.

Mas isso pode variar em alguns casos em especial, como nos válidos para apenas alguns meses ou para uma única viagem.

Onde solicitar o visto americano?

Para ter certeza, você pode procurar alguma das centrais de atendimento e explicar sua situação.

Você precisará visitar o CASV para saber como solicitar o visto e também o CED – Centro de Entrega de Documentos.

Seguro viagem para o Estados Unidos

Seguro viagem para o Estados Unidos

Você sabia que os Estados Unidos têm um dos custos mais altos com despesas hospitalares do mundo?

Por isso, não deixe de contratar seu seguro viagem EUA! Aqui no Seguro Promo você encontra os melhores preços do mercado!

E pode contar com a nossa equipe de atendimento para fazer o possível para facilitar toda a sua experiência de viagem. De Promo, você pode!

Seguro Viagem: EUA
AC 150 + TELEMEDICINA AC 150 + TELEMEDICINA Assistência médica USD 150.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 23/dia*
TA 100 TA 100 Assistência médica USD 100.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 25/dia*